Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19002
Título: Abelhas visitantes florais e potenciais polinzadores da macieira (Malus domestica Borkh.) no semiárido brasileiro
Título em inglês: Bees floral visitors and potential polinzadores of apple (Malus domestica Borkh.) In the Brazilian semiarid
Autor(es): Monteiro, Victor Magalhães
Orientador(es): Freitas, Breno Magalhães
Palavras-chave: Zootecnia
Maçã
Semiarido
Polinização
Apis mellifera
Apple
Semiarid
Pollination
Apis mellifera
Polinização por inseto
Data do documento: 2014
Citação: MONTEIRO, V. M. (2014)
Resumo: Esse estudo teve como objetivos estudar os aspectos da biologia floral e possíveis fatores limitantes à polinização e investigar a utilização da abelha Apis mellifera e o papel de outros insetos visitantes na polinização de macieira (Malus domestica Borkh.) em cultivos na região do semiárido nordestino brasileiro. O estudo foi realizado em uma área experimental que possui 0,5 hectare da fazenda FrutaCor®, município de Russas, Ceará. Foram estudadas a variedade Julieta, utilizada como doadora de pólen e Princesa como receptora. A quebra da dormência do florescimento ocorreu de forma química e física para as duas variedades. O estudo foi desenvolvido durante 39 dias, entre o final de outubro e inicio de dezembro de 2013. Flores da var. Julieta duraram menos dias do que as da Princesa (VarJulieta = 2,04 ± 0,197; VarPrincesa 2,93 ± 0,274; Mann-Whitney U = 150, p < 0,0001). A liberação do pólen na var. Julieta ocorreu a partir das 09:00h do primeiro dia, com pico às 13:00h do segundo dia. A receptividade estigmática na var. Princesa iniciou durante o estádio “balão” mantendo-se até senescência. Houve uma perda média de 19,87% ± 15,79 no número de anteras da var. Julieta que efetivamente liberaram pólen em relação ao total produzido por flor. A temperatura média de 30,21ºC ± 4,18, pode ter sido responsável pela redução na longevidade, perda de anteras e perda de pólen, sendo, portanto, recomendado o aumento no número de plantas doadora de pólen nos cultivos em ambientes semiáridos. Os visitantes florais mais abundantes foram os insetos e dentre esses, as abelhas representando cerca de 61,86% do total. As flores da macieira apresentaram pico de visitação no período da manhã, seguindo até as 12:00h (81,57%). Por se tratar de uma cultura dependente de polinização cruzada para o vingamento do fruto, foi observada a atratividade das flores para as abelhas em diferentes idades, obtendo 18,66 ± 4,93; 41,3 ± 7,63 e 4,6 ± 1,52, em flores de 1º, 2º e 3º dia, respectivamente, mostrando que as flores de 2º dia são mais atrativas para as abelhas (p<0,05). Foi observado que apenas uma visita de Apis mellifera foi suficiente para promover o vingamento de frutos, independentemente da idade da flor. A introdução de colônias dessa abelha no pomar se faz necessário, pois A. mellifera foi a espécies mais frequentemente observada nas flores da macieira.
Abstract: This study aimed to investigated aspects of floral biology and possible limiting factors to pollination, investigate the use of bees, Apis mellifera, and the role of other insects visitors in apple pollination (Malus domestica Borkh.) in crops in the Brazilian northeast semiarid region. The study was conducted in an experimental area which has 0.5 hectare on FrutaCor® farm, Russas - Ceará. We used Two apple’s varieties in this study. The Julieta variety was used as pollen donor and the Princessa variety was used as receiving pollen. Theses varieties need chemical and physical treatment to flower break dormancy occurred. The study was conducted for 39 days at the end of October and early December 2013. Julieta Flowers lasted for fewer days than the princessa (VarJulieta = 2.04 ± 0.197, 2.93 ± 0.274 VarPrincesa; Mann-Whitney U = 150, p <0.0001). The pollen release of Julieta started at 09: 00h on the first day and had peaking at 13: 00h in the second day. The stigmatic receptivity of Princessa variety started during the stage "balloon" remaining until senescence. There was an average loss of Juliet’ anthers number of 19.87 ± 15.79% that effectively released pollen in relation to the total production per flower. The average of temperature 30,21ºC ± 4.18, may have been responsible for the reduction in longevity, loss of anthers and pollen loss, and is therefore recommended to increase the number of pollen donor plants in crops in semi-arid environments. The most abundant flower visitors were insects and among these, the bees representing approximately 61.86% of the total. Apple tree flowers had visitation peak in the morning, 5:00 to 12: 00h (81.57%). Therefore this culture is a cross-pollination-dependent to ripening of fruit, we observed the different ages flowers attractiveness by bees and we obtained 18.66 ± 4.93; 41.3 ± 7.63 and 4.6 ± 1.52, on 1 flowers, 2 and 3 days, respectively, showing that the 2nd day flowers are more attractive to bees (p <0.05). We observed that only a visit of Apis mellifera was enough to promote fruit set, regardless of the age of the flower. The introduction of this bee colonies in the orchard is necessary because A. mellifera was the most frequently observed species in apple tree flowers.
Descrição: MONTEIRO, Victor Magalhães. Abelhas visitantes florais e potenciais polinzadores da macieira (Malus domestica Borkh.) no semiárido brasileiro. 2014. 75 f. : Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências, Departamento de Zootecnia, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia. Fortaleza-CE, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19002
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_vmmonteiro.pdf2,04 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.