Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19172
Título: Tripés em roseiras: identificação, monitoramento e controle químico
Título em inglês: Thrips on roses: identification, monitoring and chemical control
Autor(es): Fernandes, Winnie Cezario
Orientador(es): Pastori , Patrik Luiz
Palavras-chave: Entomologia agricola
Manejo de pragas
Amostragem
Rosa
Frankliniella spp
Pest management
Sampling
Rosa
Doenças e pragas
Fitotecnia
Data do documento: 2015
Citação: FERNANDES, W. C. (2015)
Resumo: O crescimento na produção de plantas ornamentais é cada vez mais significativo no Brasil e na região Nordeste do país, porém a ocorrência de pragas mostra-se como fator limitante. Para minimizar as perdas, medidas adequadas de controle devem ser empregadas. Nesse sentido, a identificação correta das pragas, seu monitoramento populacional e estudos sobre manejos devem ser realizados. O objetivo deste estudo foi identificar espécies de tripes em roseira, caracterizar danos e quantificar as perdas ocasionadas pelo artrópode-praga na produção de rosas na Serra da Ibiapaba; avaliar a flutuação populacional das espécies de tripes em dez cultivares de roseira, em diferentes fases do desenvolvimento floral e sistemas de monitoramento, e; avaliar a eficiência de produtos fitossanitários sobre Frankliniella spp. Os experimentos foram conduzidos na Empresa Reijers Produção de Rosas, Unidade São Benedito/CE, Fazenda Lagoa Jussara, em plantio de roseiras sob cultivo protegido. Foram identificadas três espécies de tripes: Frankliniella schultzei (Trybom, 1910), F. occidentalis (Pergande, 1895) e Caliothrips phaseoli (Pergande, 1825) (Thysanoptera: Thripidae) sendo as maiores infestações registradas para F. occidentalis e F. schultzei nas diferentes fases fenológicas das roseiras, especialmente na floração. As injúrias causadas pelos tripes no botão floral de rosas de corte afetaram aqualidade inviabilizando-as para a comercialização. Não houve diferença estatística entre os períodos de amostragem (manhã e tarde) e os métodos de amostragem (batida de bandeja e visualização direta do botão floral) para as dez cultivares de roseiras, assim a escolha do horário e do método devem ser conciliadascom praticidade e custo.Os inseticidas demonstraram capacidade de causar mortalidade de tripes em condições extremas, ou seja, dentro de estruturas completamente fechadas (botões florais).
Abstract: The growth in the production of ornamental plants is increasingly significant in Brazil and in the Northeast region, but the occurrence of pests is shown as a limiting factor. To minimize losses, adequate control measures should be employed. Accordingly, the correct identification of pests, population monitoring and studies on managements should be performed. The objective of this study was to identify thrips species in rose, characterize and quantify the damage loss caused by arthropod pests in the production of roses in Serra da Ibiapaba; to assess the fluctuation of thrips species in ten cultivars of rose, at different stages of flower development and monitoring systems, and; evaluate the efficiency of pesticides on Frankliniella spp. The experiments were conducted at the Company “Reijers Produção de Rosas”, São Benedito, Ceará State, “Lagoa Jussara” in planting roses in greenhouses. Three species of thrips have been identified: Frankliniella schultzei (Trybom, 1910), F. occidentalis (Pergande, 1895) and Caliothrips phaseoli (Pergande, 1825) (Thysanoptera: Thripidae) with the largest recorded infestations for F. occidentalis and F. schultzei in phenological phases of roses, especially in flowering. The injury caused by thrips in floral cut roses button affected the quality invalidating them for marketing. There was no difference between the sampling periods (morning and afternoon) and sampling (tray beat and direct view of the floral button) to the ten cultivars of roses, so the choice of the time and method must be reconciled with practicality and cost. The insecticides demonstrated ability to cause mortality of thrips in extreme conditions, within completely enclosed structures (flower buds).
Descrição: FERNANDES, Winnie Cezario. Tripés em roseiras: identificação, monitoramento e controle químico. 2015. 72 f. : Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Centro de Ciências Agrárias, Departamento de Fitotecnia, Pós-Graduação em Agronomia / Fitotecnia, Fortaleza-Ce, 2015
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19172
Aparece nas coleções:PPGFIT - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_wcfernandes.pdf1,63 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.