Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21156
Título: Aprendizagem docente sobre estruturas multiplicativas a partir de uma formação colaborativa apoiada em tecnologias digitais
Autor(es): Maia, Dennys Leite
Orientador(es): Castro Filho, José Aires de
Palavras-chave: Collaborative learning
Teacher training
Ambiente virtual de aprendizagem
Docente em formação
Ensino cooperativo
Tecnologias digitais na Educação
Data do documento: 2016
Citação: Maia, D. L.; Castro Filho, J. A. (2016)
Resumo: As tecnologias digitais podem ajudar a desvelar e mediar reflexões sobre a prática docente e contribuir para a formação continuada de professores com carências conceituais e didáticas acerca da Matemática. Assim, a questão central desta pesquisa é: Que contribuição uma formação colaborativa apoiada em tecnologias digitais exerce sobre a aprendizagem e a prática docente acerca do campo conceitual das estruturas multiplicativas? Definiu-se, como objetivo geral: Analisar as contribuições de formação colaborativa, apoiada em tecnologias digitais, sobre a construção conceitual e pedagógica acerca de estruturas multiplicativas. Os objetivos específicos foram assim delineados: Mapear os conhecimentos docentes sobre estruturas multiplicativas; Identificar as formas que as professoras interagem e utilizam as tecnologias digitais para discussão e análises sobre o ensino de Matemática; e Caracterizar a construção e reconstrução dos conceitos matemáticos pelas professoras a partir da experiência de formação colaborativa com apoio de tecnologias digitais. Os principais referenciais teóricos versaram sobre elementos da aprendizagem colaborativa e campo conceitual das estruturas multiplicativas. O método de investigação adotado foi a Pesquisa Colaborativa, contemplando as etapas de cossituação, cooperação e coprodução. Realizou-se a pesquisa com três professoras-coordenadoras do Projeto Observatório da Educação (OBEDUC) no Ceará, identificadas como PCA, PCN e PCS. A formação colaborativa, com apoio em tecnologias digitais, aconteceu entre agosto e novembro de 2015. Dados de entrevistas virtuais preliminares e instrumentos do Projeto OBEDUC compuseram a etapa de cossituação da Pesquisa Colaborativa. O estágio de coprodução ocorreu, prioritariamente, por meio das interações virtuais, com as participações e produções das professoras no Facebook, Skype e WhatsApp. Os conhecimentos desenvolvidos e uma produção colaborativa entre os participantes representam a etapa de coprodução. As professoras possuíam restrito repertório de situações multiplicativas, apresentando apenas problemas de Proporção Simples, Proporção Múltipla e Produto de Medidas com configuração retangular. Todas demonstraram dificuldades com aspectos didáticos da Matemática e sobre estruturas multiplicativas. Com as primeiras atividades da formação, identificou-se que as docentes possuíam conhecimentos básicos acerca do campo conceitual multiplicativo, com uma polarização entre PCA e PCN, com PCS entre ambas quanto ao conhecimento e classificação de situações. A construção e reconstrução dos conceitos ocorreu a partir das interações desenvolvidas com as ferramentas digitais. A discussão, proposição, classificação e análise das situações de forma colaborativa, seguida de aplicação com alunos, registro por meio de vídeos e imagens, para posterior postagem, compartilhamento e discussão colaborativa, fomentou significativamente a reflexão da prática com Matemática. Os resultados mostram que as mídias digitais – imagens e vídeos – foram relevantes para a exposição das concepções dos participantes sobre o campo multiplicativo e estratégias de resolução discente. Destaca-se a parceria entre Escola e Universidade para a produção de novos conhecimentos e modelo de formação, que favoreceu a ampliação conceitual pelos participantes. A experiência mobilizou habilidades e competências acerca do ensino e da aprendizagem de estruturas multiplicativas. A percepção de que é indispensável um tratamento apurado das estratégias de resolução discente evidencia-se como um dos principais ganhos da formação.
Abstract: Digital technologies can help to reveal and mediate reflections about teaching practice and contribute to the continued training of teachers who have conceptual and didactic needs about Mathematics. Thus, the central question of this research is: What contribution does a digital technology supported collaborative training have on learning and teacher practice about multiplicative structures conceptual field? It was defined as general objective: To analyze the contributions of collaborative teacher training supported digital technologies about multiplicative structures. The specific objectives were thus outlined: To chart teachers knowledges about the teaching and learning of multiplicative structures; To identify the ways that teachers interact and use digital technologies for discussion and analysis of Mathematics teaching; and To characterize the construction and reconstruction of mathematical concepts by teachers from the digital technology supported collaborative training experience. The main theoretical references were about elements of collaborative learning and conceptual field of multiplicative structures. The adopted method research was the Collaborative Research, comprising the stages of co-situation, cooperation and coproduction. It was conducted with three teachers-coordinators of the Observatory of Education Project (OBEDUC) in Ceara, identified as PCA, PCN and PCS. The digital technologies supported collaborative training happened in august and november 2015. Virtual preliminary interviews data and OBEDUC Project instruments comprised the Collaborative Research co-situation stage. The co-production stage took place mainly through virtual interactions, through shareholdings and teachers productions in Facebook, Skype and WhatsApp. The developed knowledge and a collaborative production among the participants represent the co-production stage. The teachers had limited repertoire of multiplicative situations, just having problems Simple Proportion, Multiple Proportion and Measures Product with rectangular configuration. All of them demonstrated difficulties with didactic Mathematics and multiplicative structures aspects. With the training first activities, it was identified that the teachers had basic knowledges about the multiplicative conceptual field, with a polarization between PCA and PCN, with PCS between both, regarding knowledge and classification of situations. The concepts construction and reconstruction occurred from interactions developed with digital tools. The discussion, proposition, classification and analysis of situations collaboratively, followed by application with students, registration through videos and images for later posting, sharing and collaborative discussion, significantly boosted reflection of practice with Mathematics. The results show that digital media – images and videos - were relevant for the exposition of participants conceptions about the multiplicative field and student resolution strategies. Noteworthy is the partnership between School and University for the production of new knowledge and training model that favored the conceptual expansion by the participants. The experience mobilized abilities and skills about teaching and learning multiplicative structures. The perception that an accurate treatment of student resolution strategies is indispensable is one of the main gains of training.
Descrição: MAIA, Dennys Leite. Aprendizagem docente sobre estruturas multiplicativas a partir de uma formação colaborativa apoiada em tecnologias digitais. 2016. 195f. – Tese (Doutorado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Educação Brasileira, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21156
Aparece nas coleções:PPGEB - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_tese_dlmaia.pdf4,53 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.