Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1911
Título: Acupuntura na ansiedade generalizada em mulheres climatéricas : abordagem terapêutica na promoção da saúde mental
Título em inglês: Acupuncture usage for general anxiety cases in climaterical women : therapeutic approach to promote mental health
Autor(es): Girão, Áthila Campos
Orientador(es): Alves , Maria Dalva Santos
Palavras-chave: Saúde Mental
Enfermagem em Saúde Pública
Promoção da Saúde
Terapias Complementares
Data do documento: 2008
Citação: GIRÃO, A. C. (2008)
Resumo: As mulheres são acometidas por sintomas de ansiedade generalizada no climatério/menopausa, gerando um sofrimento psíquico que influencia negativamente sua qualidade de vida. Destarte, surge uma demanda por abordagens naturais, como a acupuntura, que minimizem os efeitos adversos provocados pelas medicações convencionais e que funcionem como fonte de autoconhecimento e responsabilidade na saúde individual e coletiva. Os objetivos deste estudo foram avaliar a acupuntura como terapêutica complementar em mulheres de um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), bem como identificar a intensidade das suas queixas difusas antes e depois da aplicação da acupuntura e relacionar a intensidade das mesmas com fatores sócio-demográficos. Estudo do tipo experimental, misto (uni-cego e aberto), randomizado e prospectivo, que teve como instrumentos para a coleta de dados a Escala de Ansiedade de Hamilton - HAMA adaptada por Souza (2004), realizado no Centro de Atenção Psicossocial Prof. Frota Pinto (CAPS III). Foram observados os procedimentos éticos exigidos para a realização da pesquisa e selecionadas 30 mulheres obedecendo os critérios de inclusão e exclusão, avaliando a HAMA-ANTES e divididas aleatoriamente em dois grupos com acupuntura verdadeira (GT) e acupuntura placebo (CP), as quais foram submetidas a 10 aplicações, uma vez por semana, quando avaliamos a HAMA-DEPOIS. Quatorze mulheres em tratamento no CAPSIII formaram outro grupo controle com medicação (CM) e tiveram a HAMA-DEPOIS avaliada. Os dados foram processados pelo programa Statistical Package for Social Science - SPSS, versão 11.0. Os gráficos foram gerados no programa GraphPad Prism, versão 4). Os resultados mostraram que as participantes têm idade entre 41 e 60 anos (81,8 %), são casadas (47,7%), com escolaridades de 1º (47,7%) e 2º (36,3%) graus, praticam o catolicismo (77,7%), trabalham em casa (50,0%), sem filhos (36,3%) ou poucos filhos (43,2%) e com renda familiar de 1 a 2 salários mínimos (65,9%), têm baixo sedentarismo (31,8%), são insatisfeitas profissionalmente (61,4%), tiveram puberdade conturbada (63,6%), têm experiência de vida marcada por traumas emocionais e/ou físicos (75,0%), apresentam sintomas psicofísicos manifestados no climatério/menopausa (52,3%) e alto índice de procedimentos cirúrgicos (59,1%),as relações conjugais insatisfatórias afetam a vida psicossomática das mulheres (r= 6,363; p=0,012; n=30), e as que trabalham em casa têm maior probabilidade em desencadear sintomas de ansiedade, apesar de não ser significante estatisticamente (r=6,356; p=0,096; n=30); não houve correlação significativa entre HAMA e as demais variáveis sócio-demográficas. Concluiu-se que a acupuntura reduziu significativamente os níveis de HAMA no CP e no GT; a acupuntura verdadeira foi mais segura e confiável clinicamente; a acupuntura verdadeira e a medicação reduziram os níveis de ansiedade das mulheres, podendo uma ou outra ser adotada isoladamente ou em combinação; é necessário que outros estudos com acupuntura sejam realizados envolvendo amostras maiores, além de controlar melhor as variáveis influenciadoras da ansiedade. É relevante mencionar que o conhecimento apreendido e produzido na sistematização da acupuntura como recurso viável da assistência à saúde, pode integrar-se nas instituições públicas ou privadas, em nível ambulatorial ou hospitalar, nas mais diversas especialidades
Abstract: Women are disturbed with symptoms of general anxiety in climacteric years/ menopause, creating a mental suffering that adversely affects their life quality. Thus, arising a demand for natural approaches such as acupuncture, which reduces the adverse effects caused by conventional drugs working as a source of self-knowledge and responsibility for individual and collective health. The aims of this study were to assess the acupuncture method as a complementary therapy in women from the Center for Psychosocial Care (CAPS - Centro de Integração Psicossocial) and to identify the intensity of their diffused complaints before and after application of acupuncture and to relate their intensity with socio-demographic factors. Experimental, mixed (single-blind and open), randomized, prospective study, which had as instruments for collecting data the Hamilton Anxiety Scale - HAMA adapted by Souza (2004), held at the Center for Psychosocial Care Prof. Frota Pinto (CAPS III). We complied with the ethical guidelines required for making this research and selected 30 women obeying the criteria of inclusion and exclusion, evaluating the HAMA-BEFORE, randomly distributed into two groups with real acupuncture (GT) and placebo acupuncture (CP), which were subjected to 10 applications once a week, moment in which we assessed the HAMA-AFTER. Fourteen women in treatment at CAPS III completed another control-group making use of medication (CM) whom also received the HAMA AFTER. The Statistical Package Social Science Program was used to process the data - SPSS, version 11.0. We used GraphPad Prism program, version 4) to generate the graphics. The results indicated that the participants between 41 and 60 years old (81.8%) are married (47.7%), concluded Junior School Elementary (47.7%) and High School grades (36.3%), are catholic (77.7%), work at home (50.0%), have no children (36.3%) or few children (43.2%) and which family incomes vary from 1 to 2 living wages (65.9%), low inactivity (31.8%), professionally unfulfilled (61.4%), careworn puberty (63.6%) life experience marked by emotional and/or physical trauma (75.0%), present the climacteric symptoms, psychophysical / menopause (52.3%) and high rate of surgical procedures (59.1%), unsatisfactory conjugal relations affect their psychosomatic lives (r = 6363, p = 0012 n = 30), and those who work at home are liable to present symptoms of anxiety, although not statistically significant (r = 6356, p = 0096 n = 30) There was no significant correlation between HAMA and other socio–demographic variables. We concluded that acupuncture reduced significantly the levels of HAMA on CP and GT groups. The effective acupuncture was lager and clinically reliable. The effective acupuncture and medication reduced the levels of anxiety among women, thence, both can be used singly or joinly. Further studies are needed involving larger, samples with regard to acupuncture, providing a better control of the most imported variables of anxiety. The knowledge acquired and produced during the systematization of acupuncture as of a viable use of health care, can be integrated in public or private institutions, at hospitals or policlinics and in a wide range of specialties
Descrição: GIRÃO, Áthila Campos. Acupuntura na ansiedade generalizada em mulheres climatéricas : abordagem terapêutica na promoção da saúde mental. 2008. 108 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odobntologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1911
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_acgirao.pdf9,18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.