Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21807
Título: Mídia social Facebook como tecnologia de educação em saúde sexual e reprodutiva de adolescentes escolares
Título em inglês: Facebook as an educational technology in sexual and reproductive health of adolescents
Autor(es): Aragão, Joyce Mazza Nunes
Orientador(es): Vieira, Neiva Francenely Cunha
Palavras-chave: Enfermagem
Tecnologia Educacional
Saúde do Adolescente
Data do documento: 6-Jun-2016
Citação: ARAGÃO, J. M. N. ; VIEIRA, N. F. C. (2016)
Resumo: A atuação com adolescentes na promoção da saúde sexual e reprodutiva é de suma importância, especialmente na Estratégia Saúde da Família, utilizando tecnologias que envolvam os sujeitos e favoreçam os vínculos. O uso de mídias sociais pelos adolescentes é uma realidade que pode ser direcionada ao aprendizado em saúde. Objetivou-se analisar os efeitos do uso da mídia social Facebook, como tecnologia de Educação em Saúde sexual e reprodutiva com adolescentes escolares. Estudo de intervenção, longitudinal e de abordagem quantiqualitativa, desenvolvido de março a agosto de 2015, com 96 adolescentes escolares, de 15 a 17 anos, em duas escolas (pública e particular) de Fortaleza-CE. Para a coleta de dados quantitativos, utilizaram-se questionários de inscrição, avaliação final e inquérito Conhecimento Atitude e Prática (CAP) sobre o preservativo masculino. A coleta e a análise dos dados qualitativos foram feitas de acordo com a abordagem da netnografia, com suporte na observação participante, registros da interação online e no diário de campo. Desenvolveu-se em quatro etapas: 1ª) (Re)aproximação do campo, divulgação e inscrição; 2ª) Aplicação do CAP pré-teste; 3ª) Intervenção Educativa no Facebook baseada em documentos, arquivos e sites do Ministério da Saúde; 4ª) aplicação do CAP pós-teste. A análise da associação das variáveis comunicação sobre saúde sexual e reprodutiva, comportamento sexual e acesso e conectividade à Internet foi feita pelos Testes de Qui-Quadrado e Razão de Verossimilhança. A comparação do CAP antes e depois, foi realizada pelo Teste de McNemar. O conjunto de resultados revelou divergências e similaridades entre os adolescentes de escolas públicas e particulares. A intervenção educativa por meio da mídia social Facebook promoveu efeitos desejáveis, na medida em que se obteve melhora estatisticamente significante (p<0,0001) do conhecimento, atitude e prática do uso do preservativo masculino. Os adolescentes aprenderam sobre saúde sexual e reprodutiva, através do Facebook, reafirmando a legitimidade e a praticidade dessa rede social, pois já estão inseridos e são assíduos, possibilitando a (re)significação do conhecimento mediante a interação, o diálogo e troca de experiências, e fortalecendo o vínculo entre os participantes. Conclui-se que o Facebook se caracterizou como um ambiente eficaz de aprendizagem em saúde sexual e reprodutiva, com adolescentes escolares de Fortaleza-CE, sendo uma atividade viável, simples e de baixa complexidade de ser desenvolvida pelo enfermeiro na Estratégia Saúde da Família.
Abstract: Working with adolescents in the promotion of sexual and reproductive health is utterly important, especially in the Family Health Strategy, through technologies involving the individuals and supporting bonding. The use of social media by adolescents is a reality that can be applied for health education. This study aimed to analyze the effects of an educational intervention through Facebook as an educational strategy for sexual and reproductive health in school adolescents. This is an intervention, longitudinal study with quantitative and qualitative approach conducted between March and August 2015 with 96 school adolescents of both sexes, who were in the ninth grade of elementary school or the first year of high-school in two schools (public and private) in Fortaleza-CE, Brazil. For data collection, we used several techniques: registration questionnaires, final assessment, and Knowledge, Attitude and Practice (KAP) survey on the male condom, online interaction records, and capturing images from the Facebook group, as well as participant observation. It took place in four stages: 1. (Re) approximation of the field, dissemination and registration; 2. Applying the KAP pre-test; 3. Educational Intervention on Facebook based on documents, files, and websites of the Ministry of Health; 4. Applying the KAP post-test. Quantitative data were analyzed using the Statistical Package for Social Sciences (SPSS) version 20.0, and for qualitative content results, we used netnography. The Research Ethics Committee of the Universidade Federal do Ceará approved the study under protocol number 953,343. Results revealed that the educational intervention through Facebook promoted desirable effects, since a statistically significant improvement on knowledge, attitude and practice of male condom use was achieved (p≤0.0001). Adolescents learned about sexual and reproductive health through Facebook, confirming the convenience of this social network to discuss sexual and reproductive health, since they are already regular users of this social media, allowing the (re) signification of knowledge through interaction, dialogue, and experiences exchange, and strengthening the bond between the participants. It was concluded that Facebook represented an effective learning environment in sexual and reproductive health along with school adolescents of Fortaleza, constituting a viable, simple and low complexity activity to be developed in the Family Health Strategy.
Descrição: ARAGÃO, J. M. N. Mídia social Facebook como tecnologia de educação em saúde sexual e reprodutiva de adolescentes escolares. 2016. 165 f. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Faculdade de Farmácia, Odontologia e Enfermagem, Universidade Federal do Ceará, Fortaleza, 2016.
URI: http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/21807
Aparece nas coleções:DENF - Teses defendidas na UFC

Arquivos associados a este item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2016_jmnaragão.pdf3,18 MBAdobe PDFVisualizar/Abrir


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.