Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2129
Título: Abordagem grupal para promoção da saúde de famílias com recém-nascidos hospitalizados
Título em inglês: Group approach for health promotion of families with hospitalized newly born
Autor(es): Silva, Maria Adelane Monteiro da
Orientador(es): Pinheiro , Ana Karina Bezerra
Palavras-chave: Recém-Nascido
Promoção da Saúde
Estrutura deGgrupo
Data do documento: 2009
Citação: SILVA, M. A. M. (2009)
Resumo: Partindo dos pressupostos de que a promoção da saúde deve ser desenvolvida em todo e qualquer espaço e que a enfermagem deve empenhar-se em meios para prestar não somente o cuidado clínico, mas intervenções que promovam a saúde de indivíduos e grupos; este estudo teve como referência a seguinte tese: “a abordagem grupal constitui ferramenta eficaz que contribui para a promoção da saúde de famílias com recém-nascidos hospitalizados”. Portanto, estabeleceu-se como objetivo analisar a eficácia da abordagem grupal para a promoção da saúde de famílias com recém-nascidos hospitalizados. Descrevem-se as ações realizadas junto a familiares com recém-nascidos internados em um hospital de Portugal e ainda compara as necessidades e mecanismos de enfrentamento das famílias desse país com as das famílias brasileiras. Trata-se de um estudo qualitativo com fundamentação na abordagem metodológica de pesquisa-cuidado, realizado no período de julho de 2007 a setembro de 2008, em um hospital da cidade do Porto-Portugal e em um anexo de um hospital de Sobral-CE-Brasil. Os sujeitos do estudo corresponderam a dez mães e dois pais que acompanhavam seus filhos internados no hospital da cidade do Porto; dezesseis mães que estavam alojadas na Casa da Mamãe, em Sobral-CE e atenderam aos critérios de inclusão; e ainda três auxiliares de enfermagem que cuidavam dessas mães em período intermitente. Na primeira etapa do estudo, realizada em Portugal, utilizaram-se as técnicas de observação livre e entrevista semi-estruturada, seguindo roteiros previamente elaborados. Na segunda etapa, desenvolvida na Casa da Mamãe em Sobral-CE-Brasil, utilizou-se como referencial teórico-metodológico para o desenvolvimento da abordagem grupal, o modelo proposto por Loomis (1979), o qual aborda o processo grupal, de acordo com os seguintes descritores: objetivos, estrutura, processo e resultados do grupo. Estes foram organizados em fases (planejamento, intervenção e avaliação). O grupo formado teve como objetivo primário o oferecimento de apoio entre seus integrantes. Foram realizadas quatorze sessões, que compreendiam três momentos: aquecimento, desenvolvimento e encerramento. As informações referentes ao grupo foram registradas em diário de campo, os principais momentos fotografados e o conteúdo verbal das sessões gravado. Os resultados do grupo foram avaliados segundo a percepção do coordenador, do grupo e de pessoas externas, sendo que os resultados evidenciados puderam ainda ser validados por meio de visitas domiciliárias às participantes. Percebeu-se que apesar de realidades socioeconômicas distintas, a experiência da hospitalização do filho recém-nascido se assemelha em muitos aspectos quando vivenciada pelos pais brasileiros e portugueses. A família desponta como uma das principais fontes de apoio. Vale ressaltar, que a estrutura familiar no Brasil, muitas vezes, apresenta-se fragilizada, dificultando o oferecimento de apoio. As ações realizadas no sentido da promoção da saúde dessas famílias precisam ser pautadas nas suas necessidades particulares, estarem organizadas e sistematizadas, a fim de que se revertam em uma política interna com o objetivo de reorientar o serviço na direção da promoção da saúde. Avaliou-se a abordagem grupal como positiva quando esta conseguiu atingir os objetivos a que se propôs. Embora se compreenda a abrangência das ações de promoção da saúde, tendo em vista o conceito ampliado de saúde, considera-se que a abordagem grupal pode se constituir uma estratégia de intervenção eficaz que pode garantir o mínimo que um indivíduo deveria receber para se ter condições de conduzir sua própria saúde e de sua família.
Descrição: SILVA, Maria Adelane Monteiro da. Abordagem grupal para promoção da saúde de famílias com recém-nascidos hospitalizados. 2009. 177 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade Federal do Ceará. Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Fortaleza, 2009.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/2129
Aparece nas coleções:DENF - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2009_tese_mamsilva.pdf1,31 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.