Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21420
Título: Uma análise da reestruturação do Sistema Financeiro Nacional após o Plano Real e seus efeitos sobre o nível de provisionamento da carteira de crédito
Autor(es): Fernandes, Dimas Tadeu Madeira
Orientador(es): De Luca, Márcia Martins Mendes
Palavras-chave: Mercado financeiro
Créditos
Reforma monetária
Data do documento: 2006
Citação: FERNANDES, D. T. M. (2006)
Resumo: Buscar conhecer as principais intervenções ocorridas no Sistema Financeiro Nacional após o Plano Real bem como o comportamento verificado no percentual de provisão da carteira de crédito frente a essas intervenções é o objetivo a ser perseguido neste estudo. Para tanto realizou-se uma pesquisa exploratória com o fim de aprofundar o conhecimento sobre as características de cada uma das intervenções ocorridas e uma pesquisa documental que permitisse recuperar os dados necessários para o cálculo do percentual de provisão. Das quatro intervenções analisadas, três se caracterizaram como programas de reestruturação, cada um direcionado para um segmento específico do SFN. O primeiro dos programas foi direcionado para os médios e grandes bancos privados, em estado de insolvência por ocasião do lançamento do Plano Real, tendo sido custeado por recursos do próprio SFN, através do depósito compulsório. Seu objetivo era transferir a parte saudável do banco para um novo controlador e liquidar a parte de difícil recuperação. Já os programas direcionados para o segmento dos bancos públicos, estadual e federal, foram custeados com a emissão de títulos da dívida pública federal e buscavam sanear e privatizar os bancos estaduais bem como permitir o enquadramento dos bancos federais na nova norma de provisionamento editada pelo BACEN em 1999, esta última se configurando como a quarta intervenção do período pós Real. Essa quarta intervenção teve como foco todo o SFN e se caracterizou pela implementação de uma moderna e rigorosa regra de classificação de risco e provisionamento, dentro dos preceitos do Acordo de Basiléia. A análise dos gráficos com o comportamento do nível de provisionamento no período, em cada um dos segmentos do SFN, demonstrou que todas as intervenções ocorridas resultaram na elevação do percentual de provisionamento da carteira de crédito, sobretudo por ocasião da implementação da nova regra de provisionamento pelo BACEN. Ficou demonstrado também que os bancos públicos, por historicamente apresentarem um nível baixo de provisionamento, foram os que apresentaram o maior crescimento nesse item, estando atualmente com um nível superior ao do segmento privado. Ao final do estudo conclui-se que as intervenções analisadas modernizaram e deram uma maior solidez ao SFN tornando-o mais conservador no segmento de crédito e mais preparado para enfrentar conjunturas econômicas desfavoráveis.
Abstract: Searching to know the main interventions happened in the National Financial System (SFN) after Real Plan, as well as the behavior identified in the percentile of allowance of the credit portfolio facing such interventions, is the aim to be reached in this paper. For this intend, an exploratory research was made, in order to deepen the knowledge about the features of each one of the happened interventions and a documental research that could allow to recover the necessary data for the calculation of the percentile of allowance required. From the four analyzed interventions, three of them were characterized as restructuring programs, each one addressed to a specific segment of SFN. The first program was directed to the medium and big private banks, in insolvency state in the moment of the Real Plan launch, having been financed by SFN resources, through the compulsory deposit. Its objective was to transfer the healthy part of the bank to a new controller and to liquidate the part of difficult recovery. In the case of the programs directed to the segment of the public banks, in the state and federal spheres, they were financed by the underwriting of federal public bonds intended to clean up and privatize the state banks as well as to allow the enrollment of the federal banks in the new allowance rules published by the Brazilian Central Bank (BACEN) in 1999, which is the fourth intervention in the period after Real Plan. This fourth intervention had like focus the whole SFN and was characterized by the implementation of a modern and rigorous rule of risk classification and allowance, under the precepts of the Basel Agreement. The analysis of the graphs with the behavior of the allowance level for the period, in each one of the segments of SFN, demonstrated that all the happened interventions resulted in the increase of the allowance percentile of the credit portfolio, above all when the new allowance rule was implemented by BACEN. It was also demonstrated that the public banks, for having historically a low level of allowance, were the ones that presented the largest growth in this item, being now in a superior level if compared to the private segment. At the end of the paper, the conclusion is that the analyzed interventions modernized and gave a better strength to SFN, which became more conservative in the credit segment and more prepared to face unfavorable economic conjunctures.
Descrição: FERNANDES, Dimas Tadeu Madeira. Uma análise da reestruturação do Sistema Financeiro Nacional após o Plano Real e seus efeitos sobre o nível de provisionamento da carteira de crédito. 2006. 133 f. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal do Ceará, Faculdade de Economia, Administração, Atuária, Contabilidade e Secretariado, Fortaleza-CE, 2006.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21420
Aparece nas coleções:PPAC - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2006_dis_dtmfernandes.pdf2,61 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.