Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19215
Título: Esteróis e disruptores endócrinos em sedimentos como indicadores da contaminação no rio Acaraú
Autor(es): Lima, Marcielly Freitas Bezerra de
Orientador(es): Cavalcante, Rivelino Martins
Palavras-chave: Modo de acesso: World Wide Web
Publicações online gratuitas
Sistema requerido:Adobe reader
Data do documento: 2016
Citação: LIMA, M. F. B. de (2016)
Resumo: O lançamento de esgotos representa a maior fonte de poluentes para ambientes aquáticos, causando problemas à saúde pública e impactos negativos ao equilíbrio do ecossistema. O trabalho foi feito no Rio Acaraú, nordeste do Brasil. A área de estudo apresenta crescimento populacional e ausência de saneamento básico eficiente nos assentamentos urbanos próximos ao rio. Portanto, o trabalho tem como objetivo principal realizar um diagnóstico ambiental da área de estudo avaliando a contaminação promovida pelo lançamento de esgoto através da determinação de esteróis e disruptores endócrinos (DEs) por cromatografia gasosa equipado com detector de massas. A concentração do coprostanol variou entre 6 ng/g e 124,09 ng/g. As concentrações, razões de diagnóstico e análise de componentes principais sugerem uma contaminação fecal incipiente na área de estudo e um incremento recente de esteróis, inclusive de fonte antrópica, no estuário do rio Acaraú. Os DEs sintéticos foram quantificados de forma mais significativa que os naturais, o que pode ser associado com os mais baixos valores de Kow e degradação dos compostos naturais. Dietilestilbestrol, Mestranol e o Etinilestradiol foram os DEs mais representativos no rio Acaraú com 46%, 18% e 20%, respectivamente. A disposição dos DEs sugere que além das entradas referentes ao lançamento de esgoto no ambiente, também há contribuição por atividades como agricultura, piscicultura e carcinicultura. Apesar de uma contaminação incipiente por lançamento de esgotos, identificada pelos esteróis, as concentrações dos DEs indicam que na área de estudo já existe uma contaminação que pode causar impactos negativos, através do crescimento demográfico da região sem uma infraestrutura que acompanhe esse desenvolvimento e por atividades antrópicas.
Abstract: Disposal of sewage is the main source of pollutants into aquatic environments, causing public health problems and negative impacts on the equilibrium of the ecosystem. The work was done in Acaraú River, northeast of Brazil. The study area has population growth and lack of effective sanitation in urban settlements close to the river. Therefore, the work is aimed at providing an environmental diagnostic of the study area evaluating contamination promoted by sewage disposal through the determination of sterols and endocrine disruptors (EDs) by gas chromatography equipped with mass detector. The concentration of coprostanol varied between 6 ng /g, and 124.09 ng /g. Concentrations, rations and principal components analysis suggest an incipient fecal contamination in the study area and a recent increase of sterols, including anthropogenic source, in the estuary of the River Acaraú. Synthetic EDs were quantified more significantly than the natural, which can be associated with lower Kow values and degradation of natural compounds. Diethylstilbestrol, Ethinyl Estradiol and Mestranol were the most representative EDs in the river Acaraú 46%, 18% and 20%, respectively. The arrangement of EDs suggests that in addition to the entries for the release of sewage into the environment, there are also contributions by activities such as agriculture, fish and shrimp farming. Despite an incipient contamination by disposal of sewage, identified by sterols, concentrations of EDs indicate that the study area there is already contamination that can cause negative impacts, through population growth in the region without an infrastructure to follow up this development and activities anthropic.
Descrição: LIMA, M. F. B. de. Esteróis e disruptores endócrinos em sedimentos como indicadores da contaminação no rio Acaraú - CE. 2016. 84 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016 .
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19215
Aparece nas coleções:LABOMAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_mfbdelima.pdf3,88 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.