Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21544
Título: Nicho trófico e aspectos bionômicos da abelha solitária Tetrapedia diversipes KLUG (Hymenoptera, Apidae, Tetrapediini)
Título em inglês: Bionomic aspects and trophic niche of bee lone Tetrapedia diversipes KLUG (Hymenoptera, Apidae, Tetrapediini)
Autor(es): Cavalcante, Arianne Moreira
Orientador(es): Freita, Breno Magalhães
Palavras-chave: Abelhas solitárias
Ninhos-armadilha
Dieta de imaturos
Data do documento: 2016
Citação: CAVALCANTE, A. M. (2016)
Resumo: No mundo existem mais de 20.000 espécies de abelhas descritas. Dentre elas, estão as abelhas solitárias Tetrapedia diversipes pertencentes à tribo Tetrapediini, a qual ocorre exclusivamente na região neotropical. As fêmeas de T. diversipes, assim como os machos, possuem adaptações morfológicas e comportamentais que permite a coleta de lipídeos florais, utilizado pelas fêmeas na alimentação de larvas, na construção das células de cria e na impermeabilização dos ninhos. Essas abelhas possuem hábitos de nidificação variados, pois nidificam no solo, em termiteiros ou em cavidades pré-existentes em madeira, possibilitando a utilização de ninhos-armadilha nas áreas de estudo. Esse método permite a obtenção de informações sobre o comportamento de nidificação, arquitetura dos ninhos e recursos fornecidos para as larvas. Todo esse conhecimento fornece subsídios para estudos sobre os requerimentos ambientais dessas abelhas, bem como para o desenvolvimento de técnicas de manejo, visando à manutenção dessas abelhas nativas no meio ambiente. Nesse sentido, o objetivo deste trabalho foi estudar a bionomia de Tetrapedia diversipes e identificar as espécies de plantas usadas na dieta de seus imaturos, por meio da análise cropopalinológica. O estudo foi realizado no Setor de Abelhas da Universidade Federal do Ceará, no período entre dezembro de 2014 e setembro de 2015, através da disponibilização de ninhos-armadilha confeccionados em cartolina preta e canudos de plásticos transparentes. Durante o estudo, foram registrados 135 ninhos onde o maior percentual de nidificações ocorreu no final do período chuvoso e início do período seco; contudo, não houve diferença significativa entre a taxa de nidificação mensal (%) e as variáveis climáticas avaliadas: temperatura (°C) r = - 0,1635; p = 0,6517; umidade relativa do ar (%) r = 0,4954; p = 0,1454 e precipitação pluviométrica (mm) r = 0,4285; p = 0,2166. O número de células de cria construídas por essas abelhas em cada ninho variou de 1 a 8, totalizando 593 células. Nesses ninhos, emergiram 297 fêmeas, 151 machos e indivíduos de duas espécies parasitas. As fêmeas de Tetrapedia diversipes utilizaram recursos de 29 espécies de plantas para alimentar sua prole. O tipo polínico com maior representatividade na dieta dessas abelhas foi Dalechampia sp. (Euphorbiaceae) compondo 59,57% de todo pólen analisado. A análise individual das fezes presentes nas células de machos (n = 31) e de fêmeas (n = 66) revelou que a dieta dos machos é composta por mais tipos polínicos do que a dieta das fêmeas. Contudo, quando comparada com a amplitude do nicho trófico entre os dois sexos, os machos apresentaram uma dieta menos diversa em relação às fêmeas (H’F= 1.32; H’F= 1.08; t= 16.371; p< 0.0001). O estudou indicou, também, que houve uma forte sobreposição na utilização de plantas como fonte de pólen, sendo de 98,9% (CH= 0.989) entre os dois sexos; contudo, não houve diferença estatística na distribuição de frequência dos itens alimentares de machos e fêmeas (D = 0,214; p = 0,341). Os tipos polínicos Dalechampia sp. (Euphorbiaceae) e o Talinum triangulare (Portulacaceae) foram mais frequentes, tanto na dieta das fêmeas como na dieta dos machos. Este estudo permitiu verificar que T. diversipes nidificou tanto na estação chuvosa como na estação seca, apresentando baixos índices de parasitismo. Os resultados das amostras de fezes dessas abelhas evidenciou que a dieta dos imaturos é rica em diferentes tipos polínicos, indicando que essa espécie é polilética.
Abstract: In the world, there are more than 20,000 species of bees described. Among them there are the solitary bees Tetrapedia diversipes, belonging to Tetrapediini tribe, which occur exclusively in the Neotropics. T. diversipes. The females, as well as males, have morphological and behavioral adaptations that allow the collection of floral lipids used by females in feeding larvae, in the construction of brood cells and sealing of the nests. These bees have varied nesting habits, for ground-nesting in termitaria or pre-existing cavities in wood, enabling the use of trap nests in the study areas. This method allows to obtain information about the nesting behavior, nest architecture and resources provided to the larvae. All this knowledge provides grants for studies on environmental requirements of these bees, as well as for the development of management techniques for the maintenance of these native bees in the environment. In this sense, the objective of this study was to bionomics of Tetrapedia diversipes and identify the plant species used in the diet of their immature, through cropopalinologica analysis. The study was conducted at the Federal University of Ceará Bees industry in the period between December 2014 and September 2015 by providing trap nests made of black paper and straws transparent plastic. During the study were recorded 135 nests where the highest percentage of Nest establishment occurred at the end of the rainy season and early dry season, but there was no significant difference between the monthly nesting rate (%) and evaluated climate variables: temperature (° C) r = -0.1635; p = 0.6517; relative humidity (%) r = 0.4954; p = 0.1454 and rainfall (mm) r = 0.4285; p = 0.2166. The number of cells creates constructed by these bees in each nest ranged from 1 to 8, a total of 593 cells. In these nests emerged 297 females, 151 males and two individuals parasitic species. The Tetrapedia diversipes females used resources of 29 plant species to feed their offspring. The pollen type with the largest representation in the diet of these bees was Dalechampia sp. (Euphorbiaceae) composing 59.57% of all analyzed pollen. The specific analysis of stool present in males cells (n = 31) and female (n = 66) revealed that the diet of male pollen is composed of more types than diet females. However, when compared with the amplitude of the trophic niche between the two sexes, males had a less diverse diet compared to females (H'F = 1:32; H'F = 8.1; t = 16,371; p <0.0001). The studied also indicated that there was a strong overlap in the use of plants as pollen source of 98.9% (CH = 0.989) between the two sexes, but there was no statistical difference in the frequency distribution of the food items of males and females (D = 0.214; p = 0.341). The pollen types Dalechampia sp (Euphorbiaceae) and Talinum triangulare (Portulacaceae) were more frequent in both diet of females as males in the diet. This study showed that T. diversipes both built their nests in the rainy season and the dry season has low levels of parasitism. The results of stool samples of these bees showed that the diet is rich in immature different pollen types indicating that this species is polilética.
Descrição: CAVALCANTE, Arianne Moreira. Nicho trófico e aspectos bionômicos da abelha solitária Tetrapedia diversipes KLUG (Hymenoptera, Apidae, Tetrapediini). 2016. 58 f. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21544
Aparece nas coleções:PPGZO - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_amcavalcante.pdf1,72 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.