Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19109
Título: O agón cômico de Plutarco e o retórico de aves de Aristófanes
Título em inglês: The comic agón of Plutarch and the rhetorical agón of Aristophanes’ birds
Autor(es): POMPEU, Ana Maria César
TELES JÚNIOR, Paula César de Brito
Palavras-chave: Comédia grega
Retórica
Discurso
Disputa
Greek comedy
Rhetoric
Speech
Dispute
Data do documento: 2015
Editor: Imprensa da Universidade de Coimbra
Citação: POMPEU, A. M. C.; TELES JÚNIOR, P. C. B. (2015)
Resumo: Este trabalho tem como objetivo estudar o agón na obra Aves, do comediógrafo grego Aristófanes, comparado ao agón entre Aristófanes e Menandro nos Moralia, de Plutarco. Primeiramente, abordaremos como este recurso era característico da pólis grega, especialmente Atenas. Em seguida, verificaremos como o agón é construído nas obras aristôfanicas para, finalmente, analisarmos sua estrutura em Aves. Nesta peça, o párodo marca o começo de uma grande tarefa: a criação de uma cidade entre o céu e a terra junto aos pássaros, chamada de Nephelococcygia. A efetivação desta empreitada está sujeita ao sucesso que o herói cômico, Pisetero, terá no agón da comédia. Observamos que nesta parte de Aves há um debate entre quatro personagens: Pisetero, Evélpides, a Poupa e o Coro. O primeiro, que já em seu próprio nome encontramos referência à persuasão (Pisetero: “o companheiro persuasivo”, “bom de lábia”), é dotado de uma incrível habilidade de convencimento e, através de seu discurso, consegue realizar seus planos. Palavras ‑chave – comédia Grega, retórica, discurso, disputa.
Abstract: This paper analyzes the agón in Aristophanes’ Birds, by comparing it with the agón between Aristophanes and Menander in Plutarch’s Moralia. At first we discuss how this resource was a characteristic element of the Greek pólis, especially at Athens. We then assess how the agón was formed in Aristophanes’ comedies. In this play, the parodos mark the beginning of a great task: the creation of a large city between heaven and earth with the birds, called Nephelococcygia. The realization of this project is sub‑ ject to the success of the comic hero Pisthetaerous in the comedy’s agón. We note that in this part there is a discussion among four characters: Pisthetaerous, Euelpides, the Hoopoe and the Chorus. The first character who has a reference to persuasion in his own name (Pisthetaerous: “the persuasive friend”) is gifted with an incredible ability to convince and realizes his plans through his speech. Keywords – Greek comedy, rhetoric, speech, dispute.
Descrição: TELES JÚNIOR, Paulo César de Brito; POMPEU, Ana Maria César . O Ágon cômico de Plutarco e o retórico de Aves de Aristófanes. In: POMPEU, Ana Maria César; SOUSA, Francisco Edi de Oliveira. Org(s). Grécia e Roma no universo de Augusto. Coimbra: Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015, p. 201-208.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19109
ISBN: 978-989-26-1052-8
Aparece nas coleções:DLE - Capítulos de livro

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_capliv_pcbtjunior.pdf151,95 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.