Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21795
Título: “Todos buscamos a melhoria da saúde, mas trabalhamos isoladamente”: integração entre vigilância sanitária e atenção primária à saúde
Título em inglês: "Todos os meios de saúde, mas trabalhamos isoladamente": integração entre vigilância sanitária e atenção primária à saúde
Autor(es): Sales Neto, Manoel Ribeiro de
Orientador(es): Gondim, Ana Paula Soares
Palavras-chave: Vigilância Sanitária
Atenção Primária à Saúde
Integralidade em Saúde
Gestão em Saúde
Data do documento: 22-Dez-2016
Citação: SALES NETO, M. R. ; GONDIM, A. P. S. (2016)
Resumo: A integralidade é o princípio que determina a articulação entre os serviços e ações do Sistema Único de Saúde (SUS). A integração entre Vigilância Sanitária (VISA) e Atenção Primária à Saúde (APS), por meio da promoção da saúde e da educação em saúde, proporciona a identificação mais eficiente dos riscos sanitários de cada território. A VISA é, entretanto, tradicionalmente isolada das demais ações de saúde. O objetivo deste estudo é compreender a integração entre VISA e APS segundo a perspectiva dos trabalhadores e gestores que atuam nesses núcleos em Fortaleza - CE. É um estudo descritivo com abordagem qualitativa, realizado de janeiro a novembro de 2016. Foram selecionados trabalhadores e gestores da VISA e da APS que possuíam pelo menos um ano de atuação no respectivo núcleo. Além disso, incluíram-se profissionais com a maior variação possível de tempo de serviço, local de trabalho e cargo ocupado. Utilizou-se a saturação para definir o encerramento da coleta de dados que se realizou por meio de revisões de documentos, observações participantes e entrevistas semiestruturadas guiadas por roteiros. Com suporte na análise de conteúdo temática, foram construídas as seguintes categorias: formação para atuação na VISA e na APS; atribuições da VISA e da APS; planejamento das atividades de VISA e de APS; atividades da VISA e da APS; integração entre VISA e APS; dificuldades e facilidades para a integração entre VISA e APS. A maioria dos 44 profissionais entrevistados é do sexo feminino e possui especialização. Os resultados demonstram que algumas atividades são desenvolvidas de modo compartilhado pelos profissionais da VISA e da APS, como as reuniões sobre as condições sanitárias das unidades de saúde. Essas atividades, no entanto, não acontecem rotineiramente e não são totalmente formalizadas. Os entrevistados consideram que a integração entre os núcleos estudados é importante para a melhoria da saúde da população e sugerem várias outras atividades que podem ser desenvolvidas de maneira compartilhada, como educação em saúde para a população e investigação de produtos possivelmente causadores de reações adversas. Identificaram-se, todavia, vários fatores que comprometem a integração entre os núcleos estudados, como a deficiência na formação em VISA, a falta de conectividade entre os trabalhadores, o desconhecimento de que VISA e APS possuem atribuições comuns e ênfase no desenvolvimento de atividades de fiscalização pela VISA. Além disso, os trabalhadores de um núcleo não conhecem os profissionais e as atividades pertencentes ao outro núcleo. Conclui-se que a integração dos núcleos de VISA e da APS estudados não está totalmente consolidada. Os resultados alertam para a necessidade de espaços coletivos onde os trabalhadores possam se conhecer e se responsabilizar pelo desenvolvimento compartilhado de atividades.
Abstract: Integrity is the principle that determines the articulation between the services and actions of the Unified Health System (SUS). The integration between Health Surveillance (VISA) and Primary Health Care (PHC), through the promotion of health and health education, provides the most efficient identification of the sanitary risks of each territory. VISA is, however, traditionally isolated from other health actions. The objective of this study is to understand the integration between VISA and APS according to the perspective of the workers and managers who work in these nuclei in Fortaleza - CE. It is a descriptive study with a qualitative approach, carried out from January to November 2016. We selected workers and managers of VISA and APS who had at least one year of work in the respective nucleus. In addition, professionals with the greatest possible variation of length of service, place of work and occupied position were included. Saturation was used to define the closure of the data collection, which was performed through document reviews, participant observations and semi-structured interviews guided by scripts. With support in the thematic content analysis, the following categories were built: training for VISA and APS; Responsibilities of VISA and APS; Planning of VISA and PHC activities; Activities of VISA and APS; Integration between VISA and APS; Difficulties and facilities for integration between VISA and APS. Most of the 44 professionals interviewed are female and have specialization. The results show that some activities are developed in a shared way by VISA and PHC professionals, such as meetings on health conditions of health facilities. These activities, however, do not happen routinely and are not fully formalized. Interviewees consider that integration among the nuclei studied is important for improving the health of the population and suggests a number of other activities that can be developed in a shared way, such as health education for the population and investigation of products possibly causing adverse reactions. However, a number of factors have been identified that compromise integration among the studied groups, such as the lack of training in VISA, the lack of connectivity among workers, the lack of knowledge that VISA and APS have common attributions and an emphasis on the development of Supervision by VISA. In addition, workers in one nucleus do not know the professionals and activities belonging to the other nucleus. It is concluded that the integration of the VISA and PHC cores studied is not fully consolidated. The results point to the need for collective spaces where workers can get to know each other and take responsibility for the shared development of activities.
Descrição: SALES NETO, M. R. “Todos buscamos a melhoria da saúde, mas trabalhamos isoladamente”: integração entre vigilância sanitária e atenção primária à saúde. 2016. 106 f. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Faculdade de Medicina, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21795
Aparece nas coleções:DFAR - Dissertações defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_dis_mrsalesneto.pdf3,14 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.