Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21504
Título: Respiratory changes related to prematurity in neonatal intensive care
Título(s) alternativo(s): Alterações respiratórias relacionadas à prematuridade em terapia intensiva neonatal
Autor(es): Krey, Francieli Cristina
Gomes, Joseila Sonego
Benetti, Eliane Raquel Rieth
Cruz, Cibele Thomé da
Stübe, Mariléia
Stumm, Eniva Miladi Fernandes
Palavras-chave: Recém-Nascido
Prematuro
Terapia Intensiva Neonatal
Data do documento: Nov-2016
Editor: Rev Rene
Citação: KREY, F. C. ; GOMES, J. S. ; BENETTI, E. R. R. ; CRUZ, C. T. ; STÜBE, M. ; STUMM, E. M. F. (2016)
Resumo: Objetivo: identificar alterações clínicas respiratórias em recém-nascidos pré-termo internados em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal. Métodos: pesquisa documental, com145 prontuários, por meio de instrumento com variáveis sociodemográficas de recém-nascidos pré-termo e respectivas mães . Resultados: a maioria dos nascidos era do sexo masculino, 66,9%nascidos por via cirúrgica, 64,8%com prematuridade moderada e peso de nascimento entre 1.500 e 2.500 gramas. Dentre as alterações respiratórias, destacaram-se disfunção respiratória precoce, membrana hialina e apneia. Em relação aos fatores obstétricos relacionados à prematuridade, constatou-se prevalência de mulheres em trabalho de parto prematuro (42,8%), bolsa rota (32,4%) e pré- eclâmpsia (20,7%), além de outros. Conclusão : constatou-se incidência elevada de nascidos prematuros, com alterações respiratórias importantes.
Abstract: Objective: to identify respiratory clinical changes in preterm newborns hospitalized in the Neonatal Intensive Care Unit. Methods: this is a documentary research with 145 medical records by an instrument with sociodemographic variables of preterm newborns and their mothers. Results: most of the newborn were male, 66.9% were born surgically, 64.8% were moderately premature, and the birth weights were between 1,500 and 2,500 grams. Among the respiratory changes, there were early respiratory dysfunction, hyaline membrane, and apnea. There was the prevalence of women in preterm labor (42.8%), water breaking (32.4%) and pre-eclampsia (20.7%) among others were found to be related to obstetric factors related to prematurity. Conclusion : a high incidence of preterm births was observed, with significant respiratory changes.
Descrição: KREY, Francieli Cristina et al. Respiratory changes related to prematurity in neonatal intensive care. Rev Rene, Fortaleza, v. 17, n. 6, p. 766-73, nov./dec. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21504
ISSN: 2175-6783 On-line
Aparece nas coleções:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_fckrey.pdf225,77 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.