Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21188
Título: A repercussão da política nacional de plantas medicinais e fitoterápicos na formação superior em saúde no estado do Ceará entre 2006 e 2016
Título em inglês: The repercussion of the national policy of medicinal and phytotherapy plants in the higher education in health in the state of Ceará between 2006 and 2016
Autor(es): Sá, Kellen Miranda
Orientador(es): Lima, Alberto Sampaio
Palavras-chave: Medicamentos para a Atenção Básica
Cursos de Ciências da Saúde – currículo
Educação Superior em Saúde – currículo
Medicina de Família - Políticas Públicas
Educação em Saúde - Políticas Públicas
Data do documento: 2016
Citação: Sá, K. M.; Lima, A. S. (2016)
Resumo: A Política Nacional de Plantas Medicinais e Fitoterápicos (PNPMF) elaborada em 2006 pelo governo federal brasileiro, através do Decreto N° 5.813/06, estabeleceu nacionalmente diretrizes e linhas prioritárias para o desenvolvimento de ações voltadas à garantia do acesso e uso racional das plantas medicinais e fitoterápicos, colocando a capacitação técnico-científica dos profissionais envolvidos em toda a cadeia produtiva das plantas medicinais como estratégia para proporcionar à população o acesso seguro, eficaz e de qualidade a essa terapêutica. Porém, transcorrida uma década, verifica-se que a fitoterapia continua a ocasionar divergências entre profissionais de saúde. Tal situação pode estar relacionada a deficiências na formação acadêmica pela forte influência da indústria farmacêutica de quimiossíntese que direcionou os currículos e a evolução da prática médica no país. Por isso, a pesquisa procurou descobrir quais as repercussões geradas pela PNPMF na formação superior em saúde no estado do Ceará, no período de 2006 a 2016, partindo da hipótese que os profissionais de saúde (enfermeiros, farmacêuticos, fisioterapeutas, médicos, nutricionistas e odontologistas) não são capacitados plenamente ao trabalho com plantas medicinais na graduação e que isso se constitui um problema em saúde pública. O estado do Ceará foi escolhido porque se consagrou através do pioneirismo da fitoterapia em saúde pública e serviu de modelo para o restante do país. A pesquisa se constitui em um estudo de caso qualitativo-quantitativo, com abordagem exploratória e descritiva fazendo uso da técnica de triangulação. Promove um paralelo das informações relativas às profissões de saúde, desde dados das diretrizes curriculares nacionais às instituições de ensino superior cearenses e legislações dos conselhos de classe, agregando as opiniões dos diversos grupos envolvidos na temática educação superior e fitoterapia dentro e fora do estado, desde os especialistas na área aos discentes de saúde. Verificou-se no Ceará poucos avanços efetivados pela PNPMF na educação superior em saúde com muitos cursos de graduação voltados para a alopatia, o que repercute negativamente no enfrentamento do mercado de trabalho e na utilização da terapêutica, colaborando para a consolidação de um cenário preocupante. Faz-se necessária a tomada de medidas estratégicas em diversas áreas (educação, saúde, política e gestão) para a construção de um futuro condizente com a realidade sanitária, socioeconômica, cultural e tecnológica do Brasil no século vinte e um, que exige profissionais de saúde qualificados em consonância com uma fitoterapia de bases científicas frente ao grande avanço da busca por qualidade de vida na atualidade.
Abstract: The National Policy of Medicinal Plants and Phytotherapics (PNPMF), elaborated in 2006 by the Brazilian federal government, through Decree No. 5.813 / 06, established national guidelines and priority lines for the development of actions aimed at guaranteeing the access and rational use of medicinal plants And phytotherapeutics, placing the technical-scientific training of the professionals involved in the entire production chain of medicinal plants as a strategy to provide the population with safe, effective and quality access to this therapy. However, after a decade, it is verified that phytotherapy continues to cause divergences among health professionals. Such situation may be related to deficiencies in academic formation due to the strong influence of the chemosynthesis pharmaceutical industry that directed curricula and the evolution of medical practice in the country. Therefore, the research sought to discover the repercussions generated by the PNPMF in the higher education in health in the state of Ceará, from 2006 to 2016, based on the hypothesis that health professionals (nurses, pharmacists, physiotherapists, physicians, nutritionists and dentists ) Are not fully qualified to work with medicinal plants at graduation and that this constitutes a public health problem. The state of Ceará was chosen because it was consecrated through the pioneering of phytotherapy in public health and served as a model for the rest of the country. The research is a qualitative-quantitative case study, with an exploratory and descriptive approach using the triangulation technique. It promotes a parallel of the information on the health professions, from data of the national curricular guidelines to the higher education institutions of Ceará and the legislations of the class councils, adding the opinions of the different groups involved in the subject of higher education and phytotherapy in and out of the state, since Specialists in the field to health students. In Ceará, there were few advances made by the PNPMF in higher education in health with many undergraduate courses focused on allopathy, which has a negative impact on the labor market and the use of therapeutics, contributing to the consolidation of a worrying scenario. It is necessary to take strategic measures in various areas (education, health, politics and management) to build a future that is in keeping with the health, socioeconomic, cultural and technological reality of Brazil in the twenty-first century. Health professionals in line with a scientifically based herbal medicine in the face of the great advance of the quest for quality of life nowadays.
Descrição: SÁ, Kellen Miranda. A repercussão da política nacional de plantas medicinais e fitoterápicos na formação superior em saúde no estado do Ceará entre 2006 e 2016. 2016. 215f. – Dissertação (Mestrado) – Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Políticas Públicas e Gestão da Educação Superior, Fortaleza (CE), 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21188
Aparece nas coleções:POLEDUC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_kmsa.pdf2,64 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.