Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21239
Título: O trabalho na contemporaneidade: análise das implicações subjetivas em um agente autônomo da bolsa de valores
Título em inglês: Work in the XXI century: analysis of the subjectification process in a stockbroker
Autor(es): Holanda, Ana Raquel Martins Diógenes
Leite, Lais Oliveira
Oliveira, Mariana Alves de
Arrais, Rebecca Holanda
Aquino, Cássio Adriano Braz de
Palavras-chave: Psicologia do trabalho
Subjetivação
Capitalismo financeiro
Work psychology
Subjectification
Financial capitalism
Data do documento: 2014
Editor: Revista Labor
Citação: Holanda, A. R. M. D.; Leite, L. O.; Oliveira, M. A.; Arrais, R. H.; Aquino, C. A. B. (2014)
Resumo: O trabalho tem papel central para a compreensão do homem como ser social. Portanto, mudanças nas suas configurações alteram a forma de socialização do homem e seus modos de ser, o que torna fundamental analisar suas repercussões nos processos de subjetivação. A emergência do neoliberalismo e do capitalismo financeiro provocam uma ruptura no modo como o trabalho vinha produzindo os processos de identidade.Neste texto pretende-se compreender como as tais transformações emergem no discurso de um trabalhador cuja atividade é típica da sociedade contemporânea, um agente autônomo de investimentos – ou corretor da bolsa de valores. O estudo de caso deu-se por meio de entrevista semiestruturada. Observou-se o aumento do individualismo, e da responsabilização do indivíduo por tudo o que possibilita o trabalho e advém dele; o esmaecimento das fronteiras entre a vida profissional e pessoal; a permanência da alienação do trabalhador em relação ao fruto de sua atividade; a mobilização que o trabalho realiza sobre as características do indivíduo, fazendo com que a construção da identidade ocorra em torno de sua ocupação. Não se defende uma nostalgia da sociedade salarial, mas destaca-se a multiplicidade de produções subjetivas que derivam da lógica laboral cada vez mais difusa e vulnerável.
Abstract: Work plays a central role in the comprehension of man as a social being. Changes in it ́s configuration affect man ́s socialization and ways of being, what turns the analysis of it ́s repercussion in the subjectification process fundamental. The rise of neoliberalism and financial capitalism cause a rupture in the way work had been producing identity processes. Here we intend to comprehend the way such transformations appear in the speech of a worker whose activity is typical from the contemporaneous society, a stockbroker. The case study was conduced thru a semi-structured interview. It was observed: a growth in the individualism; the fading of the frontiers between professional and personal life; the permanence of worker ́s alienation towards the result of it ́s activity; the construction of identity through work. There is no defence of the previous working configurations but an emphasis on the multiplicity of subjective productions that come from a working logic increasingly diffuse and vulnerable.
Descrição: HOLANDA, Ana Raquel Martins Diógenes; LEITE, Lais Oliveira; OLIVEIRA, Mariana Alves de; ARRAIS, Rebecca Holanda; AQUINO, Cássio Adriano Braz de. O trabalho na contemporaneidade: análise das implicações subjetivas em um agente autônomo da bolsa de valores. Revista Labor, Fortaleza, v. 1, n. 11, p. 45-61, 2014.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21239
ISSN: 1983-5000
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2014_art_cabaquino.pdf131,86 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.