Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19049
Título: Características agronômicas, composição químico-bromatológica e curva de desidratação da Gliricídia sepium
Título em inglês: Agronomic characteristics, chemical composition and dehydration curve Gliricidia sepium
Autor(es): Silva, Shirlenne Ferreira
Orientador(es): Carneiro, Maria Socorro de Souza
Palavras-chave: Zootecnia
Época de corte
Manejo de corte
Semiárido
Rebrota
Cutting time
Cutting management
Regrowth
Semiarid
Leguminosa
Data do documento: 2015
Citação: SILVA, S. F. (2015)
Resumo: O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar as características agronômicas, a composição químico-bromatológica e a curva de desidratação da Gliricídia sepium cultivada sob diferentes alturas de resíduo em relação às estações do ano. O experimento foi realizado no setor de Forragicultura do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal do Ceará - UFC, em Fortaleza, CE. O delineamento estatístico utilizado foi de blocos ao acaso em parcelas subdivididas. As parcelas constaram de três alturas residuais (70, 90 e 110 cm) e as subparcelas 4 épocas do ano (outono, inverno, primavera e verão) com 4 repetições. Para a curva de desidratação utilizou-se o delineamento em blocos ao acaso em esquema fatorial 3x7, sendo os fatores, três alturas de resíduo e 7 tempos (0, 1, 2, 3, 4, 6 e 8 h) de coleta de amostras de gliricídia. As variáveis de crescimento analisadas foram: o diâmetro do caule ao nível do solo, número de brotação, diâmetro dos brotos e altura da planta. As variáveis de composição químico-bromatológica da planta analisadas foram: matéria seca, matéria mineral, proteína bruta, extrato etéreo, fibra em detergente neutro, fibra em detergente ácido e matéria orgânica. Os dados de crescimento e composição foram submetidos à análise de variância, os da curva de desidratação foram submetidos à análise de regressão. Os dados foram analisados pelo programa SAS versão 9.0 e comparados pelo teste de tukey a 5% de probabilidade. As características agronômicas da gliricídia foram influenciadas pela época de corte. Não foram observadas diferenças significativas (p˃0,05) em relação à altura residual sobre o crescimento da planta, o diâmetro do caule e diâmetro dos brotos, índice de área foliar, matéria fresca de forragem total e matéria seca de forragem total. A época de maior crescimento das plantas (p˂0,05) foi registrada no solstício de inverno (junho). Os diâmetros do caule e dos brotos se desenvolveram melhor no equinócio de primavera, com medidas de 6,85 e 2,07 mm, respectivamente. Enquanto que o maior número de brotos (p˂0,05) foi observado no equinócio de outono, com 31, 33 brotos. Os teores de matéria seca, matéria mineral, fibra em detergente ácido e extrato etéreo, apresentaram maiores valores (p˂0,05) no equinócio de primavera (setembro 2013), solstício de verão (dezembro 2013), solstício de inverno (junho 2013) e equinócio de primavera (setembro 2013), respectivamente. Houve efeito de interação (p˂0,05) entre época de corte e altura residual para os teores de fibra em detergente neutro, proteína bruta e matéria orgânica. Os maiores valores médios de fibra em detergente neutro foram registrados no equinócio de primavera (setembro 2013) e solstício de verão (dezembro 2013), os maiores valores de proteína bruta foram registrados no equinócio de primavera e outono (setembro 2013 e março 2014) e os maiores valores de matéria orgânica se concentraram no equinócio de primavera (setembro 2013). Foi observado efeito significativo (p˂0,05) no tempo de desidratação sobre o teor de matéria seca e proteína bruta da gliricídia nas diferentes alturas de resíduo. As plantas cortadas a 90 e a 110 cm atingiram 80% de matéria seca em 6,75 e 6,63 horas de exposição ao sol. Com 8 horas de desidratação foi observado valores de proteína bruta de 20,16; 20,00; e 20,80% para as alturas residuais de 70, 90 e 110 cm respectivamente, sendo observadas perdas nos valores de proteína bruta em torno de 3,56; 2,84 e 3,69% para as alturas residuais de 70, 90 e 110 cm, respectivamente. A Gliricídia sepium pode ser cortada na altura residual de 70 cm. A época indicada para obtenção de maior produção de matéria seca, crescimento das plantas e composição bromatológica adequada para a alimentação animal é o solstício de inverno (junho). O processo de desidratação da Gliricídia sepium ocorreu em 8 horas de exposição ao sol, com a obtenção do feno com 80% de matéria seca e 20% de proteína bruta.
