Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21508
Título: Comfort of formal and informal caregivers to palliative care patients in primary health care
Título(s) alternativo(s): Conforto de cuidadores formais e informais de pacientes em cuidados paliativos na atenção primária à saúde
Autor(es): Meneguin, Silmara
Ribeiro, Rafaela
Ferreira, Maria de Lourdes da Silva Marques
Palavras-chave: Atenção Primária à Saúde
Cuidadores
Cuidados Paliativos
Data do documento: Nov-2016
Editor: Rev Rene
Citação: MENEGUIN, S. ; RIBEIRO, R. ; FERREIRA, M. L. S. M. (2016)
Resumo: Objetivo: analisar o conforto de cuidadores formais e informais de pacientes em cuidados paliativos, identificando as variáveis associadas às dificuldades de cuidado no domicílio. Métodos: estudo transversal, realizado com 50 cuidadores de pacientes em cuidados paliativos, atendidos pela Estratégia Saúde da Família, utilizando o General Comfort Questionnaire. Resultados: a maioria dos cuidadores era mulher (86,0%), idade média de 52 anos, com companheiros (68,0%) e praticantes de alguma religião (72,0%). Os escores de conforto oscilaram entre 202 e 263, com mediana de 235. Constatou-se relação inversa entre os escores do General Comfort Questionnaire e o cuidador relatar ter alguma dificuldade no cuidado prestado aos pacientes em cuidados paliativos (OR=0,90; IC 95,0% 0,81-1,01). Conclusão: o nível de conforto dos cuidadores de pacientes em cuidados paliativos foi relativamente bom e esteve associado às dificuldades de cuidado no domicílio.
Abstract: Objective: to analyze the comfort of formal and informal caregivers to palliative care patients, identifying the variables associated with the difficulties for home care. Methods: cross-sectional study involving 50 caregivers of palliative care patients attended in the Family Health Strategy, using the General Comfort Questionnaire . Results: most caregivers were women (86.0%), with a mean age of 52 years, with partners (68.0%) and practicing some religion (72.0%). The comfort scores ranged between 202 and 263, with a median of 235. An inverse relation was verified between the General Comfort Questionnaire score and caregiver reports of some difficulty in care delivery to palliative care patients (OR=0.90; 95.0% CI 0.81-1.01). Conclusion: the comfort level of the palliative care patients’ caregivers was relatively good and was associated with the difficulties in home care.
Descrição: MENEGUIN, Silmara ; RIBEIRO, Rafaela ; FERREIRA, Maria de Lourdes Silva Marques. Comfort of formal and informal caregivers to palliative care patients in primary health care. Rev Rene, Fortaleza, v. 17, n. 6, p. 797-803, nov./dec. 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21508
ISSN: 2175-6783 On-line
Aparece nas coleções:DENF - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_art_meneguin.pdf237,33 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.