Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21559
Título: Microcrédito para “empreendedores”: a im(pertinência) da política de geração de ocupação e renda e combate à pobreza no mundo do trabalho contemporâneo
Autor(es): Santiago, Eduardo Girão
Palavras-chave: Microfinanças
Políticas públicas
Geração de ocupação de renda
Data do documento: 2011
Editor: XVI Encontro Nacional de Economia Política
Citação: Santiago, E. G. (2011)
Resumo: O presente artigo aborda o tema das microfinanças do ponto de vista conceitual, na perspectiva de analisá-lo enquanto políticas públicas destinadas à pequena produção informal. Serão apresentadas as principais características dos programas de microcrédito desenvolvidos, em especial, na América Latina. O texto traz, também, uma breve reconstituição histórica das formas de apoio financeiro a setores produtivos debilitados, descortinando experiências europeias dos séculos XVIII e XIX. Procurou-se analisar a emergência do microcrédito no Brasil, ressaltando o seu processo operacional marginal, até chegar ao marco legal, com o advento do Proger. Por fim, este trabalho enfoca os limites e possibilidades dos programas de microcrédito como instrumentos de geração de ocupação e renda para microempreendedores no modelo de acumulação flexível de capital.
Descrição: SANTIAGO, Eduardo Girão. Microcrédito para “empreendedores”: a im(pertinência) da política de geração de ocupação e renda e combate à pobreza no mundo do trabalho contemporâneo. In: ENCONTRO NACIONAL DE ECONOMIA POLÍTICA: Dilemas do Desenvolvimento Brasileiro, 16., 2011, Uberlândia. Anais... Uberlândia: Tec Art Editora, 2011. 22 p.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21559
ISSN: 2177-8345
Aparece nas coleções:DCSO - Trabalhos apresentados em eventos

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2011_eve_egsantiago.pdf107,69 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.