Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1923
Título: Avaliação de desova induzida hormonalmente e qualidade dos ovos de ariacó, Lutjanus synagris (LINNAEUS, 1758)
Autor(es): Passos Neto, Oscar Pacheco
Orientador(es): Furtado Neto, Manuel Antonio de Andrade
Palavras-chave: Peixe - Desova
Lutjanus purpureus
Data do documento: 2010
Editor: http://www.teses.ufc.br/
Citação: PASSOS NETO, O. P. (2010)
Resumo: O presente estudo teve como objetivo avaliar a desova induzida hormonalmente e a qualidade dos ovos do ariacó, Lutjanus synagris. Foram avaliadas as fecundidades absoluta e relativa, o diâmetro dos ovos e de suas respectivas gotículas de óleo, a porcentagem de ovos flutuantes, a taxa de fecundação, a taxa de eclosão e sobrevivência das larvas após consumo da reserva vitelínica. O estudo foi desenvolvido no Centro de Estudos Ambientais Costeiros (CEAC) do Instituto de Ciências do Mar (LABOMAR) da Universidade Federal do Ceará (UFC). Indivíduos juvenis foram capturados na natureza por meio de pesca com anzol, levados ao laboratório e mantidos sob quarentena. Para finalizar o processo de maturação gonadal os indivíduos foram transferidos para o sistema interno, mantidos sob fotoperíodo de 14 horas de claro e alimentados alternadamente com sardinha, camarão e lula. Após a verificação da maturação gonadal foi iniciado o período de indução hormonal. Os animais foram capturados, anestesiados, medidos e pesados. O critério de maturidade utilizado foi liberação de sêmen para os machos e diâmetro médio dos ovócitos maior que 400 μm para as fêmeas. As induções ocorreram entre os meses de novembro de 2009 e março de 2010 com injeções de gonadotrofina coriônica humana (hCG) na base da nadadeira peitoral. Foram utilizadas doses de 1.500 UI kg-1 e avaliados dois protocolos. No Protocolo 50/50 foram aplicadas duas injeções contendo 50% da dose total e no Protocolo 70/30 a primeira dose foi de 70% e a segunda de 30% da dose total. A segunda injeção foi aplicada 24 horas após a primeira. Os machos receberam dose única de 750 UI de hCG kg-1 no momento da segunda injeção na fêmea. A proporção sexual (fêmea:macho) utilizada foi de 1:2. A porcentagem de ovos flutuantes apresentou diferença significativa com valores médios de 78,18 ± 39,71% e 33,68 ± 41,02% para os Protocolos 50/50 e 70/30, respectivamente. Não foi observada diferença significativa para nenhum dos demais parâmetros avaliados. Os valores médios para fecundidade relativa foram de 306.815,10 ± 135.218,18 óvulos kg-1 (Protocolo 50/50) 404.511,27 ± 261.545,16 óvulos kg-1 (Protocolo 70/30). A fertilização dos ovos flutuantes variou entre 92 e 100% com diâmetro médio de 726,0 ± 16,89 μm a 795,0 ± 19,43 μm e da gotícula de óleo de 122,5 ± 8,07 μm a 141,5 ± 11,89 μm. A eclosão ocorreu em 16 horas sob temperatura média de 29,3 ± 0,9oC. Ovos com múltiplas gotículas de óleo apresentaram eclosão e sobrevivência similares àqueles com uma gotícula. O ariacó se mostrou uma espécie que se adapta bem ao cativeiro respondendo positivamente ao manejo e à indução hormonal. Os resultados positivos mostram que o hCG é eficaz na reprodução induzida desta espécie, contudo a variabilidade dos dados encontrados no presente estudo revela que a técnica precisa ser aprimorada
Abstract: The aim of this study was to evaluate the hormone induced spawn and egg quality of lane snapper, Lutjanus synagris. The absolute fecundity, relative fecundity, egg and oil globule diameter, percentage of floating eggs, percentage of fertilization, hatching rate and larval survival up to yolk consumption were assessed. The study was conducted at Centro de Estudos Ambientais Costeiros (CEAC) from Instituto de Ciências do Mar (LABOMAR) from the Universidade Federal do Ceará (UFC). Wild juveniles were captured by hook, took to the laboratory and held in a quarantine system. Fishes were transferred to the internal system to complete gonadal maturation under a 14h-light photoperiod and fed fish, shrimp and squid. After gonadal maturation, induced spawn period was started. Individuals were captured, anesthetized and measured. Maturity criteria were running milt for males and mean oocyte diameter greater than 400 μm for females. Induced spawns were attempted in the period between November 2009 and March 2010, by using human chorionic gonadotropin (hCG) injections at the base of the pectoral fin. Total doses of 1.500 IU kg-1 were used and two experimental protocols were evaluated. In the Protocol 50/50, injections of hCG were given in two doses of 50% of total dose while in the Protocol 70/30, the first dose was 70% and the second was 30% total dose. The second injection was given after 24 hours. Males received only one injection of 750 IU kg-1, at the time of the second injection to females. The sex ratio (female:male) was 1:2. The percentage of floating eggs was significantly different, with mean values of 78.18 ± 39.71% and 33.68 ± 41.02% for Protocols 50/50 and 70/30, respectively. There were no significant differences in any other evaluated parameters. The mean values of relative fecundity were 306,815.10 ± 135,218.18 egg kg-1 (Protocol 50/50) and 404,511.27 ± 261,545.16 egg kg-1 (Protocol 70/30). The percentage of fertilization in floating eggs ranged from 92 to 100% with mean egg diameters from 726.0 ± 16.89 μm to 795.0 ± 19.43 μm and oil globule diameters from 122.5 ± 8.07 μm to 141.5 ± 11.89 μm in Protocols 50/50 and 70/30. Hatching occurred 16 hours after spawning at mean temperature of 29.3 ± 0.9oC. Spawns with eggs having multiple oil globules had a similar hatching rate and larval survival than those with simple oil globule. Lane snapper can successfully adapt to captivity conditions and positively respond to handling and induced spawn. The positive results show that hCG induced spawn is feasible, however the variability of the found data in the present study reveals that this technique needs to be improved
Descrição: PASSOS NETO, Oscar Pacheco. Avaliação de desova induzida hormonalmente e qualidade dos ovos de ariacó, Lutjanus synagris (LINNAEUS, 1758). 2010. 79 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará. Fortaleza, 2010.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/1923
Aparece nas coleções:LABOMAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2010_dis_oppassosneto.pdf1,84 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.