Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20170
Título: Inventários, espaço, memória e sensibilidades urbanas
Título em inglês: Inventories, space, memory andurban sensitivities
Autor(es): NOGUEIRA, Antônio Gilberto Ramos
Palavras-chave: Inventários
Patrimônio cultural
Memória
Sensibilidades urbanas
Data do documento: 2015
Editor: Educar em Revista
Citação: NOGUEIRA, A. G. R. (2015)
Resumo: O artigo busca traçar algumas reflexões em torno da relação entre inventários e sensibilidades urbanas, tomando como base os desdobramentos do projeto “Patrimônio e História Local: Inventário de Referências Culturais do bairro Benfica (CE)”, desenvolvido no âmbito do Grupo de Estudos e Pesquisas em Patrimônio e Memória (GEPPM)/ Universidade Federal do Ceará (UFC)/ Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ao identificar e documentar práticas, usos, apropriações e sentidos atribuídos por distintos sujeitos que estão ligados direta ou indiretamente aos espaços do bairro Benfica, diferentes sensibilidades foram acionadas revelando a história, a memória e o patrimônio da cidade. A aplicabilidade do inventário levantou a necessidade de problematizar a experiência sensível da urbe – marcas de outras temporalidades –, manifestada em sua materialidade e subjetividade. Nesta perspectiva, os inventários constituem-se como um exercício privilegiado de aprendizado no qual o dever da história e o lugar da memória, consubstanciados ao ensino da história, contribuem para desnaturalizar os usos do passado e o patrimônio da cidade. Com isso, o artigo aborda as potencialidades do inventário como recurso metodológico para a produção de conhecimento histórico e educação dos sentidos
Abstract: This article aims to outline some reflections about the relations between inventories and urban sensitivities, on the basis of developments of the project “Heritage and Local History: Inventory of Cultural References of the Benfica neighbourhood (CE)”, developed on the scope of the Group of Studies and Research on Heritage and Memory – (GEPPM)/ Federal University of Ceará (UFC)/ National Council of Scientific and Technological Development (CNPq). By identifying and documenting practices, uses, appropriations and senses attributed by different individuals linked direct or indirectly to the spaces of the Benfica neighbourhood, different sensitivities were triggered revealing the history, memory and heritage of the city. The applicability of the inventory put the need to problematize the sensible experiences of the city – traces of other temporalities –, expressed in its materiality and subjectivity. In this perspective, inventories are constituted as a privileged exercise of learning in which the duty of history and the place of memory, linked to the teaching of history, contribute to denaturalize the uses of the past and heritage of the city. Therefore, this paper deals with the potentials of inventories as a methodological resource used to produce historical knowledge and sensory education.
Descrição: NOGUEIRA, Antônio Gilberto Ramos. Inventários, espaço, memória e sensibilidades urbanas. Educar em Revista, Curitiba, n. 58, p. 37-53, out./dez. 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20170
ISSN: 1984-0411 (online)
0104-4060 (impresso)
Aparece nas coleções:DHIS - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_art_agrnogueira.pdf317,25 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.