Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1905
Título: Produção de ifn-y em pacientes com hanseníase e em seus contactantes numa amostra populacional do município de Sobral-Ceará
Título em inglês: IFN-y production in patients with leprosy and in yours households in the populacional sample of the Sobral city- Ceara
Autor(es): Jesus, Luciano Augusto Oliveira de
Orientador(es): Câmara, Lilia Maria Carneiro
Palavras-chave: Interferon gama
Hanseníase
Leucócitos Mononucleares
Hanseníase Virchowiana
Data do documento: 2007
Citação: JESUS, L. A. O. (2007)
Resumo: A hanseníase, cujo agente etiológico é o Mycobacterium leprae, é doença de amplo espectro clínico e imunopatológico. Suas apresentações clínicas estão correlacionadas com padrões imunológicos distintos, variando de uma vigorosa resposta imune mediada por células ao M. leprae, com padrão tipo 1 no polo tuberculóide, a uma ausência de resposta celular específica aos antígenos do M. leprae no pólo lepromatoso, com predomínio de resposta tipo 2 e exacerbação da resposta humoral. A capacidade do antígeno bruto de M. leprae em estimular células mononucleares do sangue periférico (PBMC) na produção de IFN-y foi avaliada em pacientes com hanseníase e em seus contactantes, do município de Sobral-CE. Um total de 30 casos foi estudado, antes de receberem tratamento poliquimiterápico. O grupo de casos paucibacilares foi constituído por oito com a forma indeterminada, dez com a forma tuberculóide, dois com a forma dimorfo tuberculóide; e o grupo multibacilar foi constituído por dez com a forma virchoviana e dois com a forma dimorfa virchoviana. O grupo de contactantes foi constituído por sessenta indivíduos, sendo 1 consangüíneo e 1 não consangüíneo para cada caso índice. O antígeno bruto de M. leprae estimulou a produção de IFN-y nas PBMC de sete casos dimorfo tuberculóide/tuberculóide (DT/TT), três com a forma indeterminada e dois com a forma dimorfa virchoviana/virchoviana (DV/VV). O grupo DT/TT produziu níveis de IFN-y significantemente maiores que o grupo DV/VV (Teste de Fisher, p=0,027). A produção de IFN-y nos contactantes foi observada em 34 indivíduos, 21 consangüíneos e 13 não consangüíneos. Não foi observada diferença significativa entre os contactantes do grupo paucibacilar (forma indeterminada, DT/TT) e multibacilares (DV/VV). Porém, foi observada diferença significativa na produção desta citocina entre contactantes e casos DV/VV. O estudo sugere que não há diferença significativa na produção de IFN-y entre indivíduos contactantes consangüíneos e não consangüíneos, dos casos paucibacilares e multibacilares. Além disso, ao correlacionarmos a produção desta citocina nos indivíduos com a presença de cicatriz, também não observamos diferença significativa.
Abstract: Leprosy, which is caused by Mycobacterium leprae, is an illness of ample clinical and immunopathological spectrum. Its clinical manifestations are correlated with distinct immunologic form, varying from a vigorous immune response mediated by cells to M. leprae, with type 1 standard in the tuberculóide polar region, to an absence of specific cellular response to antigens of M. leprae in the lepromatous polar region, with predominance of type 2 response and exacerbations of humoral response. The capacity of whole M. leprae antigen to stimulate peripheral blood mononuclear cell (PBMC) in the IFN-y production was measured in leprosy patients and their household’s contacts, in the city of Sobral, state of Ceará. A total of 30 leprosy patients were used for the study, before start chemotherapy. The paucibacilary leprosy patient group consisted of eight polar indeterminate, ten polar tuberculóide, two borderline tuberculóide, and the multibacilary leprosy patient group consisted of ten lepromatous leprosy and two borderline lepromatous leprosy. The household contacts group consisted of sixty healthy individuals, consanguineous and non consanguineous. The whole M. leprae antigen stimulated IFN-y production in the PBMC of seven borderline tuberculóide/tuberculóide (DT/TT), three indeterminate form, two borderline lepromatous/lepromatous (DV/VV the DT/TT group produced IFN-y levels significantly higher than DV/VV group (Fisher Test, p=0,027). The IFN-y production in the household contacts was observed in 34, 21 consanguineous and 13 non consanguineous. It wasn’t observed significant difference between paucibacilary household’s contacts (DT/TT, indeterminate form) and multibacilary household’s contacts groups in the IFN-y production to whole M. leprae antigen. However, it was observed significant difference in the production of these cytokine between household contacts and DV/VV patients. This study suggests that there wasn’t significative difference in the production IFN-y between non consanguineous and consanguineous subjects of the paucibacilary and multibacilary cases. Moreover, at correlacionated the production in these cytokine in the subjects with the presence of scar, we didn’t observed significative difference too.
Descrição: JESUS, Luciano Augusto Oliveira de. Produção de IFN-Y em pacientes com hanseníase e em seus contactantes numa amostra populacional do município de Sobral-Ceará. 2007. 96 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Medicina, Fortaleza, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1905
Aparece nas coleções:DMC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_dis_laojesus.pdf913,13 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.