Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19553
Título: Concepções de pobreza: um convite à discussão psicossocial
Título(s) alternativo(s): Las concepciones de la pobreza: um Invitación a la discusión psicosocial
Título em inglês: Conceptions of poverty: an invitation for a psychosocial discussion
Autor(es): Moura Júnior, James Ferreira
Cidade, Elívia Camurça
Ximenes, Verônica Morais
Sarriera, Jorge Castellá
Palavras-chave: Pobreza
Psicologia
Psicossocial
Poverty
Psychology
Psychosocial
Psicología
Psicosocial
Data do documento: 2014
Editor: Trends in Psychology/Temas em Psicologia
Citação: Moura Júnior, J. F.; Cidade, E. C.; Ximenes, V. M.; Sarriera, J. C. (2014)
Resumo: Este artigo objetiva analisar as visões da unidimensionalidade e da multidimensionalidade da pobreza a fim de incorporar dimensões psicossociais que contribuam para análise da complexidade desse fenômeno. A pobreza, geralmente, está baseada na tendência unidimensional monetária de conceituação e mensuração, restringindo a análise a linhas de pobreza. Há, então, o paradigma multidimensional da Abordagem das Capacitações que amplia a concepção de pobreza. É incorporada a centralidade da autonomia e da liberdade do indivíduo no exercício de suas capacitações e seus funcionamentos como elementos de definição da pobreza. No entanto, em sua perspectiva prática, a Abordagem das Capacitações situa-se geralmente na identificação de questões concretas de saúde, habitação e padrão de vida relacionada à pobreza. Assim, identifica-se a necessidade de incorporação de dimensões psicossociais que contribuam para expansão do crítico entendimento desse fenômeno e abarquem aspectos subjetivos, negativos e positivos no tocante às estratégias de enfrentamento desenvolvidas pelos pobres. Nesse sentido, são propostas as análises do bem estar pessoal, do senso de comunidade, das práticas discriminatórias e do fatalismo das pessoas em situação de pobreza. Portanto, analisa-se a necessidade e o compromisso da ciência psicológica na elaboração de conhecimentos para a ampliação de entendimento desse fenômeno.
Abstract: This article aims to analyze the views of unidimensionality and multidimensionality of poverty in order to incorporate psychosocial dimensions that contribute to analysis of the complexity of this phenomenon. Poverty is generally based on monetary unidimensional of the conceptualization and measurement, restricting the analysis to poverty lines. There is, then, the multidimensional paradigm of the Capabilities Approach that extends the concept of poverty. It is built into the centrality of the autonomy and freedom of the individual in the exercise of their capabilities and functionings as elements of definition of poverty. However, in its practical perspective, the Capabilities approach is located generally in the identification of specific health issues, housing and living standards related to poverty. So, identifies the need to incorporate psychosocial dimensions that contribute to expansion of the critic understanding of this phenomenon and cover subjective, negative and positive aspects with regard to coping strategies developed by the poor. It is proposed to personal well-being, analysis of the sense of community, of discriminatory practices and fatalism of those in poverty. Therefore, it analyses the need and commitment of psychological science in developing knowledge to increase understanding of this phenomenon.
Resumo em espanhol: Este artículo tiene como objetivo analizar las visiones de unidimensionalidad y multidimensionalidad de la pobreza con el fin de incorporar las dimensiones psicosociales que contribuyen al análisis de la complejidad de este fenómeno. La pobreza general se basa en la tendencia unidimensional monetaria de conceptualización y medición, limitando el análisis a las líneas de pobreza. Hay, pues, el paradigma multidimensional del enfoque de las capacidades que se extiende al concepto de pobreza. Se incorpora la importancia de la autonomía y de la libertad del individuo en el ejercicio de sus capaciotaciones y sus funcionamientos como elementos de la definición de la pobreza. Sin embargo, en una perspectiva práctica, el enfoque de las capacitaciones es por lo general para identificar los problemas concretos de las condiciones de salud, la vivienda y de vida relacionados con la pobreza. Así, se identifica la necesidad de incorporar las dimensiones psicosociales que contribuyen para ampliar la comprensión crítica de este fenómeno y cubren aspectos subjetivos, positivos y negativos con respecto a las estrategias de supervivencia desarrolladas por los pobres. Se propone analizar el bienestar personal, el sentido de comunidad, las prácticas discriminatorias y el fatalismo de las personas en situación de pobreza. Por lo tanto, Se analiza la necesidad y el compromiso de la ciencia psicológica en el desarrollo del conocimiento para la ampliación de la comprensión de este fenómeno
Descrição: MOURA JÚNIOR, James Ferreira; CIDADE, Elívia Camurça; XIMENES, Verônica Morais; SARRIERA, Jorge Castellá. Concepções de pobreza: um convite à discussão psicossocial. Trends in Psychology/Temas em Psicologia, v. 22, n. 2, p. 341-352, dez. 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19553
ISSN: 1413-389X (impresso)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_art_vmximenes.pdf445,73 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.