Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20121
Título: Alteração acelerada do calcário bege Bahia: um ensaio de predição de perda de sua intensidade de brilho em fachadas sob condições tropicais metropolitanas, em orlas litorâneas
Título em inglês: Accelerated change of limestone beige Bahia: a your loss prediction test intensity bright in fachadas under conditions tropical metropolitan in coastal edges
Autor(es): Silva, Suely Andrade da
Orientador(es): Nogueira Neto, José de Araújo
Palavras-chave: Geologia
Alteração acelerada
Calcário Bege Bahia
Predição de alteração in situ
Calcrete
Prediction of in situ change
Data do documento: 2015
Citação: SILVA, S. A. (2015)
Resumo: A composição mineralógica do calcário Bege Bahia (BB) foi caracterizada por análise petrográfica, DRX, análises químicas sobre rocha-total (RT), e MEV sobre elementos figurados da textura lítica. Os resultados demonstraram que este tipo de calcrete é dolomítico (dolomita > 10% em RT), atingindo mais de 50% em suas feições grumosas. A matriz é essencialmente calcítica, enquanto quartzo (< 5% RT) e palygorskita são os minerais acessórios mais frequentes. Os mecanismos de alteração do BB, como revestimento de edificações, foram investigados a partir da perda de brilho, utilizando-se placas lustradas in natura em bancada, para comparação com observações in situ em área litorânea metropolitana (Recife-PE), sob clima tropical úmido. Ensaios de alterabilidade acelerada envolvendo atmosferas com saturação salina (NaCl) e em SO2, ataques por soluções ácidas (HCl, HNO3, H2SO4), água de chuva e água do mar, foram conduzidos segundo normas ABNT ou experimentalmente, envolvendo corpos de prova lustrados in natura. Considerando-se crítica uma intensidade de brilho ≤ 40, seja para os corpos de prova quanto em aplicações in situ, torna-se possível uma confiável predição a partir dos dados de bancada. Na maior parte dos casos, este nível crítico é atingido em torno do terceiro ciclo dos ensaios, correspondendo a 10 anos em condições de alteração in situ. Os mecanismos mais atuantes foram a câmara de gás com saturação em SO2 e a água do mar, sendo o brilho crítico atingido entre 2 a 2,5 ciclos em bancada. O conjunto dos resultados não confirmou se manchamentos férricos e crostas negras são de origem litogênica, enquanto que “crostas brancas” são constituídas de gipsita (CaSO4.H2O), por reação de H2SO4 com a superfície calcítica do BB. Assim, confirma-se a inadequação de aplicação deste produto em revestimentos externos, particularmente em presença de spray marinho ou situações metropolitanas, onde a atmosfera apresenta-se impregnada com SO2.
Abstract: The mineralogical composition of the Beige Bahia (BB) limestone was characterized by petrographic analysis, XRD, total-rock (TR) chemical analysis, and SEM on figurative elements of lytic texture. The results demonstrated that this type of calcrete is dolomitic (dolomite > 10% in TR), reaching over 50% in its lumpy features. The matrix is primarily calcite, whereas quartz (< 5% TR) and palygorskite are the most common accessory minerals. The changing mechanisms of the BB, as a building covering, were investigated from the loss of brightness, using in natura polished boards in bench, for comparison with observations carried out in situ in a metropolitan coastal area (Recife-PE), under humid tropical climate. Tests of accelerated changeability involving atmospheres with saline saturation (NaCl) and in SO2, attacks by acid solutions (HCl, HNO3, H2SO4), rain water and sea water, were conducted according to the Brazilian Association of Technical Standards/ABNT or experimentally, involving in natura polished test specimen. By considering as critical a brightness intensity ≤ 40, whether for test specimen or for applications carried out in situ, a reliable prediction is possible based on bench data. In most cases, this critical level is reached around the third testing cycle, corresponding to ten years in in situ changing conditions. The most active mechanisms were the gas chamber with SO2 saturation, and the sea water; and the critical brightness was reached between 2 and 2.5 cycles in bench. The set of results did not confirm if the ferric staining and black crusts are of lithogenic origin, whereas “white crusts” are made of gypsum (CaSO4.H2O), by the reaction of H2SO4 with the calcite surface of the BB. Therefore, the inadequacy of the application of this product on external coverings is confirmed, particularly in the presence of sea spray or in metropolitan situations, where the atmosphere is mpregnated with SO2.
Descrição: SILVA, Suely Andrade da. Alteração acelerada do calcário bege Bahia: um ensaio de predição de perda de sua intensidade de brilho em fachadas sob condições tropicais metropolitanas, em orlas litorâneas. 2015. 150 f. Tese (Doutorado em geologia)- Universidade Federal do Ceará, Fortaleza-CE, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20121
Aparece nas coleções:DGL - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_sasilva.pdf5,08 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.