Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19782
Título: Investigação do comportamento geoquímico de metais-traços em solos e sedimentos da bacia inferior do rio jaguaribe, Nordeste do Brasil
Autor(es): Oliveira, Regina Célia Barbosa de
Orientador(es): Marins, Rozane Valente
Palavras-chave: Estuários - Baixo Jaguaribe (CE: Microrregião)
Sedimentos fluviais - Jaguaribe River (Ceará, Brazil)
Data do documento: 2012
Citação: OLVEIRA, R. C. B. de (2012)
Resumo: A magnitude do aporte de metais para o ambiente marinho depende dos níveis em que esses metais se encontram nas águas dos rios e dos processos físicos, químicos e biológicos que ocorrem nos estuários e em sua bacia de drenagem. Nesse contexto, esse trabalho tem como objetivo principal verificar o controle dos parâmetros geoquímicos sob a dinâmica dos metais-traços nos solos da bacia inferior e no estuário do rio Jaguaribe (CE) para uma avaliação da capacidade de retenção ou não destes metais nesta região do semiárido do Nordeste brasileiro. Para tanto, foram realizadas amostragens de solos superficiais da bacia inferior do rio Jaguaribe e de sedimento superficial do estuário e da pluma estuarina do rio Jaguaribe. Em laboratório, as amostras foram secas a 60 ºC, maceradas e fracionadas para determinação do teor de finos. Para caracterização dos solos, foram determinados a CTC, pH, percentagem de saturação por bases e matéria orgânica lábil(MO), pelo método da Embrapa, e teor de metais (por AAS ou ICP-MS) nas frações granulométricas <2 mm e <0,063 mm (fina). Nos sedimentos, foram determinados o teor de finos, matéria orgânica e teor de metais na fração fina, utilizando as mesmas técnicas. Os solos do baixo Jaguaribe foram classificados como moderadamente ácidos, de textura predominantemente arenosa e baixo teor de matéria orgânica. O baixo teor de MO foi suficiente para promover alta CTC nos solos. Correlações estatísticas mostraram forte associação entre os metais-traços, sugerindo que estes se originam de mesma fonte e alta correlação de metais-traços com oxi-hidróxidos de Fe e Al indicou a importância dessa partição na retenção de metais-traços nos solos. Os teores de metais nos sedimentos do estuário superior e médio e na pluma estuarina foram maiores que os dos solos, sugerindo enriquecimento autóctone. A geoquímica dos metais-traços foi diferenciada entre os solos e sedimentos, mostrando maior associação desses metais com a matéria orgânica em sedimentos. Os fatores de enriquecimento dos metais seguiram a ordem: Pb>Zn>Cr>Cu>Ni. Os maiores teores e enriquecimento de metais-traços ocorreram em sedimentos da pluma estuarina, caracterizando o estuário como baixo retentor dos metais-traços Cu, Pb, Zn, Ni e Cr para o período estudado. Apesar disso, o enriquecimento mostra ser de origem natural nas três interfaces.
Abstract: The extent of metal inputs to the marine environment depends on the levels these metals found in river water and the physical, chemical and biological processes which occur in estuaries and in river drainage basins. Thus, the purpose of this study is to verify the control of geochemical parameters in the dynamics of trace-metals in the soils of the lower basin and estuary of the Jaguaribe river (CE) for an assessment of metal retention capacity in the semi-arid northeastern coast of Ceara, Brazil. For this purpose, surface soil and estuarine (upper, medium and plume) surface sediments samples were collected in the lower basin of the Jaguaribe river. Soil and sediment samples were dried at 60° C, grinded and sieved through a 0,063 mm sieve to determine fine content. The physical and chemical properties selected to characterize the soil samples are: CEC, pH, percentage of bases and, organic matter (OM), following Embrapa protocols, and metal contents (by FAAS or ICP-MS) in grain size < 2 mm and <0,063 mm (fine). In sediments were determined fine content, organic matter and metal content, by the same techniques. The soils of the lower Jaguaribe were classified as slightly acid, predominately sandy and low organic matter content. The low OM content was enough to provide High CEC. Statistical correlations showed high association between the trace metals, suggesting a common source and direct associations of trace-metal and Fe and Al, suggestting the importance of Fe and Al oxy-hydroxides on metal retention in soil. The metal contents in estuarine sediments were higher than in soils, indicating autochthonous enrichment. The trace metal geochemistry in soils and sediments was different showing a greater association between metals and organic matter. Enrichment factors (EF) were higher for Pb, Zn, Cr, Cu and Ni, respectively. EF indicated natural enrichment in soils and sediments and higher metal contents obtained in the estuarine plume, characterizes the estuary such as low metal retainer.
Descrição: OLIVEIRA, R. C. B. de. Investigação do comportamento geoquímico de metais-traços em solos e sedimentos da bacia inferior do rio jaguaribe, Nordeste do Brasil. 2012. 161 f. Tese (Doutorado em Ciências Marinhas Tropicais) - Instituto de Ciências do Mar, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19782
Aparece nas coleções:LABOMAR - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_tese_rcbdeoliveira.pdf2,36 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.