Abstract: The study was conducted in order to evaluate the agronomic characteristics, chemical composition and dehydration curve Gliricídia sepium grown under different residues were in relation to the seasons. The experiment was carried out in the Forage Industry Department of Animal Science of the Federal University of Ceará - UFC in Fortaleza, Brazil. The statistical design was a randomized block design with split plots. Plots consisted of three residual heights (70, 90 and 110 cm) and five 4 seasons (fall, winter, spring and summer) with four replications. For dehydration curve used the design in randomized blocks in a factorial 3x7 factorial comprising the three residues were and 7 times (0, 1, 2, 3, 4, 6 and 8 h) sample collection gliricídia. Growth variables analyzed were: the diameter of the stem at ground level, number of budding, diameter of shoots and plant height. The chemical composition of the plant variables analyzed were: dry matter, ash, crude protein, ether extract, neutral detergent fiber and acid detergent fiber. The growth and composition data were subjected to analysis of variance, the dehydration curve underwent regression analysis. Data were analyzed by program SAS version 9.0 and compared by Tukey test at 5% probability. Agronomic characteristics of gliricidia were influenced by harvest time. Significant differences from the residual height (p˂0,05) were observed on plant growth, stem diameter and diameter of the shoots, leaf area index, fresh weight of the total forage dry matter and total forage. The time of greater plant (p˂0,05) growth was recorded in the winter solstice (June). The diameters of the stem and the shoots grew better on the spring equinox, with measures of 6.85 and 2.07 mm, respectively. While the highest number of shoots was observed in the autumn equinox, with 31, 33 shoots. The dry matter, ash, acid detergent fiber and ether extract, were higher (P˂0.05) at the spring equinox (September 2013), summer solstice (December 2013), Winter Solstice (June 2013) and spring equinox (September 2013), respectively. There was a significant interaction between time of cutting and residual height for fiber neutral detergent, crude protein and organic matter. The highest average values of NDF were recorded at the spring equinox and summer solstice, the higher CP values were recorded in spring and autumn equinox and the largest values organic matter focused on the spring equinox. Effect was observed (P˂ 0,05) in the dehydration time on the dry matter and crude protein of Gliricidia in different residues were. The plants were cut at 90 and 110 cm were 80% dry matter in 6.75 and 6.63 hours of sun exposure. With 8 hours of dehydration was observed values of CP 20.16; 20.00; and 20.80% for waste heights of 70, 90 and 110 cm respectively, and observed losses in the PB values around 3.56; 2.84 and 3.69% for residual heights of 70, 90 and 110 cm, respectively. Gliricidia sepium can be cut in the residual height of 70 cm. The time indicated for the greatest dry matter production, plant growth and chemical composition suitable for animal feed is the winter solstice (June). The dehydration process of Gliricidia sepium occurred in 8 hours of sun exposure, with getting the hay with 80% dry matter and 20% crude protein.
Descrição: SILVA, Shirlenne Ferreira. Características agronômicas, composição químico-bromatológica e curva de desidratação da Gliricídia sepium. 2015. 55 f. : Dissertação (Mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências, Departamento de Zootecnia, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia. Fortaleza-CE, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19049
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_sfsilva.pdf1,11 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.