Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21653
Título: Biopolítica e confissão: cenas do grupo terapêutico com pacientes obesos
Título em inglês: Biopolitics and confession: scenes of group therapy with obese patients
Autor(es): Gonçalves, Shirley Dias
Miranda, Luciana Lobo
Palavras-chave: Biopolítica
Confissão
Obesidade
Cirurgia bariátrica
Biopolitics
Confession
Obese patients
Bariatric surgery
Data do documento: 2012
Editor: Psicologia & Sociedade
Citação: Gonçalves, S. D.; Miranda, L. L. (2012)
Resumo: Este trabalho é baseado numa pesquisa realizada em um hospital público, especializado em cirurgia bariátrica na cidade de Fortaleza- CE e teve como objetivo investigar os discursos que circulam no grupo terapêutico realizado com pacientes diagnosticados obesos e como esses pacientes são subjetivados por esses discursos. A metodologia utilizada foi a observação participante do referido grupo composto por pacientes de ambos os sexos que estavam na fase pré e pós-operatória. Foram analisados dois dispositivos presentes no controle da obesidade: a biopolítica e a confissão. A cirurgia bariátrica funciona como uma estratégia biopolítica que incide sobre o corpo de uma população obesa e a confissão atua como tecnologia de si. Assim, esse trabalho buscou problematizar como o corpo obeso é demarcado por práticas de saber-poder que o constituem. Também se tratou de analisar as resistências ao discurso médico-científico sobre saúde, beleza e boa forma dos corpos.
Abstract: This work focuses on a research conducted in a Brazilian community hospital specialized in bariatric surgery (in Fortaleza, state of Ceará) with the aim of analyzing therapy group discussions with obese patients and how the patients are subjected by these discussions. The research used participant observation methodology. The group was composed of both male and female patients in the pre- and post-operative periods. Two obesity control devices were analyzed: biopolitics and confession. Bariatric surgery acts as a biopolitical strategy on the obese population body, and confession works as a technology of the self. Therefore, this work questioned how knowledge-power practices determine an obese body. Additionally, the research analyzed the resistance to medical-scientific discussions regarding body health, beauty and fitness.
Descrição: GONÇALVES, Shirley Dias; MIRANDA, Luciana Lobo. Biopolítica e confissão: cenas do grupo terapêutico com pacientes obesos. Psicologia & Sociedade, Belo Horizonte, v. 24, p. 94-103, 2012.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21653
ISSN: 0102-7182 (impresso)
1807-0310 (online)
Aparece nas coleções:DPSI - Artigos publicados em revistas científicas

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012_art_llmiranda.pdf313,55 kBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.