Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19070
Título: Comportamento do sono e aleitamento materno em crianças de 12 a 18 meses de idade
Título em inglês: Sleep behavior and breastfeeding in children 12-18 months of age
Autor(es): Cerqueira, Ana Carolina Dantas Rocha
Orientador(es): Cardoso , Maria Vera Lúcia Moreira Leitão
Palavras-chave: Sono
Aleitamento Materno
Criança
Data do documento: 31-Mar-2016
Citação: CERQUEIRA, A. C. D. R.
Resumo: Na infância, o sono adequado é especialmente importante pela influência que exerce sobre o crescimento e o desenvolvimento. Alterações no sono são cada vez mais prevalentes e determinam má qualidade ao desempenho, interferindo na saúde, às vezes, de forma muito grave. Objetivou-se analisar o comportamento do sono e o tempo de aleitamento materno em crianças com idade entre 12 e 18 meses frequentadoras ou não de creches. Estudo transversal, realizado com 369 crianças de 12 a 18 meses de idade e seu principal cuidador. A coleta de dados ocorreu, no período de novembro de 2014 a maio de 2015, em creches públicas, privadas e em postos de saúde, durante campanha de vacinação, junto a cuidadores das crianças, por meio da aplicação de dois instrumentos: o Infant Sleep Questionnarie (ISQ) e um formulário, contendo informações relacionadas a caracterização dos participantes, ao sono da criança e ao aleitamento materno. A variável desfecho do estudo foi o comportamento do sono mensurada por meio de três critérios de avaliação: dos escores, do cuidador e do avaliador, constantes no ISQ. Desta forma três modelos de regressão logística foram estimados utilizando-se o método Forward Stepwise e permaneceram no modelo final apenas as variáveis com p-valor<0,05. Constatou-se alteração no comportamento de sono segundo o critério dos escores, o critério do cuidador e o critério do avaliador para 104 (28,2%), 102 (27,6%) e 85 (23,0%) crianças, respectivamente. Manteve-se, após ajustes, associação estatisticamente significante com as alterações no comportamento do sono: o compartilhamento do domicílio por mais de três pessoas; renda familiar superior a quatro salários mínimos; mudanças na rotina da criança; não amamentação na primeira hora de vida; alimentar a criança durante a madrugada por todas as noites da semana; não adormecer de chupeta; criança dormir após as 20 horas, mais de duas horas durante o dia e entre seis e oito horas durante a noite. O tempo de aleitamento materno superior a 12 meses elevou em duas vezes as chances para alterações no comportamento do sono (OR=2,00; IC 1,06-3,79); a inserção das crianças em creches não esteve associada nem com a duração do aleitamento materno nem com a existência de alterações no comportamento de sono das crianças. A avaliação do comportamento do sono em crianças segundo o ISQ representa importante método de triagem a ser implementado nos serviços de atenção à criança. Manter a criança em creche não foi considerado fator determinante para o insucesso da amamentação e não esteve associado ao comportamento do sono apresentado pelas mesmas. Intervenções junto à cuidadores de crianças que continuam sendo amamentadas após o primeiro ano de vida precisam ser planejadas no sentido de orientar a respeito dos aspectos associados, especialmente, a manutenção da prática do co-leito, do hábito de oferecer a mama para que a criança pegue no sono e de oferecer o peito a criança durante a madrugada, no sentido de minimizar os problemas de sono nesta população e ajudar a prevenir o estabelecimento de problemas recorrentes, potencialmente, causadores de distúrbios do sono.
Abstract: In childhood, adequate sleep is especially important for the influence it has on growth and development. Sleep disorders are increasingly prevalent and determine poor performance, affecting the health, sometimes very severe. This study aimed to analyze the sleep behavior and duration of breastfeeding in children aged between 12 and 18 months frequenters or not daycare. Cross-sectional study with 369 children 12-18 months old and his primary caregiver. Data collection occurred from November 2014 to May 2015, in public, private and health centers nurseries during the vaccination campaign, with the caregivers of children, through the application of two instruments: the Infant Sleep Questionnaire (ISQ) and a form containing information related to characterization of the participants, the child's sleep and breastfeeding. The variable study outcome was the sleep behavior measured by three criteria: the scores, the caregiver and the evaluator, contained in ISQ. Thus three logistic regression models were estimated using the Forward stepwise method and the final model only variables with p-value <0.05. It was found change in sleep behavior at the discretion of the scores, the criterion of the caregiver and the evaluator's criteria for 104 (28.2%), 102 (27.6%) and 85 (23.0%) children, respectively . It remained after adjustments, a statistically significant association with changes in sleep behavior: household sharing for more than three people; family income higher than four minimum wages; changes in the child's routine; not breastfeeding in the first hour of life; feed the child during the night for all nights of the week; not fall asleep pacifier; child to sleep after 20 hours, more than two hours during the day and six to eight hours to overnight. Breastfeeding time more than 12 months increased at twice the chances for changes in sleep behavior (OR = 2.00, CI 1.06 to 3.79); the inclusion of children in day care was not associated or duration of breastfeeding or the existence of changes in sleep behavior of children. Sleep behavior evaluation in children according to the ISQ is important screening method to be implemented in child care services. Keep the child in day care was not considered a determining factor for the failure of breastfeeding and was not associated with the behavior of sleep presented by them. Interventions by the caregivers of children who continue to be breastfed after the first year of life need to be planned so as to guide about the associated aspects, especially the maintenance of the practice of co-sleeping, the habit of offering the breast to the child falls asleep and offering the breast the child during the night, to minimize sleep problems in this population and help prevent the establishment of recurring problems, potentially causing sleep disorders.
Descrição: CERQUEIRA, A. C. D. R. Comportamento do sono e aleitamento materno em crianças de 12 a 18 meses de idade. 2016. 115 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19070
Aparece nas coleções:DENF - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_acdrcerqueira.pdf1,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.