Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19581
Título: Traduções brasileiras de a morte em Veneza, de Thomas Mann: tentativas de manutenção do ideal estético original
Autor(es): ROMÃO, Tito Lívio Cruz
Palavras-chave: Traduções brasileiras
A montanha mágica
Thomas Mann
A morte em Veneza
Data do documento: 2013
Editor: Copiart
Citação: ROMÃO, T. L. C. (2013)
Resumo: Autor de A montanha mágica e de Os Buddenbrook, obras que juntamente com muitas outras lhe propiciaram o Prêmio Nobel de Literatura em 1929, Thomas Mann (1875-1955) é, sem sombra de dúvidas, um dos mais importantes escritores de expressão alemã. Com o Brasil, sua ligação é de sangue, pois sua mãe, Julia da Silva Bruhns, nascida no estado do Rio de Janeiro, era teuto-brasileira: filha de Johann Ludwig Bruhns, um alemão louro de ascendência nórdica, e de Maria Luíza da Silva, uma brasileira de origem afro-portuguesa. O pai de Thomas Mann, que se chamava Thomas Johann Heinrich Mann e pertencia a uma linhagem de aristocratas, era, na qualidade de cônsul e senador, um influente funcionário da administração da cidade hanseática de Lübeck, no norte da Alemanha...
Descrição: ROMÃO, Tito Lívio Cruz. Traduções brasileiras de "A Morte em Veneza", de Thomas Mann: tentativas de manter o ideal estético original. In: TORRES, Marie-Hélène Catherine; FREITAS, Luana Ferreira de; MONTEIRO, Júlio Cesar Neves. (Orgs.). Clássicos em Tradução, Rotas e Percursos. Florianópolis: Copiart, 2013, p. 51-84.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19581
ISBN: 978-85-9955482-1
Aparece nas coleções:DLE - Capítulos de livro

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_capliv_tlcromão.pdf164,84 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.