Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19815
Título: Maternidade, sofrimento psíquico e redes sociais
Autor(es): Jesus, Carla Mariana Sousa de
Jucá, Vládia Jamile dos Santos
Barbosa, Adilane dos Santos
Palavras-chave: Redes sociais
Maternidade
Sofrimento psíquico
Mulheres
Social networks
Maternity
Mental suffering
Women
Data do documento: 2014
Editor: Revista EPOS: genealogias, subjetivações e violências
Citação: JESUS, C. M. S.; JUCÁ, V. J. S.; BARBOSA, A. S. (2014)
Resumo: O artigo reflete sobre as redes sociais de suporte acessadas por mães em sofrimento psíquico grave, em especial, as mais importantes para o exercício da maternidade. O objetivo central foi investigar como essas redes se estruturam, são acionadas e de que forma se articulam. A pesquisa adotou como referencial teórico-metodológico a História de Vida. Participaram seis mulheres, por meio de entrevistas individuais semiestruturadas. Foi realizada uma análise do discurso das narrativas produzidas e, para tanto, as mesmas foram organizadas a partir das seguintes categorias: O desamparo na maternidade; Equipamentos de saúde, de assistência social e de justiça acessados pelas mulheres; Redes de suporte familiar; Redes associadas à religião; Estigmatização; Elaboração e superação das demandas e impasses oriundos da maternidade. Observou-se que essas redes funcionam como mecanismos fundamentais para que as mulheres possam, não obstante sua trajetória marcada pelo sofrimento psíquico, manter o vínculo com seus filhos; que tais redes geralmente são tecidas pelas próprias mães e que, do ponto de vista dos equipamentos pertencentes aos vários setores governamentais, há uma grande lacuna na oferta de um cuidado articulado.
Abstract: The article reflects on the support of social networks accessed by mothers in severe psychological distress, in particular the more important to support the mother's place. The main objective was to investigate how these networks are structured, are triggered and how to articulate. The research adopted as a theoretical and methodological framework the History of Life. Participants were six women, through semi-structured individual interviews. A speech analysis of the narratives produced and, therefore, they were organized from the followingcategories was performed: The help lessness in maternity; health facilities, social welfare and justice accessed by women; Support networks family; Networks associated with religião; Stigmatization; Development and exceeding demands and impasses arising motherhood. It was observed that these networks serve as fundamental mechanisms so that women can, regardless of their history marked by psychological distress, maintain the link with their children; that such networks are usually woven by their mothers and that from the point of view of equipment belonging to various government sectors, there is a big gap in the provision of an articulated care.
Descrição: JESUS, Carla Mariana Sousa de; JUCÁ, Vládia Jamile dos Santos; BARBOSA, Adilane dos Santos. Maternidade, sofrimento psíquico e redes sociais. Revista EPOS: genealogias, subjetivações e violências, Rio de Janeiro, v. 5, n. 2, p. 191-193, jul./dez. 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19815
ISSN: 2178-700X (online)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_art_vjsjucá.pdf377,26 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.