Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20286
Título: A Política de Turismo no estado de Goiás: um estudo sobre as escalas institucionais de intervenção
Título em inglês: The Tourism Policy in Goiás State: a study of institutional intervention scales
Autor(es): Carvalho, Gisélia Lima
Orientador(es): Dantas, Eustógio Wanderley Correia
Palavras-chave: Políticas Públicas
Política de Turismo
Escalas institucionais
Estado de Goiás
Public Policies
Tourism Policy
Institutional Scales
Goiás State
Turismo e Estado
Data do documento: 2015
Citação: CARVALHO, G. L. (2015)
Resumo: Uma das características do processo de constituição da atividade turística, não só no Brasil, é a sua estreita relação com as ações de cunho público-governamental, aliada à expectativa quanto aos seus desdobramentos sobre os territórios turísticos locais. Tendo em vista essas máximas, esta tese esforça-se para compreender o processo histórico que engendrou a política de turismo no estado de Goiás, articulando as escalas de intervenção federal, estadual e municipal, assim como busca dimensionar os efeitos na ordem da renda e do emprego formal sobre os territórios turísticos goianos. Como postulam os discursos governamentais, espera-se, da atividade turística, uma dinamização própria, com resultados visíveis no âmbito da economia dos municípios. Para esta investida, a tese constitui-se de uma teoria formada no tempo e no espaço sobre a participação do Estado como ator fundamental na política de turismo nas últimas quatro décadas. O estudo pautou-se na pesquisa bibliográfica nos campos das políticas públicas, da política de turismo e do planejamento do Estado, no inventário e na análise de documentos oficiais voltados para o turismo, no levantamento de dados quantitativos sobre emprego e renda municipal e no trabalho de campo. As conclusões desta tese recaem sobre a assertiva de um embrião de uma política no estado voltada para o turismo desde a década de 1960, e, muito embora exista ainda hoje uma atribuição supervalorizada à espontaneidade do desenvolvimento turístico nos destinos goianos, a análise histórica comprovou que o Estado federal é o protagonista. Por outro lado, os impactos sociais e econômicos almejados pelos investimentos públicos não se materializam em quantidades nem em qualidade projetados quando se trata da escala municipal, como costuma ocorrer na execução de políticas públicas. Por esse aspecto, conclama-se a corresponsabilidade mais efetiva dos atores locais no processo de planejamento do turismo.
Abstract: One of the characteristics of the development of tourism, not only in Brazil, is its close relation to public and governmental actions, as well as the expectation surrounding its effects on local tourist territories. In view of this, the present thesis attempts to understand the historical process which promoted the tourism policy in Goiás State – by establishing a link between federal, state, and municipal scales of intervention –, in addition to assessing the effects on income and formal employment in local tourist territories. As claimed by governmental discourses, tourist activities are expected to produce their own dynamics, leading to clear results in the economy of cities. Therefore, this thesis proposes a time- and space-oriented theory concerning the State's role as a crucial actor in the tourism policy over the last four decades. This study included bibliographical research in the fields of public policies, tourism policy, and State planning; inventory and analysis of official documents on tourism; survey of quantitative data regarding municipal employment and income; fieldwork. The conclusions reached by this thesis claim the existence of an embryo State policy for tourism that can be traced back to the 1960s; also, despite the current overrated nature of spontaneity of tourism development in Goiás, the historical analysis reveals that the federal State is the leading character. On the other hand, social and economic impacts sought by public investments do not materialise in the expected quantities and quality within the municipal scale, as is usually the case in the execution of public policies. Hence local actors need to show a more effective shared responsibility within tourism planning.
Descrição: CARVALHO, Gisélia Lima. A Política de Turismo no estado de Goiás: um estudo sobre as escalas institucionais de intervenção. 2015. 211 f. Tese (Doutorado em Geografia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2015.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20286
Aparece nas coleções:DGR - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2015_tese_glcarvalho.pdf4,34 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.