Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21363
Título: Práticas e saberes dos enfermeiros da atenção básica acerca da colpocitologia oncótica e inspeção visual
Título em inglês: Practices and knowledge of basic attention nurses about papanicolaou test and visual inspection
Autor(es): Franco, Rosana Gomes de Freitas Menezes
Orientador(es): Oriá, Mônica Oliveira Batista
Palavras-chave: Diagnóstico Precoce
Capacitação em Serviço
Neoplasias do Colo do Útero
Data do documento: 14-Ago-2013
Citação: FRANCO, R. G. F. M. ; ORIÁ, M.O. B. (2013)
Resumo: As elevadas taxas de morbimortalidade por Câncer de Colo Uterino (CCU) no Brasil podem dever-se à baixa cobertura populacional da Colpocitologia Oncótica (CO), além de condutas terapêuticas e diagnósticas insuficientes e/ou inadequadas. Objetivou-se avaliar as práticas e saberes dos enfermeiros da atenção básica acerca da CO e inspeção visual. Estudo descritivo-correlacional transversal, realizado em uma Instituição de Ensino Superior de Juazeiro do Norte-CE. A amostra foi não probabilística obtida por conveniência, totalizando 144 enfermeiros. Foi aplicado um questionário com informações acerca de conhecimentos dos enfermeiros sobre a Inspeção Visual com Ácido Acético, o teste de Schiller, reconhecimento e capacidade de descrever tecnicamente estruturas que são observadas na prática diária das consultas ginecológicas de enfermagem e a eficácia e segurança do profissional em indicar o aprofundamento diagnóstico quando se depara com uma alteração do colo uterino sugestiva de infecção pelo HPV, independentemente do resultado da CO. A análise exploratória dos dados valeu-se de frequências absolutas e relativas, médias e desvios-padrão, e a análise das variáveis categóricas. Verificou-se que a maioria dos entrevistados possuía idade entre 26 e 30 anos (N=78; 54,2%), com um ano ou menos (N=48; 33,3%) de atuação profissional, e que exerciam suas atividades no PSF (N=100; 69,4%), sobretudo em Juazeiro do Norte (N=49; 34%). Foi ainda verificado que 96,5% acreditavam que ainda existiam muitas informações desconhecidas ou novas sobre propedêutica do CCU e 97,2% reconheciam a necessidade de receberem atualizações, 68,1% afirmaram que a participação em treinamentos não interfere nas demais atividades profissionais. Percebeu-se que a experiência anterior dos enfermeiros na visualização do achado clínico apresentado variou de 14,6% a 48,6%. Na avaliação de práticas e saberes dos enfermeiros acerca do Teste de Schiller, o percentual de acerto maior dos enfermeiros foi de apenas 9,7% no que diz respeito à conservação dessa solução. Acerca da descrição das estruturas apontadas nas imagens clínicas, a estrutura que apresentou maior percentual de acerto (5,5%) entre os enfermeiros foi a identificação do canal cervical e junção escamo-colunar. Verificou-se que a linha de base de conhecimentos sobre a morfologia da cérvice uterina e a capacidade de reconhecer as estruturas anormais era insuficiente para a maior parte dos enfermeiros realizar com segurança a IV e o teste de Schiller. Diante desse resultado é importante a realização de treinamentos com estes profissionais, fato que é corroborado pelo interesse e motivação dos mesmos em relação a estas estratégias.
Abstract: The high morbidity and mortality rates for Cervical Cancer (CC) in Brazil may be due to the low population coverage of Oncotic Colpocytology (OC), as well as insufficient and/or inadequate therapeutic and diagnostic conducts. This study aimed to evaluate the practices and knowledge of primary care nurses about CC and visual inspection. This was a cross-sectional descriptive correlational study in a higher education institution in Juazeiro do Norte-CE. The sample was not probabilistic obtained by convenience, totaling 144 nurses. A questionnaire with information about the nurses’ knowledge about the Visual Inspection with Acetic Acid was applied, the Schiller test, recognition and ability to technically describe structures that are observed in the daily practice of nursing gynecologic consultations and the professional’s efficacy and safety in indicating the diagnosis depth when faced with a change suggesting cervical HPV infection, regardless the result of the CC. Exploratory data analysis took advantage of absolute and relative frequencies, means and standard deviations, and the analysis of categorical variables. It was found that most respondents were between 26 and 30 years (N = 78; 54.2%), with one year or less (N = 48; 33.3%) of professional experience, and who exercised their activities in the FHP (N = 100; 69.4%), especially in Juazeiro do Norte (N = 49; 34%). It was also found that 96.5% believed that there were still many unknown or new information on workup of CC and 97.2% recognized the need to receive updates, 68.1% said that participation in training does not interfere in other professional activities. It was noticed that the previous experience of nurses presented in the visualization of the clinical finding ranged from 14.6% to 48.6%. In the evaluation of the nurses’ practices and knowledge about the Schiller Test, a higher percentage of the nurses’ accuracy was only 9.7% with respect to the conservation of this solution. Concerning the description of the structures identified in the clinical images, the structure with the highest percentage of correctness (5.5%) among nurses was the identification of the cervical canal and the squamocolumnar junction. It was found that the baseline knowledge of the morphology of the cervix and the ability to recognize abnormal structures was insufficient for most of the nurses to perform safely the IV and the Schiller Test. Given this result it is important to conduct training with these professionals, a fact that is corroborated by their interest and motivation in relation to these strategies.
Descrição: FRANCO, R. G. F. M. Práticas e saberes dos enfermeiros da atenção básica acerca da colpocitologia oncótica e inspeção visual. 2013. 95 f. Dissertação (Mestrado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2013.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21363
Aparece nas coleções:DENF - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_rgfmfranco.pdf1,03 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.