Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1898
Título: Imagem, reflexão e ação para a promoção da saúde de adolescente no contexto rural
Título em inglês: Image, reflection and action to adolescents’ health promotion within rural context
Autor(es): Costa, Anny Giselley Milhome da
Orientador(es): Vieira , Neiva Francenely Cunha
Palavras-chave: Saúde da População Rural
Educação em Saúde
Data do documento: 2009
Citação: COSTA, A. G. M. (2009)
Resumo: INTRODUÇÃO: Crianças e adolescentes brasileiros são considerados a parcela mais vulnerável da população devido à exposição a agravantes sociais decorrentes da pobreza e falta de acesso a serviços básicos como educação, saúde, esporte, lazer e profissionalização. O contexto social é um fator significante para a formação do adolescente como sujeito de valores e atitudes, e viver em zona rural e/ou assentamentos rurais é fator determinante de sua vulnerabilidade social. É necessário conhecer o contexto social para elaborar propostas e atuações que influenciarão a saúde dos adolescentes. Frequentemente, a fotografia é utilizada em pesquisas na área da saúde como meio de conhecimento/ interpretação da realidade de vida dos sujeitos. Consideramos que, através da fotografia, poderemos conhecer a visão de saúde rural por parte dos adolescentes, promovendo um processo de reflexão crítica em grupo sobre imagens e temas. OBJETIVOS: Analisar as visões da saúde rural por parte dos adolescentes com base no processo de conscientização de Paulo Freire, identificando os principais problemas de saúde da comunidade. METODOLOGIA: Estudo do tipo Community-Based Participatory Research (CBPR), com abordagem qualitativa, baseado no referencial teórico-metodológico da Educação Crítica de Freire e da Fotografia Documental. Vinte e seis adolescentes participaram da pesquisa. A coleta dos dados seguiu o método photovoice, de Wang e Buris, e através de quinze encontros grupais, os principais problemas de saúde que afetam os adolescentes rurais foram debatidos. Cada participante ganhou uma câmera fotográfica, captou imagens da sua comunidade e refletiu acerca de suas fotografias. Os resultados foram organizados em temas e categorias através de análise participativa. RESULTADOS: Nesta pesquisa, prevaleceu um número maior de meninas (21) do que de meninos (5), e de jovens na faixa etária de 12 e 13 anos (16). O convívio familiar principal foi com pais (24) e avós (02) e, no geral, os participantes expuseram a família como a base de tudo. A percepção de saúde foi caracterizada por dois opostos: ou o adolescente estava muito saudável ou muito doente na Comunidade Carapió. Os temas escolhidos para fotografar representaram as principais preocupações dos jovens com as questões sociais da comunidade rural: natureza, educação, lazer, saúde, alimentação e uso de tabaco e álcool. Foram selecionadas 131 imagens para reflexão crítica. Relatos escritos demarcaram a importância da natureza na saúde do adolescente rural, bem como a pobreza da comunidade e falta de recursos na Unidade de Saúde. Os adolescentes encerraram o projeto fotovoz com a exposição “Realidade em Imagem”, na comunidade rural, onde população, mídia e gestores interagiram. Foram vivenciados os três níveis de consciência classificados por Freire, de forma inacabada e em momentos diversos, e o processo de conscientização foi realizado do olhar através das lentes para o olhar sobre a realidade. CONCLUSÃO: Consideramos fotovoz uma estratégia de educação em saúde positiva, que envolveu os adolescentes na saúde coletiva da comunidade e potencializou a voz do jovem como protagonista de sua história. A visão de saúde do adolescente rural é específica, sua cultura influencia seus pensamentos e ações. Logo, os Programas de Atenção à Saúde do Adolescente devem considerar as diferenças entre o meio rural e urbano. Existem alguns desafios a serem superados, principalmente os que influenciam a quebra do poder político de formação do senso comum nas comunidades rurais. Recomendamos novas pesquisas acerca desta metodologia no Brasil.
Abstract: INTRODUCTION: Brazilian children and adolescents are considered to be the most vulnerable part of population, due to their exposition to social aggravating elements that poverty and lack of access to basic services as education health, sports, leisure and professionalization increase. Social context is a very significant factor to adolescent`s education as a subject who embraces values and attitudes. Living at Brazilian country areas is a determining factor for his/her social vulnerability. It is necessary to know social context to develop purposes and actions that can positively influence adolescents` health. Photography is often used within research in Health subject area as a mean of knowledge/interpretation of subjects` life reality. This research considers that, through photography, it is possible to know country adolescents` point of view, by engaging a group critical reflection process on images and themes. OBJECTIVES: Analyzing country adolescents’ points of views, based on Paulo Freire`s conscience process, identifying primary problems in community health. METHODOLOGY: Community-Based Participatory Research (CBPR) study, with qualitative approach, based on Paulo Freire’s Critical Education and on documentary photography. Twenty-six students participated in the study. Data collection followed Wang and Buris’ photovoice method, and engaged in fifteen group meetings, country adolescents argued on health problems that affect them. Each participant received a photo camera, captured images from their community and reflected on their pictures. Results were organized within themes and categories through participatory analysis. RESULTS: The amount of girls (21) was higher than the amount of boys (5), as well as the age 12 to 13 years-old (16) was more prevalent. Familiar life living was with parents overall (24) and with grandparents (2). Family was often reported to be the basis for everything. Feeling on health was reported in two opposite sides: adolescent was or very healthy or very sick in Carapió community. Themes for photos represented their main concerns on country community social questions: nature, education, leisure, health, feeding, and tobacco and alcohol consummation. 131 images were selected to critical reflection. Written reports highlighted the importance of nature on country adolescents` health, as well as poverty and the lack of resources in community`s health unit. Adolescents concluded photovoice project with the exposition “Reality in Image”, within the country community, where population, media and managers were engaged. In different moments Freire`s three levels of conscience were experienced, always endless, and the conscience process succeeded from lenses to reality. CONCLUSION: Photovoice is considered a positive educational strategy for health, that engaged adolescents in community`s collective health matter and empowered teens` voice as protagonists of their own history. Country adolescents health point of view is specific, his/her culture influences his/her action and thoughts. Therefore, adolescent health care programs shall consider differences between rural and urban areas. There are some challenges to overcome, above all the ones concerning to political power rupture, which shall break common sense wild spreading within country communities. This research recommends new studies on this methodology in Brazil.
Descrição: COSTA, Anny Giselley Milhome da. Imagem, reflexão e ação para a promoção da saúde de adolescente no contexto rural. 2009. 147 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1898
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_agmcosta.pdf7,35 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.