Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20225
Título: Sustentabilidade de sistemas de cultivo irrigados orgânico e convencional de base familiar
Título em inglês: Sustainability of organic and conventional family based irrigated cropping systems
Autor(es): Gomes, Maryjane Diniz de Araújo
Orientador(es): Costa, Raimundo Nonato Távora
Palavras-chave: Irrigação
Agricultura familiar
Desenvolvimento sustentável
Irrigation
Family farming
Sustainable development
Data do documento: 2015
Citação: GOMES, M. D. A. (2015)
Resumo: A agricultura familiar vem contribuindo para o desenvolvimento social, pois através de seus milhões de pequenos produtores é um setor em crescimento e de inteira relevância para o desenvolvimento do país. Apesar da elevada eficiência produtiva atual na agricultura, tem se observado diversos impactos ambientais e sociais, tais como erosão dos solos, contaminação das águas superficiais e subterrâneas, redução da biodiversidade e perda de saberes tradicionais associados, dependência econômica, redução das oportunidades de trabalho e renda, êxodo rural e exclusão social. Por este motivo, nos últimos tempos, tem se dado ênfase aos benefícios ecológicos provenientes do cultivo de produtos orgânicos. A pesquisa tem como objetivo geral analisar comparativamente, a partir de indicadores de sustentabilidade econômica, social e ambiental, dois sistemas irrigados de produção, um orgânico o outro convencional. O valor da produção e da renda do agricultor foram avaliados como variáveis associadas com dimensões sociais e econômicas, respectivamente. A análise estatística dos dados ambientais foi realizada através do programa “ASSISTAT 7.5 BETA” submetidos à análise de variância e as médias comparadas pelo teste de Tukey. A geração de empregos diretos por unidade de área no sistema de cultivo convencional corresponde aos valores de referência. Já o sistema de cultivo orgânico proporciona uma geração de empregos diretos que chega a corresponder três vezes à média da capacidade de geração de emprego por unidade de área da agricultura irrigada na região do semiárido brasileiro, criando assim de forma sustentável, condições de permanência do homem no campo. O sistema de cultivo orgânico apresenta um menor risco associado à dimensão econômica comparativamente ao sistema de cultivo convencional. As superfícies agrícolas úteis atuais das duas unidades de produção permitem que as mesmas se mantenham na atividade agropecuária assegurando a reprodução social dos agricultores num cenário com financiamento do Pronaf. Os resultados das variáveis ambientais avaliadas demonstram que a unidade de produção com cultivo orgânico apresenta maior sustentabilidade ambiental, uma vez que o solo encontra-se em condições físicas e químicas mais satisfatórias para o desenvolvimento dos microrganismos.
Abstract: Family farming has contributed to social development because through millions of small producers it has been a growing industry of entire relevance for the development of the country. Despite the high current production efficiency in agriculture it has been observed many environmental and social impacts, such as: soil erosion, contamination of surface and groundwater, loss of biodiversity, loss of traditional knowledge associated with economic dependence, reducing of job opportunities and income as well as rural exodus and social exclusion. For this reason, in the past few years it has been giving very strong focus on ecological benefits from cultivation of organic products. The general objective of this research is to comparatively analyze, based on indicators of economic, social and environmental indicators, two irrigated cultivation systems of organic and conventional production. The value of production and income of the farmer were respectively evaluated as variables associated to social and economic dimensions. The microbial activity of the soil was used as an environmental variable and the statistical analysis was performed using the program "ASSISTAT 7.5 BETA". The generation of direct jobs per area unit in the conventional tillage system corresponds to the reference values. Nevertheless, the organic system provides a generation of direct jobs that may reach three times the average capacity of employment generation per area unit of irrigated agriculture in the Brazilian semi-arid region, thus creating in a sustainable way, maintenance conditions for peasants. The organic system has a lower risk associated with the economic dimension compared to conventional tillage system. Current useful agricultural areas of the two production units allow them to remain in agricultural activity ensuring the social reproduction of farmers in a scenario with funding from the Pronaf. The results of the evaluated environmental variables demonstrate that production unit with organic farming has higher environmental sustainability, since the soil has good physical and chemical conditions that are more satisfactory to the development of microorganisms.
Descrição: GOMES, Maryjane Diniz de Araújo. Sustentabilidade de sistemas de cultivo irrigados orgânico e convencional de base familiar. 2015. 77 f. Dissertações (Mestrado em Engenharia Agrícola)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20225
Aparece nas coleções:PPGENA - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_dis_mdagomes.pdf811,5 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.