Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19052
Título: Níveis de sódio para codornas japonesas (Coturnix xotunix japonica) nas fases de crecimento e postura
Título em inglês: Sodium levels for japanese quail (Coturnix coturnix japonica) in the growing and production phases
Autor(es): Lima, Raffaella Castro
Orientador(es): Freitas, Ednardo Rodrigues
Palavras-chave: Zootecnia
Balanço eletrolítico
Bicarbonato de sódio
Minerais
Produção
Sal
Electrolyte balance
Sodium bicarbonate
Minerals
Production
Salt
Data do documento: 2009
Citação: LIMA, R. C. (2009)
Resumo: Com o objetivo de avaliar os efeitos dos níveis de sódio da ração nas fases de crescimento e de postura de codornas japonesas foram realizados dois experimentos, nos quais, foram avaliados os níveis de 0,07; 0,12; 0,17; 0,22; 0,27 e 0,32% de sódio. No primeiro experimento (fase de crescimento), 480 codornas com um dia de idade, foram distribuídas em um delineamento inteiramente casualizado, com seis tratamentos de oito repetições de dez aves cada. Conforme os resultados, no período de 1 a 21 dias, houve aumento linear do consumo de ração e água com aumento dos níveis de sódio e efeito quadrático no ganho de peso e conversão alimentar com níveis ótimos de 0,23% e 0,21% de sódio, respectivamente. De 21 a 42 dias, houve redução linear no ganho de peso, aumento linear no consumo de água e prejuízo na conversão alimentar com o acréscimo de sódio na ração, enquanto, o consumo de ração não foi influenciado. No período total (1 a 42 dias de idade) com o aumento de sódio na ração, observou-se aumento linear no consumo de água e na umidade das excretas e efeito quadrático sobre a digestibilidade da matéria seca (CDMS), nitrogênio (CDN), energia bruta (CDEB) e valores energia metabolizável aparente (EMA) e aparente corrigida (EMAn) com níveis ótimos estimados de 0,20% para CDMS, 0,27% para o CDN e 0,19% para CDEB, EMA e EMAn. Ainda, nesse ensaio, observou-se que o desempenho da fase de postura não foi influenciado significativamente pelo nível de sódio recebido pelas codornas na fase de crescimento. No segundo experimento, 288 codornas com 16 semanas de idade foram distribuídas ao acaso em seis tratamentos com oito repetições de seis aves por unidade experimental. Houve aumento linear do consumo de ração, consumo de água e peso do ovo com o acréscimo de sódio e efeito quadrático para produção de ovos, massa de ovo e conversão alimentar com níveis ótimos de 0,23%, 0,24% e 0,23% de sódio, respectivamente. Também, houve efeito quadrático dos níveis de sódio para as percentagens de gema, casca e albúmen, obtendo-se máxima proporção de albúmen e casca e mínima de gema com 0,21% de sódio. Não houve efeito significativo dos níveis de sódio para Unidades Haugh, entretanto houve feito quadrático para gravidade específica, com nível ótimo de 0,22% de sódio. O acréscimo de sódio não afetou a umidade das excretas, mas houve efeito quadrático sobre a digestibilidade da matéria seca (CDMS), nitrogênio (CDN), energia bruta (CDEB) e valores energia metabolizável aparente (EMA) e aparente corrigida (EMAn) com níveis ótimos estimados de 0,24% para CDMS, 0,22% para CDN, 0,21% para CDEB e 0,18% para EMA e EMAn. Considerando os resultados, pode-se recomendar que as rações para codornas japonesas na fase de crescimento (1 a 42 dias) sejam formuladas com níveis de sódio entre 0,12% e 0,23% e na fase de produção, com níveis entre 0,18% e 0,23% de sódio
Abstract: With the aim to evaluate the effects of the sodium levels in the growth and laying phases of Japanese quails, we conducted two experiments in which we evaluated the sodium levels of de 0,07%; 0,12%; 0,17%; 0,22%; 0,27% and 0,32%. In the first experiment (growth phase), 480 quails with one day were distributed in a completely randomized design with six treatments of eight replications of ten birds each. According to the results, in the period from 1 to 21 days, there was a linear increase in feed and water intake with the increase in sodium levels and a quadratic effect in the weight gain and feed conversion with optimum sodium levels of 0,23% and 0,21%, respectively. In the period from 21 to 42 days, there was a linear reduction in the weight gain, linear increase in water intake and worse in feed conversion with the increase in sodium in the ration, while feed intake was not affected. In the total period (1 to 42 days of age) with the increase in sodium in the ration, we observed a linear increase in the water intake and in the excreta moisture and a quadratic effect on the digestibility of the dry matter (DCMS), nitrogen (CDN), gross energy (DCEB) and values of apparent metabolizable energy (AME) and apparent corrected (AMEn) with estimated optimum levels of 0,20% for DCMS, 0,27% for CDN and 0,19% for DCEB, AME and AMEn. Moreover, in this experiment we observed that the performance of the laying phase was not influenced significantly by the sodium level supplied to quails in the growth phase. In the second experiment, 288 quails with 16 weeks of age were distributed at random in six treatments with eight replications of six birds each. There was a linear increase in feed intake, in water intake, and in egg weight with the increase in sodium levels and a quadratic effect for egg production, egg mass and feed conversion with optimum sodium levels of 0,23%, 0,24% and 0,23%, respectively. Also, there was a quadratic effect of the sodium levels for percentages the yolk, shell and albumen, obtaining a maximum proportion of albumen and shell and a minimum proportion of yolk with a 0,21% sodium level. There was no significant effect of the sodium levels for the Haugh Units. However, there was a quadratic for specific gravity, with an optimum sodium level of 0.22%. The increase in sodium content did not affect the excreta moisture, but there was a quadratic effect on the digestibility of dry matter (DCMS), nitrogen (CDN), gross energy (DCEB) and values of apparent metabolizable energy (AME) and apparent corrected (AMEn) with estimated optimum levels of 0,24% for CDMS, 0,22% for CDN, 0,21% for CDEB and 0,18% for AME and AMEn. Considering the results, we can recommend that the diets for Japanese quails in the growth phase (1 to 42 days) are formulated with sodium levels between 0,12% and 0,23% and in the production phase with sodium levels between 0,18% and 0,23%
Descrição: LIMA, Raffaella Castro. Níveis de sódio para codornas japonesas (Coturnix xotunix japonica) nas fases de crecimento e postura. 2009. 92 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Zootecnia, Programa de Pós-Graduação em Zootecnia, Fortaleza-CE, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19052
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_dis_rclima.pdf273,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.