Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19610
Título: Lobo Antunes e Blanchot: o diálogo da impossibilidade
Título em inglês: Lobo Antunes and Blanchot: dialogue of impossibility
Autor(es): BYLAARDT, Cid Ottoni
Orientador(es): OLIVEIRA, Silvana Maria Pessôa de
Palavras-chave: Ficção
Lobo Antunes
Impossibilidade
Maurice Blanchot
Data do documento: 2006
Citação: BYLAARDT, C. O.; OLIVEIRA, S. M. P. (2006)
Resumo: Esta tese empreende uma leitura de sete dos últimos romances do escritor português António Lobo Antunes, a partir das concepções de literatura de Maurice Blanchot. Os romances estudados são Tratado das paixões da alma; A ordem natural das coisas; O manual dos inquisidores; Não entres tão depressa nessa noite escura; Que farei quando tudo arde?; Boa tarde às coisas aqui em baixo e Hei de amar uma pedra. As obras de Maurice Blanchot mais citadas nesta tese são La part du feu, L'entretien infini, L’espace littéraire, Le livre à venir, L’écriture du désastre, La bête de Lascaux e La folie du jour, embora muitos outros escritos do filósofo francês tenham comparecido quando necessário...
Descrição: BYLAARDT, Cid Ottoni; OLIVEIRA, Silvana Maria Pessôa de. Lobo Antunes e Blanchot: o diálogo da impossibilidade: figurações da escritura na ficção de António Lobo Antunes. 2006. 327f. - Tese (Doutorado) - Universidade Federal de Minas Gerais, Linguística, Belo Horizonte, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19610
Aparece nas coleções:DLIT - Teses defendidas em outras instituições

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_tese_cobylaardt.pdf1,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.