Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21413
Título: Integração desconolizadora do poder ou a integração dos povos pelos povos
Autor(es): Holanda, Francisco Uribam Xavier de
Palavras-chave: Ciência política
Integração cultural dos povos
Mercado e intercâmbio
Processo produtivo
Data do documento: 2011
Editor: Edufro
Citação: Holanda, F. U. X. (2011)
Resumo: A economia e a ciência política quando tratam da integração a fazem, principalmente a primeira, mirando o foco na articulação entre mercados e intercâmbios de processos produtivos. Os governos, por sua vez, não empreendem esforços para que se efetive uma real confraternização entre gente de todas as etnias, línguas e idades. O avanço dos processos de democratização tem ajudado a ciência política a tematizar sobre a importância da sociedade civil local, e até planetária, mas não se tem notícias de que governos sejam de países pobres ou ricos, tenham se encontrado para elaborar cartas de intenções ou tratados para construção de uma sociedade civil planetária ou de um governo mundial. Muito se tem falado sobre a falência do sistema das Organizações das Nações Unidas – ONU, alguns falam que ele já não é mais adequado para nova configuração da ordem mundial contemporânea; mas o sistema da ONU nunca foi uma iniciativa para a integração cultural dos povos.
Descrição: HOLANDA, Francisco Uribam Xavier de. Integração desconolizadora do poder ou a integração dos povos pelos povos. In: VIANA, João Paulo Saraiva; VASCONCELLOS, Patrícia Mara Cabral de; MIGUEL, Vinícius Valentin Raduan. Integração Sul-Americana: desafios e perspectivas. Porto Velho: Edufro, 2011. p. 182-199.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21413
Aparece nas coleções:DCSO - Capítulos de livro

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_capliv_fuxholanda.pdf254,78 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.