Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20040
Título: Reabilitação de espaço urbano e afetividade: estudo de Psicologia Ambiental com moradores de área contemplada pelo Plano de Reabilitação Habitacional do centro histórico de Fortaleza-CE
Título em inglês: The rehabilitation of urban space and affectivity: an Environmental Psychology study about residents of the area covered by the Housing Rehabilitation Plan of the historic center in Fortaleza-CE
Autor(es): BANDEIRA, Brennand de Sousa
BOMFIM, Zulmira Áurea Cruz
SALES, Jose Albio
Palavras-chave: Urbanismo
Psicologia ambiental
Interdisciplinaridade
Afetividade
Urbanism
Environmental psychology
Interdisciplinarity
Affectivity
Data do documento: 2012
Editor: Cadernos PROARQ
Citação: BANDEIRA, B. S.; BOMFIM, Z. A. C.; SALES, J. A. (2012)
Resumo: Este artigo aborda a Afetividade em área de reabilitação de espaço urbano tomando como referência os sentimentos e emoções dos moradores do Centro Histórico de Fortaleza-CE que habitam no entorno do Riacho Pajeú. Os dados adotados neste estudo foram coletados no banco de dados da investigação intitulada “Estudo da Afetividade dos moradores do Centro de Fortaleza-CE frente ao Plano de Reabilitação Habitacional da Área Central”. Numa perspectiva interdisciplinar, iniciamos discutindo os conceitos de intervenção urbana para área central de Fortaleza-CE contidos nos planos Saboya Ribeiro (1947), Hélio Modesto (1963) e no Plano de Reabilitação Habitacional da Área Central (2009). Em seguida, na perspectiva da Psicologia Ambiental, trabalhamos com os conceitos de Afetividade e apropriação do espaço. Tais constructos elaborados pela Psicologia Social e Psicologia Ambiental, respectivamente, nos forneceram os elementos para compreensão dos processos de construção dos significados que resultam da relação pessoa x ambiente. As ideias de renovação da área central da capital cearense começaram a surgir em meados da década de 60 quando verdadeiramente os fenômenos de expansão e desordenamento urbanos prenunciavam a explosão de sua estrutura sociourbana das décadas seguintes. A coleta e análise de dados tiveram por base os instrumentos geradores dos Mapas Afetivos, um método estabelecido por Bomfim (2010) que possibilitou a apreensão dos afetos dos sujeitos investigados em sua relação cotidiana com o ambiente urbano. Os resultados do estudo interação pessoa x ambiente, com enfoque da Afetividade, apresentaram questões relacionadas aos afetos (sentimentos e emoções) dos moradores do entorno do Riacho Pajeú que apontam para a necessidade de investigações interdisciplinares que incluam a Psicologia Ambiental, especialmente na fase de diagnóstico do planejamento urbano.
Abstract: This article deals with Affectivity and the rehabilitation of urban space, based on the feelings and emotions of residents from the Historic Center of Fortaleza, Ceará, who live in the vicinity of the Riacho Pajeú (a creek). The data used in this study was gathered from a database for the research entitled “Affectivity study of residents from Downtown Fortaleza in relation to the Housing Rehabilitation Plan for the Downtown Area”. From an interdisciplinary perspective, we started off by discussing urban intervention concepts for the downtown area of Fortaleza contained in the Saboya Ribeiro plan (1947), the Hélio Modesto plan (1963) and the Housing Rehabilitation Plan for the Downtown Area (2009). Then, from the standpoint of Environmental Psychology, we worked with the concepts of Affectivity and appropriation of space. These constructs, developed by Social Psychology and Environmental Psychology, respectively, supplied us with the elements to understand the construction processes for the meanings resulting from the person-environment relationship. Ideas to renovate the downtown area of Fortaleza began to emerge in the mid 1960s when the phenomena of urban expansion and disorder literally foreshadowed the explosion of the city’s social and urban structure in the fol- lowing decades. The collection and analysis of the data was based on instruments that generate Affective Maps, a method developed by Bomfim (2010) which enabled us to capture the feelings and emotions of the study subjects in their day-to-day relationship with the urban environment. The results of the person-environment interaction study, with a focus on Affectivity, raised issues related to the feelings and emotions of residents living in the vicinity of the Riacho Pajeú, which indicate the need for interdisciplinary research which includes Environmental Psychology, especially in the urban planning diagnosis stage.
Descrição: BANDEIRA, Brennand de Sousa; BOMFIM, Zulmira Áurea Cruz; SALES, Jose Albio. Reabilitação de espaço urbano e afetividade: estudo de Psicologia Ambiental com moradores de área contemplada pelo Plano de Reabilitação Habitacional do centro histórico de Fortaleza-CE. Cadernos PROARQ, Rio de Janeiro, v. 19, p. 212-232, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20040
ISSN: 1679-7604
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_art_zacbomfim.pdf655,57 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.