Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21572
Título: Biofilmes do complexo Sporothrix schenckii: formação e sensibilidade in vitro
Título em inglês: Sporothrix schenckii complex biofilms: in vitro formation and susceptibility
Autor(es): Aguiar, Felipe Rodrigues Magalhães de
Orientador(es): Brilhante, Raimunda Sâmia Nogueira
Palavras-chave: Biofilmes
Sporothrix
Sensibilidade
Antifúngico
Data do documento: 17-Nov-2016
Citação: AGUIAR, F. R. M. ; BRILHANTE, R. S. N. (2016)
Resumo: A esporotricose é uma micose subcutânea cosmopolita, encontrada, principalmente, em áreas tropicais e subtropicais da América Latina, sendo causada por espécies do complexo Sporothrix schenckii. O objetivo deste estudo foi demonstrar a capacidade de fungos do complexo S. schenckii de produzir biofilmes in vitro e determinar o perfil desses biofilmes frente às drogas antifúngicas clássicas. Foram utilizadas 4 espécies do complexo Sporothrix schenckii: S. brasiliensis (n=10), S. schenckii sensu stricto (n=2), S. globosa (n=2) e S. mexicana (n=4). A formação dos biofilmes foi feita através da transferência de inóculos de 2 x 105 conídios/mL para placas de microdiluição, que foram incubadas a 25 °C por 5 dias. Após cada dia de incubação, realizaram-se ensaios de XTT e Cristal violeta, para se determinar a atividade metabólica e biomassa dos biofilmes, respectivamente. Para os ensaios de sensibilidade, três concentrações diferentes (MIC planctônico, 10 x MIC e 50 x MIC) dos antifúngicos anfotericina B (AMB), caspofungina (CAS), cetoconazol (KTC), voriconazol (VRC) e fluconazol (FLC) foram transferidas para os poços com biofilmes, que foram incubados por 72 horas a 25 °C. O perfil dos biofilmes frente às drogas antifúngicas foi determinado através de ensaios de XTT e cristal violeta. Biofilmes foram produzidos em lamínulas de Thermanox™ para visualização através de microscopia óptica com coloração de vermelho-congo, microscopia eletrônica de varredura e microscopia confocal. Verificou-se que todas as espécies do complexo S. schenkii são fortes formadoras de biofilme, não havendo diferença de formação entre as espécies. A absorbância dos biofilmes após exposição às drogas demonstrou que a biomassa e a atividade metabólica foram reduzidas de forma significativa (p<0,05), principalmente, em S. brasiliensis. Os antifúngicos testados mostraram redução na atividade metabólica e biomassa, principalmente, em concentrações 50 vezes maiores que os MICs planctônicos, demonstrando o incremento protetivo que a forma séssil possui frente à forma planctônica.
Abstract: Sporotrichosis is a cosmopolitan subcutaneous mycosis, found mainly in tropical and subtropical areas of Latin America, caused by species of Sporothrix schenckii complex. The aim of this study was to demonstrate the capacity of Sporothrix schenckii complex to produce in vitro biofilms and to determine the profile of these biofilms against to classical antifungal drugs. Four species from Sporothrix schenckii complex were used: S. brasiliensis (n=10), S. schenckii sensu stricto (n=2), S. globosa (n=2) and S. mexicana (n=4). The formation of biofilms was performed by transferring inoculum of 2 x 105 conidia/mL for microdilution plates, which were incubated at 25 °C for 5 days. After each day of incubation, XTT and Crystal Violet assays were made to determine the metabolic activity and biomass of biofilm, respectively. For susceptibility tests, three different concentrations (planktonic MIC, 10 x MIC and 50 x MIC) of antifungals amphotericin B (AMB), caspofungin (CAS), ketoconazole (KTC), voriconazole (VRC) and fluconazole (FLC) were transferred to biofilm wells, which were incubated for 72 hours at 25 °C. The biofilms profile then antifungal drugs presence was determined by the XTT and crystal violet assays. Biofilms were produced in Thermanox™ coverslips for viewing by optical microscopy with congo-red staining, scanning electron microscopy and confocal microscopy. It was found that all species from S. schenckii complex are strong biofilm-forming, with no difference formation between them. Absorbance of biofilm after drug exposure showed that biomass and metabolic activity was significantly reduced (p<0.05), mainly in S. brasiliensis. Antifungal drugs tested showed metabolic activity and biomass reduction, especially at concentrations 50 times higher than the planktonic MICs, demonstrating the protective increase in sessile form when compared for planktonic form.
Descrição: AGUIAR, F. R. M. Biofilmes do complexo Sporothrix schenckii: formação e sensibilidade in vitro. 2016. 97 f. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Médica) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21572
Aparece nas coleções:DPML - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_frmaguiar.pdf2,26 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.