Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21170
Título: As práticas assistencialistas e a institucionalização da cultura do benefício
Autor(es): Pereira, Maria Florice Raposo
Palavras-chave: Solidariedade
Caridade
Cultura do benefício
Solidarity
Charity
Welfare culture
Data do documento: 2006
Editor: Trajetos Revista de História da UFC
Citação: Pereira, M. F. R. (2006)
Resumo: Este artigo aborda a tendência atual de difusão de práticas que podem ser agrupadas sob o título de ações solidárias, entre as quais se inclui a caridade. A investigação na qual se fundamenta indicou que o volume imenso de ações caritativas em Fortaleza tem contribuído para assegurar a sobrevivência, nesta cidade, de relevante número de pobres. As práticas assistencialistas, passando por uma tentativa de modernização e às vezes assumindo um caráter de qualificação dos assistidos, não têm sido, entretanto, capazes de incluí-los na sociedade, como indivíduos suscetíveis de proverem a sua própria existência, ao mesmo tempo em que contribuem para desenvolver entre eles valores, comportamentos e expectativas que podem ser agrupadas sob a designação de cultura do benefício.
Abstract: This article touches on the current tendency of the diffusion of practices, which may be grouped under the title of solidarity actions, among which charity is included. Tlhe study in which it is based indicates that the intense volume of charitable actions in Fortaleza has contributed in securing the survival, in this city, of a great number of the poor. The social welfare practices, that are going through an attempt at modernization and at times are assuming the caracter of qualifying for employment those being helped, have nor been, however, capable of including them in the society as individuaIs able to promote their own existence. At the same time, these actions contribute to develop among them values, behaviors and expectations, which may be grouped under the designation of welfare culture.
Descrição: PEREIRA, Maria Florice Raposo. As práticas assistencialistas e a institucionalização da cultura do benefício. Trajetos Revista de História UFC, Fortaleza, v. 4, n. 8, p. 89-107, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21170
ISSN: 1676-3033
Aparece nas coleções:DHIS - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_art_mfrpereira.pdf7,69 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.