Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20416
Título: Eficácia e segurança da Chresta martii na hipernocicepção inflamatória induzida por zymozan na articulação temporomandibular de ratos
Título em inglês: Efficacy and safety of the chresta martii hypernociception induced inflammatory zymosan temporomandibular joint rats
Autor(es): Nobre, Christiane Aguiar
Orientador(es): Cristino Filho, Gerardo
Coorientador(es): Chaves, Hellíada Vasconcelos
Palavras-chave: Articulação Temporomandibular
Biotecnologia.
Data do documento: 2013
Citação: NOBRE, C. A. (2013)
Resumo: Este trabalho teve por objetivo investigar a eficácia e segurança do extrato hidroalcóolico de Chresta martii (DC.) H. Rob.(EHA) na hipernocicepção inflamatória da articulação temporomandibular (ATM) induzida por Zymosan em ratos, avaliando o possível papel do óxido nítrico (NO) e hemeoxigenase-1 (HO-1). Protocolo1: Ratos Wistar machos (160-220 g) foram pré-tratados com EHA (100, 200 ou 400 mg/kg; per os) 60 min antes da injeção (intra-articular (i.art.) de Zymosan (2 mg) na ATM esquerda. O grupo Zymosan (Zy) recebeu salina (per os) 60 min antes da indução da artrite. O grupo Sham recebeu solução salina (i.art.) ; Indometacina (5 mg/ kg) foi usada como controle positivo. Teste do Von Frey foi utilizado para avaliar a hipernocicepção articular (g) na 4ª hora após injeção (i.art.) de Zy. Na 6ª hora após injeção (i.art.) Zy os animais foram eutanasiados, sob anestesia, e coletou-se o lavado sinovial para contagem total de células e dosagem da atividade de mieloperoxidase (MPO) e coletou-se o tecido articular para análise histopatológica (H&E). Em outra série de experimentos os animais foram pré tratados com L-NAME (30 mg/kg; i.p.) e ZnPP-IX (3 mg/kg, s.c.). Protocolo 2: Para avaliar a segurança da administração de EHA camundongos Swiss (25-30 g) receberam diariamente, uma vez ao dia, 400 mg/kg (per os) durante 14 dias. Variação ponderal, peso úmido do fígado, leucograma, parâmetros bioquímicos, e alterações comportamentais foram determinados. Controles receberam solução salina (per os). Resultados EHA (400 mg/kg; per os) aumentou (p < 0.05) o limiar de hipernocicepção articular, reduziu o influxo celular e a atividade de MPO, quando comparado ao grupo Zy. EHA (400 mg/kg; per os) reduziu o influxo celular nas membranas sinoviais. Esses resultados foram similares ao obtido com os compostos testados em ambas as doses. O efeito antinociceptivo de EHA ocorreu na presença de L-NAME, porém não foi observado quando se administrou ou ZnPP-IX. EHA 400 mg/kg durante 14 dias não alterou a variação ponderal, o peso úmido do fígado. EHA 400 mg/kg não modificou os parâmetros bioquímicos e hematológicos .O efeito antinociceptivo e anti-inflamatório de EHA é multimodal, não atuando pela via do NO, porém dependendo da integridade das vias do HO-1
Abstract: The aim of the present study was to investigate the efficacy and safety of Chresta martii (DC.) H. Rob.(EHA) in the temporomandibular joint arthritis (TMJ) induced by Zymosan in rats by evaluating the possible role of nitric oxide and hemeoxygenase-1 (HO-1). Protocol 1: Male Wistar rats (160-220 g) were pretreated with EHA (100, 200 ou 400 mg/kg; per os) before the intra-articular injection (i.art.) of zymosan (2 mg) in the left TMJ. The Zymosan group (Zy) received saline (per os) 60 min prior to induction of arthritis. The Sham group received saline (i.art.). Indomethacin (5 mg/kg) was used as positive control. Von Frey test was used to evaluate the joint hypernociception (g) at 4 h after injection of Zy. At 6 hours after Zy injection, the animals were euthanized under anesthesia, and collected the joint lavage for total cell count, myeloperoxidase activity (MPO) and joint tissue for histopathological analysis (H&E). In another series of experiments the animals were pretreated with L-NAME (30 mg/kg; i.p.) or ZnPP-IX (3 mg/kg, s.c.). Protocol 2: To evaluate the systemic effects of chronic administration of EHA, Swiss mice (25-30 g) received once a day, 400 mg/kg (per os) for 14 days. Changes in body weight, wet weight of o liver , white blood cell count, biochemical parameters, and behavioral changes were determined. Controls received saline (per os). EHA 400 mg/kg (per os) increased (p < 0.05) joint hypernociception threshold, reduced the cell influx and MPO activity, when compared to Zy. EHA (400 mg/kg) reduced the cell influx in the synovial membranes. The analgesic effect of EHA occured in the presence of L-NAME, but was not observed when administered r ZnPP-IX. EHA (400 mg/kg )for 14 days did not alter the weight change, wet weight of liver. EHA (400 mg/kg did not affect the biochemical and hematological parameters in relation to the saline group. The anti-inflammatory and analgesic effect of EHA is multimodal, which do not act via NO, however depending on the integrity of the paths of HO-1
Descrição: NOBRE, C. G. Eficácia e segurança de chresta martii (dc.) H. Rob. na hipernocicepção inflamatória da articulação temporomandibular induzida por zymosan em ratos. 2013. 87 f. Dissertação (Mestrado em Biotecnologia) - Campus de Sobral, Universidade Federal do Ceará, Sobral, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20416
Aparece nas coleções:PPGB - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2013_dis_canobre.pdf1,7 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.