Please use this identifier to cite or link to this item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2084
Title in Portuguese: Tradução, adaptação e validação das escalas parent-adolescent communication scale e partner communication scale : tecnologia para prevenção de DST/HIV
Title: Translation, adaptation and validadion of Parent-adolescent Communication Scale and Partner Communication Scale : technology for prevention of STD/HIV
Author: Gubert, Fabiane do Amaral
Advisor(s): Vieira , Neiva Francenely Cunha
Keywords: Saúde do Adolescente
Estudos de Validação
Issue Date: 2011
Citation: GUBERT, F. A. Tradução, adaptação e validação das escalas Parent-adolescent communication scale e partnet communication scale : tecnologia para prevenção de DST/HIV. 2011. 131 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2011.
Abstract in Portuguese: Desde o surgimento dos primeiros casos de Aids no cenário epidemiológico mundial, há mais de 25 anos, a prevenção da transmissão do HIV entre mulheres e adolescentes tem sido um dos maiores desafios no controle da doença. Em vista deste cenário, a Educação em Saúde, por meio do uso de tecnologias leves aplicadas à família, tem contribuído para que a população participe dos processos decisórios e sobre os modos de cuidar da saúde, incluindo à prevenção de DST/HIV. Diante deste contexto, o estudo objetivou traduzir, adaptar e validar as escalas Parent-Adolescent Communication Scale – PACS e Partner Communication Scale-PCS junto a adolescentes do sexo feminino em Fortaleza-CE. Pesquisa metodológica, de abordagem quantitativa, realizada com 313 adolescentes do sexo feminino, que já haviam tido o primeiro intercurso sexual, na faixa etária dos 14 a 18 anos, de três escolas, duas públicas e uma particular. As escalas foram aplicadas juntamente com os questionário, via computador, de novembro/2010 a janeiro/2011. A confiabilidade das escalas foi verificada por meio do teste Alfa de Cronbach e teste de Slipt-Half Coefficient, além do teste-reteste, por meio do teste de Wilcoxon. A validade foi verificada pela validade de conteúdo e de construto por meio da análise de grupos constratados e associação entre os resultados das escalas e variáveis. Os resultados indicaram que o conteúdo das escalas foi considerado compreensivo, segundo comitê de juízes. O Alfa de Crombach foi de 0,86 em escolas públicas e 0,87 em particulares. Em relação à validade de construto por meio dos grupos contrastados, não houve diferença estatisticamente significativa (p=0,067) entre os grupos de adolescentes de escola pública e particular. No teste-reteste, o teste de Wilcoxon indicou p > 0,15. Houve associação entre os escores da PACS-VB e as variáveis: a) idade em escolas particulares (p= 0,007), b) anos de estudo em escolas particulares (p=0,013), c) cor/raça entre rede pública (p=0,004) e particular (p=0,005); d) com quem reside, em escola pública (0 < 0,0001) particulares (p:0,005), e) diálogo sobre a menarca (p < 0,0001); ciência dos pais sobre a iniciação sexual das filhas (p < 0,0001); e ocorrência da primeira relação com o namorado noivo (p=0,006) e idade da sexarca em escolas públicas (p=0,003) e particulares (p=0,002). O uso de método na primeira relação sexual também apresentou relação positiva (p < 0,0001). Já na PCS, idade em escolas públicas (p= 0,007) e particular (p= 0,024); anos de estudo (p=0,002), residir com os pais em escolas públicas (p=0,006) e particulares (p=0,004) c) cor/raça, (p: 0,005). O teste F, de Snedecor (ANOVA), revelou associação entre uso do preservativo em escola pública (p= 0,003). Ainda sobre este quesito, nas duas redes de ensino, houve relação entre o conhecimento da mãe sobre a primeira relação sexual (p <0,0001) e uso do preservativo na primeira relação (p< 0,0001) e comunicação com o parceiro atual. No estudo, observou-se que a comunicação com os pais foi a variável preditiva para comportamentos sexuais saudáveis em adolescentes do sexo feminino, incluindo as relações de diálogo com seus parceiros. Concluiu-se, portanto, que se obteve um instrumento confiável, válido e capaz de avaliar a frequência de comunicação das adolescentes com seus pais e parceiros sexuais.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2084
metadata.dc.type: Dissertação
Appears in Collections:DENF - Teses defendidas na UFC

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
2011_tese_fagubert.pdf2,24 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.