Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20614
Título: Uso da betaína em rações para fêmeas suínas de primeiro e segundo ciclo reprodutivo
Título em inglês: Betaine in diets for female swine of first and second reproductive cycle
Autor(es): Andrade, Tiago Silva
Orientador(es): Watanabe, Pedro Henrique
Palavras-chave: Suíno - Criação
Suíno - Alimentação e rações
Lactação
Data do documento: 2014
Citação: ANDRADE, T. S. (2014)
Resumo: Objetivou-se avaliar a suplementação de betaína na ração no terço final de gestação e na lactação, quanto ao desempenho reprodutivo e composição do leite de fêmeas suínas de primeira e segunda ordem de parto. Foram utilizadas 72 matrizes suínas, sendo 36 de primeiro ciclo (171,77 ± 7,54 kg) e 36 de segundo ciclo (203,17 ± 13,31 kg) distribuídas em um delineamento em blocos ao acaso, em um esquema fatorial 2 x 3, sendo dois ciclos reprodutivos e três rações (R0: ração controle; R1: ração contendo betaína substituindo em 50% a metionina; R2: ração controle com suplementação de betaína). O peso ao parto e peso ao desmame diferiram significativamente em função da ordem do parto, mas não em decorrência das rações. A espessura de toucinho ao parto, espessura de toucinho ao desmame e consumo de ração não diferiram significativamente. Já para o intervalo desmame-cio houve diferença em função da ração, o qual foi maior para a R1. Não foi observado diferenças significativas para as variáveis nascidos totais, nascidos vivos, natimortos, mumificados, mortalidade ao desmame e desmamados. O peso médio de nascimento do leitão diferiu significativamente em função da ordem do parto, mas não em decorrência das rações. Fêmeas em segundo parto desmamaram leitegadas com maior peso ao desmame em relação a fêmeas de primeiro parto. A proteína total e os triglicérides do leite nos diferentes estágios de lactação não diferiram significativamente em relação ao grupo controle e os grupos suplementados com betaína. As rações não influenciaram significativamente os valores médios do perfil de ácidos graxos do leite de porcas de primeiro e segundo ciclo de reprodução. As rações não influenciaram nenhuma das variáveis econômicas avaliadas. A suplementação com betaína na ração no terço final de gestação e na lactação não influenciou os parâmetros reprodutivos das porcas, bem como os parâmetros zootécnicos dos leitões. Também não houve influencia sobre a composição do leite nos diferentes estágios de lactação. A substituição da metionina pela betaína prejudicou o desempenho reprodutivo das porcas, visto que ocorreu um aumento do intervalo desmame-cio.
Abstract: This study aimed to evaluate the betaine supplementation in the diet in the final third of gestation and lactation on the reproductive performance and milk composition of sows of first and second order of birth. 72 sows were used, 36 of the first cycle (171.77 ± 7.54 kg) and 36 second cycle (203.17 ± 13.31 kg) distributed in a complete randomized block design in a factorial 2 x 3 ,two reproductive cycles and three rations (R0: control diet; R1: ration containing betaine in replacing methionine 50 %, R2: control diet supplemented with betaine). The weight at birth and weaning weight differed significantly depending on the order of delivery, but not due to the diet. The backfat thickness at calving, backfat thickness at weaning and feed intake did not differ significantly. As for the weaning-to-estrus was no difference in function of the feed, which was greater for R1. No significant differences were observed for total variable births, live births, stillbirths, mummified, mortality at weaning and weaned. The average birth weight of piglets differed significantly depending on the order of delivery, but not due to the diet. Females in the labor weaned piglets with higher weaning weight compared to first parity females. The total protein and triglycerides of milk at different stages of lactation did not differ significantly from the control group and the groups supplemented with betaine. The diets did not significantly influence the mean values of the milk of sows first and second breeding cycle fatty acid profile. The diets did not affect any of the economic variables evaluated. Betaine supplementation in the diet in the final third of gestation and lactation did not affect the reproductive performance of sows, and the performance parameters of piglets. There was also no influence on the composition of milk at different stages of lactation. The substitution of methionine by betaine impaired reproductive performance of sows, since there was an increase in the weaning-to-estrus.
Descrição: ANDRADE, Tiago Silva. Uso da betaína em rações para fêmeas suínas de primeiro e segundo ciclo reprodutivo. 2014. 49 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20614
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_dis_tsandrade.pdf620,67 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.