Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20818
Título: A coesão nominal em livros didáticos do Ensino Médio: uma análise à luz do interacionismo sociodiscursivo
Título em inglês: The nominal cohesion in textbooks of high school: an analysis in the light of sociodiscursivo interactionism
Autor(es): Dodó, Francisco Walisson Ferreira
Orientador(es): Serafim, Mônica de Souza
Palavras-chave: Língua Portuguesa - Livro texto - Interacionismo sociodiscursivo
Língua Portuguesa – Livro texto - Análise psicolinguística
Língua Portuguesa – Livro texto
Textbook
Mother language teaching
Data do documento: 2016
Citação: Dodó, F. W. F.; Serafim, M. S. (2016)
Resumo: Este trabalho tem como objetivo principal analisar, à luz do interacionismo sociodiscursivo, corrente teórico-metodológica que estuda o desenvolvimento humano a partir do uso da linguagem, as propostas de ensino e aprendizagem da coesão nominal em duas coleções de livros didáticos de Português do Ensino Médio adotadas pelo PNLD – 2015 – Programa Nacional do Livro Didático. Para tanto, verificamos se o ensino da coesão nominal nos livros didáticos aborda os elementos coesivos com função de introdução ou de retomada; também, iremos analisamos se/como as propostas de abordagem de atividades nos livros didáticos contemplam as classes gramaticais como elementos linguísticos que contribuem para a coesão nominal. Ou seja, se o ensino e aprendizagem de análise linguística contempla os elementos estruturais, linguísticos e discursivos como recursos de coesão nominal com o propósito de formar leitores e produtores de textos coesos e bem articulados e capazes de interagir competente e adequadamente nas práticas sociais, considerando seus papéis sociais, ou se sua abordagem esvazia-se na nomenclatura gramatical ou conceito-estrutural. Para nossa análise, portanto, tecemos um quadro teórico cujas principais contribuições vêm dos autores Bronckart (1999;2006;2012), Machado (2009), Givón (1995), Dik (1978), Neves (1997), Ilari (1992), Halliday & Hasan (1976), Beuagrande & Dressler (1981), Charolles (1997), Apothéloz (2003), Schwarz (2000) e Adam (2011). Com a pesquisa, pudemos constatar que os livros trabalham a diferença entre anáfora e catáfora, dando, no entanto, um olhar mais resumitivo a esta. Também, pudemos perceber que, na maioria das questões, mesmo que sutilmente, o foco esvazia-se no ensino nomenclatural ou de identificação ou internalização de conceitos, isto é, quando se afirma estar trabalhando os conteúdos gramaticais, a fim de construir a coesão no texto, percebe-se que as questões pouco exploram as possibilidades de construção de progressão textual, limitando as formas de coesão a exercícios de substituição, objetivando que o aluno aprenda as classes gramaticais, evidenciando, assim, uma perspectiva que não vê a gramática como instrumento de coesão para que se construam textos inteligíveis e bem construídos em práticas sociodiscursivas e interacionistas.
Abstract: This study is meant to examine, in the light of sociodiscursivo interactionism, theoretical and methodological current studies human development from the use of language, education proposals and learning nominal cohesion in two collections of textbooks Portuguese Secondary Education adopted by PNLD - 2015 - National Textbook Program. In this way, we will see whether the teaching of nominal cohesion in textbooks addresses the cohesive elements of the introduction or resume function; we will also consider whether / how the proposed approach and activities in textbooks include grammar classes as linguistic elements that contribute to nominal cohesion. That is, if the education and grammar learning includes the structural and linguistic elements as nominal cohesion resources for the purpose of educating readers and producers of cohesive texts and well articulated and capable of competent and appropriately interact in social practices, considering their social roles or if your approach empties grammatical or structural nomenclature. For our analysis, therefore, we weave a theoretical framework whose main contributions come from authors Bronckart (1999; 2006; 2012), Machado (2009), Givón (1995), Dik (1978), Snow (1997), Ilari (1992) Halliday & Hasan (1976), Beugrande & Dressler (1981), Charolles (1997), Apothéloz (2003) Schwarz (2000) and Adam (2011). Through research, we found that the books work the difference between anaphora and cataphora, giving a more resumitivo look at this. Also, we realize that most of the questions, even if subtly, focus empties in nomenclatural education or identification of concepts, that is, when it claims to be working grammatical content in order to build cohesion in the text, realize It is known that matters little to explore the textual progression possibilities of construction, limiting the forms of cohesion to the replacement exercise, aiming the student to learn the parts of speech, showing thus a perspective which sees grammar as cohesion instrument that build intelligible texts and well built in interactional practices, social and discursive.
Descrição: DODÓ, Francisco Walisson Ferreira. A coesão nominal em livros didáticos do Ensino Médio: uma análise à luz do interacionismo sociodiscursivo. 2016. 151f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Departamento de Letras Vernáculas, Programa de Pós-graduação em Linguística, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20818
Aparece nas coleções:PPGL - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_fwfdodo.pdf2,42 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.