Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21210
Título: Re-tratos da juventude na cidade de Fortaleza: direitos humanos e intervenções micropolíticas
Título em inglês: Re-treatment youth in Fortaleza: human rights and micropolitical interventions
Autor(es): Barros, João Paulo Pereira
Acioly, Lilith Feitosa
Ribeiro, Júlia Alves Dias
Palavras-chave: Juventude
Violência urbana
Direitos humanos
Psicologia
Data do documento: 2016
Editor: Revista de Psicologia da UFC
Citação: Barros, J. P. P.; Acioly, L. F.; Ribeiro, J. A. D. (2016)
Resumo: Este artigo visa analisar processos de criminalização e extermínio de jovens em Fortaleza, capital brasileira com maior índice de homicídios desses segmentos, e dar visibilidade a práticas micropolíticas frente a tais aviltamentos de direitos humanos na periferia da cidade. Será utilizado o caso da cidade de Fortaleza para discutir relações entre estado neoliberal e recrudescimento da criminalização e do extermínio de jovens. Em um segundo momento, serão apresentadas experiências institucionais desenvolvidas por um projeto de extensão ligado ao Departamento de Psicologia da Universidade Federal do Ceará (UFC), em territórios de Fortaleza com expressivos registros de letalidade juvenil. Destacam-se experiências de criação de dispositivos de análise coletiva da violência urbana envolvendo jovens, na forma de oficinas e rodas de conversa realizadas entre 2015 e 2016, junto a moradores e trabalhadores sociais inseridos em um dos principais equipamentos da política de juventude fortalezense. Será apresentada também a participação das ações extensionistas em atos públicos voltados à problematização do encarceramento e do homicídio de adolescentes e jovens. Conclui-se o artigo apontando a proficuidade dessas análises e experiências para a formação em psicologia, articulando temas como violência, exclusão social e modos de subjetivação.
Abstract: This article aims to analyze processes of criminalization and young extermination in Fortaleza, Brazilian capital with the highest murder rate in these segments, and give visibility to micropolitical front interventions such deflements of human rights on the outskirts of the city. relations between neoliberal state and recrudescence of criminalization and extermination of young people will be discussed, emphasizing its brands in Fortaleza. In a second stage, interventions will be presented around the urban violence involving young people developed by extension practices related to the Department of Psychology at the Federal University of Ceará (UFC) in Fortaleza territories with signifcant records of juvenile mortality. Noteworthy are the experiences of creation of collective analysis devices, in the form of workshops and rounds of conversation held between 2015 and 2016, with the residents and social workers inserted in one of the main equipments of Fortaleza youth policy. You will see the participation of extension actions at public events aimed at questioning the imprisonment and murder of young people. We conclude the article pointing out the usefulness and the implication of the relationship between extension and research practices for training in psychology, articulating issues such as violence, social exclusion and modes of subjectivity.
Descrição: BARROS, João Paulo Pereira; ACIOLY, Lilith Feitosa; RIBEIRO, Júlia Alves Dias. Re-tratos da juventude na cidade de Fortaleza: direitos humanos e intervenções micropolíticas. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 7, n. 1, p. 115-128, jan./jun. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21210
ISSN: 2179-1740 (online)
0102-1222 (impresso)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_jppbarros.pdf357,42 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.