Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20916
Título: A expressão do passado em alemão: uma questão aspectual
Autor(es): Nogueira, Francisco Gleiberson dos Santos
Palavras-chave: Aspecto verbal
Alemão
Português
Tradução
Data do documento: 2011
Editor: 2º Encontro de Pesquisa e Pós-Graduação em Humanidades. 8ª Semana de Humanidades. Humanidades: entre fixos e fluxos
Citação: Nogueira, F. G. S. (2011)
Resumo: Este artigo tem por objetivo uma reflexão sobre a não existência do aspecto verbal no sistema da língua alemã para a expressão do passado mediante os tempos Präteritum e Perfekt, considerando-se que o português faz uso da aspectualidade ao utilizar o pretérito perfeito e o pretérito imperfeito. Após uma breve introdução, apresenta-se, primeiramente, uma série de definições de aspecto verbal, para melhor situar a questão num estudo contrastivo entre os dois idiomas com relação ao aspecto verbal no passado. Em seguida, faz-se uma análise de como algumas gramáticas da língua alemã escritas em português abordam ou deixam de abordar a questão objeto deste artigo. Num terceiro passo, faz-se uso de excertos de textos paralelos de igual conteúdo nas duas línguas, a fim de se comparar como cada uma delas trata os tempos do passado em narrações e descrições.
Descrição: NOGUEIRA, Francisco Gleiberson dos Santos A expressão do passado em alemão: uma questão aspectual. In: ENCONTRO DE PESQUISA E PÓS-GRADUAÇÃO EM HUMANIDADES, 2., 2011, Fortaleza. SEMANA DE HUMANIDADES, HUMANIDADES: ENTRE FIXOS E FLUXOS, 8., 2011, Fortaleza. Anais… Fortaleza: Universidade Federal do Ceará; Universidade Estadual do Ceará, 2011, p. 1-16.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/20916
ISSN: 2177-7624
Aparece nas coleções:CH - Eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_eve_fgsnogueira.pdf259,18 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.