Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19954
Título: Ignorantes, sujos e grosseiros: uma reinvenção da história do trabalhismo
Autor(es): NEGRO, Antônio Luigi
Palavras-chave: Trabalhismo
Comunismo
Industrialização
Sindicatos
Data do documento: 2003
Editor: Trajetos Revista de História UFC
Citação: NEGRO, A. L. (2003)
Resumo: Procuro desenvolver nesse artigo uma hipótese apenas sugerida em minha tese de doutorado. Apesar da expectativa de deferência ante o "pai dos pobres" e da própria "invenção do trabalhismo" pressupor um operariado cidadão "regulado", sustento que paternalismo, populismo e corporativismo são permeáveis à luta de classes. Nesse sentido, o trabalhismo é um fenômeno histórico marcado não só pelo propósito da tutela, mas pela possibilidade de sua reinvenção e ruptura.
Abstract: In this article it is addressed a point less developed in my Ph.D. thesis. Despire the expectation of deference to the 'father of the poor' and despite the fact that the 'invention of laborism' had prescribed a regulated citizenship for the working class, I state that paternalism, populism and corporatism are not apare from class struggle. Therefore, laborism is a historical phenomenon stressed not only by its purpose of tutelage but also by the possibiliry of its recreation and the menace of its disruption.
Descrição: NEGRO, Antônio Luigi. Ignorantes, sujos e grosseiros: uma reinvenção da história do trabalhismo. Trajetos Revista de História UFC, Fortaleza, v. 2, n. 4, p. 09-33, 2003.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/19954
ISSN: 1676-3033
Aparece nas coleções:DHIS - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2003_art_alnegro.pdf10,87 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.