Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2092
Título: O pai como partícipe no processo da amamentação : intervenção da enfermeira no período gravídico puerperal
Título em inglês: The father as participant in the breast-feeding : intervention of the nurse during the pregnancy and puerperal period
Autor(es): Rêgo, Rita Maria Viana
Orientador(es): Souza, Angela Maria Alves e
Palavras-chave: Enfermagem Materno-Infantil
Paternidade
Aleitamento Materno
Data do documento: 2008
Citação: RÊGO, R. M. V. (2008)
Resumo: Na sociedade ocidental, tradicionalmente, vivenciar a gestação, educação e saúde dos filhos faz parte das tarefas que, na divisão sexual do trabalho, cabe à mulher. Também no processo da amamentação o pai não é incluído. Objetivo. Esta pesquisa teve como objetivo avaliar intervenções de práticas educativas vivenciadas por casais no processo da amamentação, tendo o pai como partícipe. Caminho metodológico. Para compreensão e descrição desde fenômeno, o pai como partícipe no processo da amamentação, decidiu-se ir além de um diagnóstico situacional. Realizou-se pesquisa-ação considerando que a pretensão sempre esteve voltada para discutir, juntamente com os participantes deste estudo, acerca de valores, conceitos e crenças culturalmente assimilados pela sociedade em relação ao processo da amamentação, pretendendo refletir na possível mudança de paradigmas. Participaram oito casais com seus filhos, acompanhados durante oito e seis meses de vida. Antes do parto, aconteceram quatro encontros; após o nascimento da criança, cada família foi visitada diariamente por dez dias consecutivos, sendo que, em média, foram visitadas em suas residências 20 vezes nos seis meses de vida da criança. Conclusões. Na busca da literatura, verificou-se que ainda são incipientes publicações e provavelmente ações que envolvam o pai no processo da amamentação. Com esta experiência evidencia-se que o pai pode ser um importante aliado, verdadeiro parceiro, sendo indispensável o crédito e o estímulo a sua participação. Eles demonstram satisfação em prestar cuidados aos filhos, principalmente quando percebem que suas iniciativas e tentativas de acerto são valorizadas pela companheira e pelos profissionais de saúde. Vê-se que são tímidas e isoladas as iniciativas de inclusão do pai, principalmente nos serviços públicos, em que estes são por vezes considerados visitas. Recomendações. Diante destes resultados, recomenda-se que os pais devam ser convidados a participar das reuniões e consultas individuais de sua companheira no período gravídico e puerperal. Relevância. Acredita-se que este estudo possa nortear motivações no sentido de atuação efetiva da enfermeira para promover o envolvimento do pai na promoção da amamentação no nível primário, no pré-natal, secundário e terciário nas maternidades, continuando nas residências das famílias por meio de visitas domiciliárias
Abstract: In Western society, traditionally, the pregnancy experience, education and health of children is part of the tasks that in the sexual division of labor, belongs to the woman. Also in the process of breastfeeding the father is not included. Objective. This study aimed to evaluate interventions in educational practices experienced by couples in the process of breastfeeding having the as a participant. Methodological path. For understanding and description of this phenomenon, the father as a participant in the process of breastfeeding, it was decided to go beyond a situational diagnosis. It was done a research-action considering that the intention has always been dedicated to discuss with the participants of this study, about values, concepts and beliefs culturally assimilated by the society in relation to the process of breastfeeding, and intending to reflect the possible shift in paradigms. Participated eight couples with their children, followed for eight and six months of life. Before the birth, took place four meetings, after the birth of the child, each family was visited daily for ten consecutive days, and, on average, were visited at their residences 20 times in the six months of child´s life. Conclusions. In search of the literature, we found that publications are still incipient and probably actions involving the father in the process of breastfeeding. This experience shows that the father may be an important ally, true partner, is essential to credit and encouraging their participation. They demonstrate satisfaction in providing care to children, especially when they realize that their initiatives and attempts to hit are valued by the partner and by health professionals. It is realized that are shy and isolated the initiatives to include the father, especially in public services, where they are sometimes regarded visits. Recommendations. Facing these results, it is recommended that fathers should be invited to attend meetings and individual consultations of his partner during prenancy and childbirth. Relevance. It is believed that this study will guide motivations to activeness of the nurse to promote the involvement of fathers in the promotion of breastfeeding at the primary level, pre-natal, secondary and tertiary in maternity, continuing in homes of families through domiciliary visits
Descrição: RÊGO, Rita Maria Viana. O pai como partícipe no processo da amamentação : intervenção da enfermeira no período gravídico puerperal. 2008. 169 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2008.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2092
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2008_dis_rmvrego.pdf2,46 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.