Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19334
Título: Adubações orgânica e mineral em mudas micropropagadas de bananeira cv Prata Catarina durante a aclimatização
Título em inglês: Fertilizations organic and mineral in plants micropropagated of banana cv silver catherine during acclimatization
Autor(es): Santos, Eder de Oliveira
Orientador(es): Viana, Thales Vinícius de Araújo
Coorientador(es): Carvalho, Ana Cristina Portugal Pinto de
Palavras-chave: Agronomia
Nutrição mineral
Musa spp.
Insumo orgânico
Mineral nutrition
Organic input
Data do documento: 2014
Citação: SANTOS, E. O. (2014)
Resumo: A banana é uma das frutas mais produzida e consumida no mundo. A cultivar ‘SCS451 Catarina’ também chamada de Prata Catarina apresenta diversas vantagens com relação à cultivar Prata . A micropropagação é uma técnica que permite a produção de mudas com alta qualidade fitossanitária em curto período de tempo. A utilização de produtos orgânicos como fonte de adubação tem gerado bons resultados no desenvolvimento das plantas. Com base nesse contexto, o objetivo do trabalho foi avaliar o crescimento vegetativo, os teores e a extração de elementos minerais em mudas micropropagadas de bananeira cv. Prata Catarina, durante a fase de aclimatização em função da aplicação de diferentes doses de biofertilizantes e de adubação mineral. O experimento foi constituído de duas etapas, a de micropropagação, foi efetuada no laboratório de Cultura de Tecidos Vegetais na Embrapa Agroindústria Tropical, e a de aclimatização, na estação Agrometereológica da UFC. O delineamento experimental foi em blocos casualizados no arranjo fatorial 2 × 5 + (2), referentes a 2 tipos de biofertilizantes líquidos (B1 = biofertilizante a base de esterco bovino com fermentação aeróbica e B2 = biofertilizante a base de esterco bovino com fermentação anaeróbica), 5 doses (25, 50, 75, 100 e 125%) de ambos biofertilizantes e dois tratamentos adicionais (controle, sem fertilização e adubação química). As variáveis altura das mudas, diâmetro do pseudocaule, área foliar e massa seca das folhas apresentaram efeitos significativos para doses e os tipos de adubação mineral e controle. A massa seca do pseudocaule e o teor de clorofila foram significativos apenas para os tipos de biofertilizantes e a massa seca das raízes apenas para as doses de biofertilizantes. Na dose de 100% dos biofertilizantes houve um maior desenvolvimento vegetativo das mudas micropropagadas de bananeira Prata Catarina e acima desse limite ótimo, redução do crescimento. Com relação ao teor dos elementos minerais nas folhas, no pseudocaule e nas raízes, verificou-se que para o tipo de biofertilizante utilizado apenas os teores de fósforo no pseudocaule e de potássio no pseudocaule e na raiz não foram significativos. Para as dosagens, apenas as concentrações de potássio nas folhas não foi significativo. A interação foi significativa para os teores de nitrogênio nas folhas e no pseudocaule para o fósforo nas raízes e para o sódio apenas no pseudocaule. Com o aumento das doses houve um aumento no teor dos nutrientes estudados exceto para o sódio. O biofertilizante bovino com fermentação anaeróbia supre as necessidades nutricionais das mudas micropropagadas de bananeira cv Prata Catarina até os 90 dias na fase de aclimatização, devido ao teor de nutrientes que se sobrepõe aos encontrados no biofertilizante aeróbio. A adubação com 100% do biofertilizante anaeróbio promove um maior desenvolvimento vegetativo para grande parte das variáveis estudadas equiparando-se a adubação de referência. Os biofertilizantes promoveram um maior acúmulo dos nutrientes nas folhas, pseudocaule e raízes, contudo houve uma resposta diferente quanto ao percentual e fermentação para cada parte.
Abstract: Banana is one of the most produced and consumed fruit in the world. The cultivar 'SCS451 Catarina' also called Prata Catarina has several advantages with respect to cultivar Prata. Micropropagation is a technique that enables plantproduction with high phytosanitary quality in a short period of time. The use of organic products as a fertilizer source has given good results in plant development. Within this context, the objective of this study was to evaluate the vegetative growth, the contents and the extraction of mineral elements in micropropagated banana plantlets cv. Prata Catarina, during the acclimatization phase due to the application of different biofertilizers doses and mineral fertilizer. The experiment consisted of two stages, the micropropagation was performed in the Plant Tissue Culture laboratory in Embrapa Tropical Agroindustry, and the acclimatization, at the UFC Agrometeorology Station. The experimental design was randomized blocks with factorial 2 × 5 + (2), corresponding to two types of liquid biofertilizers (B1 = biofertilizer the basis of animal manure with aerobic fermentation and B2 = biofertilizer the basis of animal manure with anaerobic fermentation) 5 doses (25, 50, 75, 100 and 125%) of both biofertilizers and two additional treatments (control without fertilization and chemical fertilization). The variables plant height, pseudostem diameter, leaf area and dry mass of leaves showed significant effect for doses and for the types of mineral fertilizer and control. The dry mass of pseudostem and the chlorophyll content were significant only for the types of biofertilizers and dry mass of roots only at doses of biofertilizers. At 100% biofertilizers dose the vegetative growth of micropropagated banana plantlets cv. Prata Catarina was greater and above this limit, the growth was resduced. With respect to the mineral elements in the leaves, in the roots and in the pseudostem, it was found that for the type of biofertilizer used only phosphorus contents in the pseudostem and potassium in the pseudostem and root were not significant . For the measurements, only potassium concentration in leaves was not significant. The interaction was significant for nitrogen content in the leaves and pseudostem, for phosphorus in the roots and for sodium only for the pseudosterm. With increasing doses there was an increase in the content of nutrients studied except for sodium. The bovine biofertilizer with anaerobic fermentation meets the nutritional needs of micropropagated banana plantlets cv. Prata Catarina up to 90 days in acclimatization phase due to nutrient content that overlaps those found in aerobic biofertilizer. The fertilization with 100% of the anaerobic biofertilizer promotes greater plantlet vegetative growth for the majority of the studied variables equating to the values registered in the mineral fertilizer reference and promoted a greater accumulation of nutrients in the leaves, pseudostem and roots of the plantlets.
Descrição: SANTOS, Eder de Oliveira. Adubações orgânica e mineral em mudas micropropagadas de bananeira cv Prata Catarina durante a aclimatização. 2014. 81 f. Dissertação (Mestrado em agronomia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19334
Aparece nas coleções:PPGASNP - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_eosantos.pdf1,49 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.