Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19235
Título: Caracterização e viabilidade socioeconômica da pesca de lagosta viva na praia da Caponga, Cascavel, Estado do Ceará
Título em inglês: Characterization and socioeconomic feasibility of the fishing for live lobster off Caponga Beach, Ceará State
Autor(es): Costa, Jamile Mota da
Moreira, Ricardo Lafaiete
Fonteles Filho, Antonio Adauto
Cavalcante, Paulo Parente Lira
Furtado Neto, Manuel Antônio de Andrade
Palavras-chave: Lagosta - Pesca - Comercialização
Comunidade - Cascavel (CE)
Data do documento: 2011
Citação: COSTA, J. M. da; MOREIRA, R. L.; FONTELES FILHO, A. A.; CAVALCANTE, P. P. L.; FURTADO NETO, M. A. de A. (2011)
Resumo: O presente trabalho é um produto do desenvolvimento do projeto “Lagosta Viva”, financiado pelo Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), e realizado na Praia da Caponga, Município de Cascavel, Estado do Ceará, com o objetivo de avaliar a viabilidade socioeconômica do aproveitamento da lagosta sob a forma inteira. O experimento de aclimatização das lagostas vivas foi desenvolvido num conjunto de três tanques de fibra de vidro, com dimensões de 8,0 m2 e volume de 4,0 m3. O processo de avaliação do projeto foi dividido em duas etapas: (1) tentativa de envolvimento da comunidade no esforço de desembarcar lagostas vivas, e realizar sua aclimatização e posterior comercialização; e (2) simulação do efeito de diversas proporções de aproveitamento da lagosta inteira sobre a receita total gerada pela venda da produção desembarcada. A estrutura de comercialização da lagosta na Praia da Caponga é composta por três elementos: produtores (pescadores), atravessador e empresário. Os resultados da simulação do aproveitamento de diferentes proporções da captura na forma de lagosta inteira mostraram que sua comercialização gera receitas crescentes, variando entre 0,85% e 8,87% quando se reserva, respectivamente, 10% e 50% da captura para gerar esse o produto.
Abstract: This paper is meant as an outcome of the development of the “Live Lobster” Project which was supported by the Ministry of Fisheries and Aquaculture (MPA), and it was carried out in Caponga Beach, Ceará State, Brazil. The goal of this project was to assess the socioeconomic viability of the exploitation of live whole lobsters instead of the usual lobster tails. The acclimatization experiment of the individuals was developed in a set of three fiberglass tanks, each one with dimensions of 8.0 m2 in area and 4.0 m3 in volume. The results of the evaluation process was divided into two phases: (1) attempt of community involvement in the effort to land live lobsters, and to carry through its acclimatization and ensuing marketing; (2) simulation of the effect of various rates of utilization of the lobster in its live form on total revenues. The marketing structure in Caponga Beach is composed of three elements: producer (fisherman), middleman and businessman. The results of this simulation exercise have shown that the marketing of live lobster accounts for increasing revenues which varied from 0.85% to 8.87% of the total economic receipts when 10% and 50% of the catch, respectively, were sold as live lobster.
Descrição: COSTA, J. M. da et al. Caracterização e viabilidade socioeconômica da pesca de lagosta viva na praia da Caponga, Cascavel, Estado do Ceará. Arquivos de Ciências do Mar, Fortaleza, v. 44, n. 2 , p. 29-35, 2011.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19235
Aparece nas coleções:LABOMAR - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_2_art_jmdacosta.pdf447,64 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.