Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21214
Título: Orientação sexual e inclusão: um estudo de caso em organização varejista de Fortaleza
Título em inglês: Sexual orientation and inclusion: a case study in a retail organization Iin Fortaleza
Autor(es): Bastos, Elaine Marinho
Palavras-chave: Homossexualidade
Homofobia
Heteronormatividade
Preconceito
Discriminação
Data do documento: 2016
Editor: Revista de Psicologia da UFC
Citação: Bastos, E. M. (2016)
Resumo: A gestão da diversidade nas organizações é tema emergente em estudos organizacionais, apesar de alguns tabus ainda existentes. Observam-se formas de diversidade em que a invisibilidade é possível e menos estudada que as formas mais visíveis, como gênero ou etnia. Estudos apontam um crescimento de publicações que analisam a discriminação sofrida por indivíduos de orientação sexual diversa no ambiente organizacional, embora enfatizem que a diversidade sexual tem sido pouco estudada no Brasil. Ainda existe a discriminação diante de cargos hierarquicamente mais elevados, evidenciando uso de estereótipos e preconceitos, que comprometem a autoestima e geram sentimentos de exclusão. Tais aspectos foram evidenciados neste artigo a partir da percepção de inclusão em uma organização varejista de Fortaleza, Ceará, sob a ótica da orientação sexual dos entrevistados. Dez profissionais masculinos relataram sobre a percepção da orientação sexual e o sentimento de inclusão na organização em que trabalham. A pesquisa teve foco qualitativo, descritivo e exploratório, obtendo dados por meio de entrevista. Os principais resultados mostram que os discursos empresariais são pouco efetivos devido ao preconceito arraigado, a pouca permissividade gerencial e à ausência de senso coletivo de diversidade. Minorias e não minorias demonstraram preconceito e atitudes discriminatórias entre si, evidenciando dificuldades no respeito às diferenças.
Abstract: Diversity management in organizations is an emerging topic in organizational studies, although there are still some taboos. It is observed some forms of diversity where invisibility is possible and least studied than most of visible forms, such as gender or ethnicity. Studies point to a growth of publications that analyze discriminations suffered by individuals of different sexual orientation in the organizational environment, while emphasize that sexual diversity has been little studied in Brazil. There is still discrimination before hierarchically higher positions, showing the use of stereotypes and prejudices that undermine self-esteem and lead to feelings of exclusion. These aspects were highlighted in this article from the perception of inclusion in a retail organization in Fortaleza, Ceará, from the perspective of sexual orientation of the respondents. Ten male professionals reported on the perception of sexual orientation and sense of belonging in the organization they work for. This research has qualitative, descriptive and exploratory focus, obtaining data through interviews. Main results show that business speech are ineffective due to ingrained prejudice, poor management permissiveness and lack of collective sense of diversity. Minorities and non-minorities demonstrated prejudice and discriminative attitudes among themselves, showing diffculties regarding differences.
Descrição: BASTOS, Elaine Marinho. Orientação sexual e inclusão: um estudo de caso em organização varejista de Fortaleza. Revista de Psicologia, Fortaleza, v. 7, n. 1, p. 165-180, jan./jun. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21214
ISSN: 2179-1740 (online)
0102-1222 (impresso)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_embastos.pdf366,03 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.