Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19331
Título: Análise molecular e proteômica de Lasiodiplodia theobromae associado a fruteiras tropicais
Título em inglês: Analysis molecular and proteomic of Lasiodiplodia theobromae associated with tropical fruits
Autor(es): Melo, José Glauber Moreira
Orientador(es): Cardoso, José Emílson
Palavras-chave: Agronomia
Resinose
Gummosis
Marcadores moleculares
Botryosphaeriaceae
Molecular markers
Data do documento: 2014
Citação: MELO, J. G. M. (2014)
Resumo: Lasiodiplodia theobromae é um fungo fitopatogênico responsável por inúmeras doenças em variadas plantas, sendo um fungo tipicamente de regiões tropicais e subtropicais. O fungo atacadiversas plantas tropicais, dentre elas destacam-se a mangueira, as Spondiassp., o coqueiro, o cajueiro, entre tantas outras. Seu controle é basicamente genético realizado com o plantio de clones resistentes, entretanto, para sua obtenção torna-se necessário o conhecimento das características do patógeno. As informações disponíveissobre a variabilidade genética de L. theobromaesão insuficientes para assegurar o sucesso em qualquer programa de melhoramento genético visando à resistência a este patógeno. Levando-se em conta que as proteínas são produtos funcionais dos genes, torna-se importante conhecê-las, visando um melhor entendimento do modo de ação dos patógenos, sendo este entendimento, útil como estratégia a ser utilizada no melhoramento vegetal buscando a resistência genética. Assim, o objetivo desse estudo foi realizar um estudo genético molecular em uma população de L. theobromae e uma análise proteômica diferencial do fungo entre isolados, mais e menos agressivos, visando identificar proteínas responsáveis por essa agressividade.Uma população composta de 105 isolados foi usada na caracterização molecular, extraindo-se o DNA a partir do micélio do fungo crescido em meio líquido. Cada amostra foi submetida à reação em cadeia da polimerase (PCR) com 15 pares de primers específicos para essa espécie, além de um par de primer da região ITS e outro da região EF-1α. Os produtos amplificados foram visualisados em gel de agarose, corados com brometo de etídio e os dados tabulados em planilha binária e foram analisados pelo método de agrupamento não balanceado baseado na média aritmética (UPGMA) utilizando o programa MVSP. As similaridades genéticas foram estimadas pelo coeficiente de Jaccard. Os resultados indicaram uma grande variabilidade genética da população avaliada. Já o estudo proteômico foi realizado visando avaliar diferenças qualitativas, ou seja, a presença/ausência de uma determinada proteína, em relação ao grupo antagônico. Para tal, utilizaram-se dois isolados do mesmo fungo, diferenciando-se quanto a sua agressividade, em que um era altamente agressivo, enquanto o outro apresentava uma baixa agressividade quando inoculados em mudas de cajueiro. Quando o perfil eletroforético foi analisado, foram evidenciados 96 spots diferencialmente expressos. Através da LC-ESI-Q-TOF MS/MS, foram identificadas 84 proteínasapresentando diversas funções celulares.Com essa abordagem foi possível a caracterização preliminar do perfil proteico deste fungo, obtendo-se alguns indícios dos mecanismos envolvidos na sua agressividade. Este é o primeiro estudo buscando conhecer as proteínas responsáveis pela agressividade de L. theobromae.
Abstract: Lasiodiplodia theobromae is a plant pathogenic fungus responsible for many diseases in various plants, is a fungus typically tropical and subtropical regions. The fungus attacks many tropical plants, among them, including mango, Spondias sp., coconut, cashew, and many others. His control is basically genetic performed by planting resistant clones, however to obtain it becomes necessary to know the pathogen characteristics. The information available on the genetic variability of L. theobromae is restricted to ensure success in any breeding program for resistance to this pathogen. Taking into account that proteins are functional products of genes, it is important to know them, to improve the understanding of the mode of action of pathogens, with this understanding, useful as a strategy to be used in plant breeding seeking genetic resistance. The objective of this study were to conduct a genetic study molecular in a population of L. theobromae and a differential proteomic analysis of the fungus among isolates, more and less aggressive, to identify proteins responsible for this aggressivity. A population consisting of 105 strains was used for molecular characterization, extracting the DNA from mycelia grown in liquid medium. Each sample was subjected to polymerase chain reaction (PCR) with 15 pairs of primers specific for the species, and a primer pair of the ITS region and other EF-1α region. The amplified products were visualisados agarose gel, stained with ethidium bromide and spreadsheet data in binary tabulated and analyzed by unbalanced grouping method based on the arithmetic mean (UPGMA) using the MVSP program. Genetic similarities were estimated by Jaccard’s coefficient. The results indicated a high genetic variability of the studied population. Since the proteomic study was conducted to assess qualitative differences, that is, the presence/absence of a specific protein in relation to the opposite group. To this end, we used two isolates of the same fungus, differing as their aggressiveness, in which one was highly aggressive, whereas the other had a low aggressiveness when inoculated seedlings of cashew. When the electrophoretic profile was analyzed, 96 were detected differentially expressed spots. By LC-ESI-Q-TOF MS / MS, 84 proteins were identified having the most diverse cellular functions. With this approach it was possible preliminary characterization of the protein profile of this fungus to give some evidence of the mechanisms involved in their aggressiveness. This is the first study seeking to know the proteins responsible for the aggressiveness L. theobromae.
Descrição: MELO, José Glauber Moreira. Análise molecular e proteômica de Lasiodiplodia theobromae associado a fruteiras tropicais. 2014. 88 f. Tese (Doutorado em agronomia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19331
Aparece nas coleções:PPGFIT - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_tese_jgmmelo.pdf2,41 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.