Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2067
Título: Avaliação de orientações sistematizadas de enfermagem no pós-operatório de mulheres submetidas à mastectomia
Título em inglês: Evaluation of nursing systematized orientation in the post-operatory of women submitted to mastectomy
Autor(es): Melo, Elizabeth Mesquita
Orientador(es): Fernandes, Ana Fátima Carvalho
Palavras-chave: Enfermagem Oncológica
Pesquisa em Enfermagem
Cuidados de Enfermagem
Data do documento: 2007
Citação: MELO, E. M. (2007)
Resumo: Enfatiza-se a importância do acompanhamento de enfermagem no pós-operatório de mastectomia, visando à identificação de problemas na busca da qualidade de vida da mulher e minimização de alterações físicas e psicológicas, para sua melhor readaptação ao ambiente social. O estudo teve como objetivo geral: avaliar a contribuição da assistência de enfermagem desenvolvida no pós-operatório, para a readaptação física, emocional e social da mulher mastectomizada e específicos: identificar diferenças nas respostas físicas, emocionais e sociais entre as mulheres que foram ou não submetidas à orientação sistematizada de enfermagem; conhecer as complicações pós-operatórias presentes nos dois grupos de mulheres; e detectar as dúvidas entre os grupos em relação aos cuidados necessários para a prevenção de complicações após a mastectomia. Estudo experimental, do tipo ensaio clínico randomizado controlado. Aplicou-se uma intervenção a um grupo de mulheres (grupo intervenção), no pós-operatório imediato de mastectomia, para a observação de seus efeitos, em relação a outro grupo em que não foi realizada (grupo controle). Dados coletados entre novembro de 2005 e março de 2006, em uma instituição especializada em oncologia, Fortaleza-Ceará. A população constou de portadoras de doenças da mama que realizaram cirurgia nesse período, sendo composta por 80 mulheres, 40 em cada grupo, selecionadas aleatoriamente. Dados organizados e analisados quantitativamente, submetidos à análise estatística. Utilizou-se o Programa Microsoft Office Excel 2003, para o banco de dados. Considerou-se o nível de significância dos testes igual a 5%. O projeto foi aprovado pelo comitê de ética da instituição. A faixa etária predominante foi 36 a 68 anos (87,5%); 60% procediam do interior do estado; 57,5% eram casadas. A mastectomia radical modificada com esvaziamento axilar foi o procedimento mais realizado (56%) e o diagnóstico mais comum carcinoma ductal infiltrante (58,8%). Identificou-se diferença estatisticamente significativa quanto à manifestação de desamparo, falta de forças, sensação de cansaço e tensão, com um índice de alteração emocional menor no grupo-intervenção. 57,5% do grupo intervenção, após a cirurgia, retomaram atividades que beneficiavam a recuperação, observado em 7,5% do grupo controle. Foram manifestadas dúvidas sobre as atividades por 57,5% das mulheres do grupo controle e 37,5% do grupo intervenção. Houve mais complicações cirúrgicas no grupo controle (92,5%) em relação ao grupo intervenção (57,5%). Este grupo apresentou menos dificuldades para manusear o dreno de sucção (7,5%), sendo 31,6% no grupo controle. O acompanhamento direcionado ao grupo intervenção contribuiu para a adoção de atitudes positivas relacionadas aos cuidados com o braço do lado operado. A orientação sistematizada de enfermagem no pós-operatório de mastectomia possui valor inestimável, visto que proporciona o esclarecimento de dúvidas a respeito da doença e da cirurgia, e possibilita a adoção de cuidados favoráveis à recuperação mais rápida da mulher e a sua readaptação.
Abstract: It is emphasized the importance of nursing attendance in the post-operatory of mastectomy aiming the identification of problems for women’s life quality and minimization of physical and psychological alterations, so that they have a better readaptation to social environment. The study had as its general objective to evaluate the contribution of nursing assistance developed in the post-operatory for physical, emotional and social readaptation of mastectomized women. The specific objectives were: to identify differences in physical, social and emotional responses among women who were submitted or not to nursing systematized orientation; to know the post-operatory complications present in the two groups of women; and to identify in the groups doubts related to necessary care to prevent complications after the mastectomy. It is an experimental study, a randomized controlled clinical essay. An intervention was applied in a group of women (group intervention) in the immediate post-operatory of mastectomy to observe its effects, in relation to the other group in which the intervention was not carried out (group control). The data was collected between November, 2005 and March, 2006 in an institution which is specialized in oncology, Fortaleza-Ceará. The population was composed of holders of breast diseases who were submitted to surgeries during this period, and was composed of 80 women, 40 in each group, selected at random. The data was organized and analyzed quantitatively and submitted to statistical analysis. The Program Microsoft Office Excel 2003 was used for the data bank. The significance level of the tests was considered equal to 5%. The Project was approved by the ethical committee of the institution. The predominant age group was 36 to 68 years old (87,5%); 60% came from the state countryside. 57,5% were married. The modified radical mastectomy with axillary dissection was the most common procedure (56%) and the most common diagnosis was infiltrating ductal carcinoma (58,8%). It was identified significative statistical difference concerning manifestation of abandonment, lack of vigor, feeling of tiredness and tension, with an indicator of emotional alteration lower in the group intervention. 57,5% of the group intervention, after the surgery, restarted activities which helped in the recuperation, what was observed in only 7,5% of the group control. Doubts about the activities were manifested by 57,5% of women from the group control and 37,5% from the group intervention. There were more surgery complications in the group control (92,5%) in relation to the group intervention (57,5%). This group presented less difficulty to use the suction drain (7,5%), being 31,6% in the group control. The attendance directed to the group intervention contributed to the adoption of positive attitudes towards the care with the arm from the operated side. The nursing systematized orientation in the post-operatory of mastectomy has inestimable value, considering it provides elucidation of doubts about the disease and the surgery, and makes possible the adoption of care which is favorable to women’s faster recuperation and to their readaptation.
Descrição: MELO, Elizabeth Mesquita. Avaliação de orientações sistematizadas de enfermagem no pós-operatório de mulheres submetidas à mastectomia. 2007. 113 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceara. Faculdade de Fármácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2007.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2067
Aparece nas coleções:DENF - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2007_tese_emmelo.pdf572,27 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.